Hepatite – O que é, Sintomas, Tratamentos e Causas

Revisado por

Graduado em Nutrição!

Especialista do Dicas de Saúde

Hepatite – O que é, Sintomas, Tratamentos e Causas
4.8 (95.19%) 233 voto[s]

Hepatite – O que é, Sintomas, Tratamentos e Causas. Além disso, Hepatite A Hepatite B e a Hepatite C são consideradas doenças sexualmente transmissíveis que levam à inflamação hepática e, em casos graves, à morte. A infecção é bastante semelhante ao vírus HIV enquanto a transmissão está em causa. Geralmente é contraído através de fluidos corporais ou sangue, para que você possa facilmente obter a doença ao ter relações sexuais desprotegidas com uma pessoa infectada ou compartilhar as agulhas ao fazer qualquer injeções. Os sinais e sintomas da hepatite A, B e C geralmente aparecem 2 a 4 semanas após a infecção pelo vírus, que é o período de incubação do vírus. Então, confira agora Hepatite: O que é, Sintomas, Tratamentos e Causas:

Hepatite

O Que é Hepatite: Hepatite designa qualquer degeneração do fígado por causas diversas, sendo as mais frequentes as infecções pelos vírus tipo A, B e C e o abuso do consumo de álcool ou outras substâncias tóxicas (como alguns remédios). Enquanto os vírus atacam o fígado quando parasitam suas células para a sua reprodução, a cirrose dos alcoólatras é causada pela ingestão frequente de bebidas alcoólicas – uma vez no organismo, o álcool é transformado em ácidos nocivos às células hepáticas, levando à hepatite.

Hepatite A: A hepatite A é transmitida por água e alimentos contaminados ou de uma pessoa para outra. A hepatite A fica incubada entre 10 e 50 dias e normalmente não causa sintomas, porém quando presentes, os mais comuns são febre, pele e olhos amarelados, náusea e vômitos, mal-estar, desconforto abdominal, falta de apetite, urina com cor de coca-cola e fezes esbranquiçadas. A detecção da hepatite A se faz por exame de sangue e não há tratamento específico, esperando-se que o paciente reaja sozinho contra a Hepatite A. Apesar de existir vacina contra o vírus da hepatite A (HAV), a melhor maneira de evitá-la se dá pelo saneamento básico, tratamento adequado da água, alimentos bem cozidos e pelo ato de lavar sempre as mãos antes das refeições.

Hepatite B e Hepatite C: Os vírus da hepatite tipo B (HBV) e tipo C (HCV) são transmitidos sobretudo por meio do sangue. Usuários de drogas injetáveis e pacientes submetidos a material cirúrgico contaminado e não-descartável estão entre as maiores vítimas de hepatite, daí o cuidado que se deve ter nas transfusões sanguíneas, no dentista, em sessões de depilação ou tatuagem. O vírus da hepatite B pode ser passado pelo contato sexual, reforçando a necessidade do uso de camisinha. Frequentemente, os sinais das hepatites B e C podem não aparecer e grande parte dos infectados só acaba descobrindo que tem a doença após anos e muitas vezes por acaso em testes para esses vírus. Quando aparecem, os sintomas dessas hepatites são muito similares aos da hepatite A, mas ao contrário desta, a hepatite B e a C podem evoluir para um quadro crônico e então para uma cirrose ou até câncer de fígado.

Os Sinais e Sintomas da Hepatite A, B e C:

  • Fadiga.
  • Náusea e vômitos.
  • Dor ou desconforto abdominal, especialmente na área próxima ao fígado.
  • Perda de apetite.
  • Febre baixa.
  • Urina escura.
  • Dor muscular.
  • Amarelamento da pele e olhos (icterícia).

A doença pode então tornar-se crônica e não têm efeitos visíveis. Em casos graves hepatite se desenvolve em cirrose e pode levar a câncer de fígado. Em muitos países, as vacinas contra a hepatite tornaram-se prática rotineira para as crianças e têm um registro de prevenção próximo ao perfeito. Pessoas que não foram vacinadas, casais gays, usuários de drogas e pessoas que compartilham espaço de vida com pessoas infectadas estão sob risco elevado.

Tratamento da Hepatite: Não existe tratamento para a forma aguda da hepatite. Se necessário, apenas sintomático para náuseas e vômitos. O repouso é considerado importante no tratamento da hepatite pela própria condição do paciente.

A utilização de dieta pobre em gordura e rica em carboidratos é de uso popular para o paciente com hepatite, porém seu maior benefício é ser de melhor digestão para o paciente sem apetite. De forma prática deve ser recomendado que o próprio indivíduo com hepatite defina sua dieta de acordo com sua aceitação alimentar. A única restrição está relacionada à ingestão de álcool. Esta restrição deve ser mantida por um período mínimo de seis meses e preferencialmente de um ano.

HepatiteMedicamentos para Hepatite:
Os medicamentos mais usados para o tratamento de hepatite são:

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Leandro Almeida

Olá, meu nome é Leandro Cardoso de Almeida sou graduado no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) desde 2011 e Mestre em Nutrição Clínica pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, Portugal. Atualmente atendo em consultório particular no Brasil e atuo como editor no site Dicas de Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Sintomas de Problema nos Rins que Muitos Ignoram

Os 13 Sintomas de Problema nos Rins que Muitos Ignoram

Como Eliminar Celulite

Como Eliminar Celulite Rapidamente em Casa