Os 10 Efeitos Colaterais da Graviola

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

Os 10 Efeitos Colaterais da Graviola
4.8 (95.27%) 334 voto[s]

Os Efeitos Colaterais da Graviola Para Saúde são raros, Porém, o que pode ser benéfico para algumas pessoas, para outras pode ocorrer certos efeitos colaterais, então veja todos os detalhes a seguir. Além disso, se você já ouviu falar da graviola, então deve estar ciente dos benefícios que ela oferece! A planta, que ganhou popularidade como um remédio milagroso para o câncer, cura muitas outras doenças também.

Efeitos Colaterais da Graviola

Mas então, você pode não saber que a graviola tem certos efeitos colaterais também. E, assim como qualquer outro ingrediente, alguns dos efeitos colaterais da fruta de graviola pode ser fatal. Embora sua eficácia ainda precise ser provada, as pessoas ainda estão abraçando este plano de tratamento alternativo sem saber dos seus efeitos colaterais. A graviola é uma árvore de folhas largas, de floração perene árvore nativa do México, Cuba e América Central. Todas as suas partes, incluindo as folhas, frutas e até mesmo o caule são usados para fazer medicamentos.

Os benefícios da graviola incluem o tratamento de infecção bacteriana, infecção parasitária, tosse, inflamação do nariz e garganta, herpes, indução de vômitos e até mesmo a cura do câncer. A eficácia deste fruto nestas doenças carece de prova científica. Mas sabemos com certeza que a graviola tem muitos efeitos colaterais. Então, Confira agora Os 10 Efeitos Colaterais da Graviola Para Saúde.

1. Efeitos Colaterais da Graviola: Pode causar a doença de Parkinson, os defensores da graviola afirmam que as acetogeninas annonaceous presentes em sua composição pode ajudar a combater as células cancerosas, uma vez que podem ter efeitos quimioterapêuticos. No entanto, um estudo publicado pelo Memorial Sloan-Kettering Cancer Center adverte contra o uso. O estudo afirma que os alcaloides extraídos de graviola podem causar uma disfunção e degeneração neuronal, levando a sintomas da doença de Parkinson.

2. Efeitos Colaterais da Graviola: Pode levar à intoxicação, a casca de graviola contém anonaina e anonina, que são ricos em ácido cianídrico. É uma substância incolor, que é considerada venenosa.

3. Efeitos Colaterais da Graviola: Causa Náusea, o consumo de grandes quantidades de graviola pode causar sedação, náuseas e vômitos.

4. Efeitos Colaterais da Graviola: Perigo de toxicidade, o consumo de folhas de graviola como chás de ervas também pode causar toxicidade.

5. Efeitos Colaterais da Graviola: Interação com fármacos, evite o uso de graviola se estiver tomando anti-hipertensivos, vasodilatadores, fármacos depressores cardíacos ou antidepressivos. O efeito da fruta pode aumentar ou diminuir o efeito destes fármacos.

6. Efeitos Colaterais da Graviola: Mata as boas bactérias, o uso da graviola à longo prazo pode matar as bactérias úteis no sistema digestivo.

7. Efeitos Colaterais da Graviola: Pode causar aborto, o consumo de graviola deve ser evitado por mulheres grávidas, pois pode causar contrações uterinas prematura.

8. Efeitos Colaterais da Graviola: Causas de constipação, uma decocção de graviola é usada para tratar a disenteria. Se ingerido por aqueles sem disenteria, pode causar constipação e desidratação.

9. Efeitos Colaterais da Graviola: Funciona como um alucinógeno, aqueles que consomem grandes quantidades de graviola não só experimentam alterações nervosas, mas também sofrem de alucinações.

Efeitos Colaterais da Graviola

10. Efeitos Colaterais da Graviola: Pode levar a diminuição da pressão arterial, a graviola também provoca a dilatação dos vasos sanguíneos e pressão arterial baixa. Embora isso seja benéfico para aqueles com pressão arterial elevada, aqueles sem hipertensão deve ter cuidado ao consumir esta fruta.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista.

Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Os 10 Benefícios da Água Mineral Para Saúde

Pasta de Neem Para Pele

Os 10 Benefícios da Pasta de Neem Para Pele