Hepatite Aguda – Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Hepatite Aguda – Causas, Sintomas e Tratamentos
4.8 (95.83%) 187 voto[s]

Hepatite Aguda – Causas, Sintomas e Tratamentos que poucos sabem. Além disso, a Hepatite Aguda ocorre quando o fígado sofre uma lesão com uma reação inflamatória resultante. A causa da lesão pode ocorrer de várias maneiras diferentes, e as descobertas de imagem geralmente não são específicas. O ultra-som e a ressonância magnética podem ser modalidades de imagem úteis para sugerir o diagnóstico, mas muitas vezes o diagnóstico é feito a partir de uma combinação de apresentação clínica e valores laboratoriais.

Hepatite Aguda
Hepatite Aguda

Causas da Hepatite Aguda: As causas da Hepatite Aguda podem ser:

  • Infecção com o vírus da hepatite A,B,C,D ou E;
  • Citomegalovírus, parvovírus, herpes, febre amarela;
  • Sífilis secundária, leptospirose, salmonelose, malária, toxoplasmose;
  • Abscesso no fígado;
  • Medicamentos;
  • Doenças auto-imunes;
  • Alterações no metabolismo do Cobre e Ferro;
  • Alterações circulatórias;
  • Obstrução biliar aguda;
  • Agravamento de hepatite crônica;
  • Distúrbios no metabolismo das gorduras;
  • Câncer;
  • Agentes tóxicos.

Sintomas da Hepatite Aguda: Os sintomas nem sempre aparecem imediatamente. Os sintomas podem ser notados dentro de 14 dias em algumas pessoas. Outros podem levar até seis meses para produzir qualquer sinal. De acordo com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), o período médio de demora é de seis a sete semanas. No entanto, 75 por cento das pessoas que contraem Hepatite Aguda nunca experimentam nenhum sintoma. Os sintomas da Hepatite Aguda variam de muito leve a grave. Eles incluem:

  • Náusea.
  • Vômito.
  • Perda de apetite.
  • Febre.
  • Fadiga.
  • Dor abdominal.
  • Dor nas articulações.
  • Urina escura.
  • Movimentos intestinais leves e argilosos.
  • Icterícia, ou amarelamento da pele e dos olhos.

Se seu médico suspeitar que você tenha Hepatite Aguda, eles farão sangue para verificar os anticorpos contra Hepatite Aguda. Os anticorpos são substâncias que seu corpo produz quando está lutando contra uma infecção. Se você tem anticorpos de HCV, seu médico pode solicitar um segundo teste para confirmar que o vírus ainda está presente. Se o seu segundo teste também for positivo, você tem Hepatite Aguda.

Se você é positivo, seu médico pode querer verificar seus níveis de enzimas hepáticas. Isso permite que eles saibam se a doença afetou seu fígado. Algumas pessoas infectadas com o vírus terão níveis normais.

Tratamento Hepatite Aguda: Na maioria das pessoas, não é necessário um tratamento especial, embora os indivíduos que apresentem uma Hepatite Aguda excepcionalmente grave possam necessitar de hospitalização. Depois dos primeiros dias, há recuperação do apetite e deixa de ser necessário permanecer na cama. Não são necessárias restrições significativas no que diz respeito à dieta ou às atividades físicas, nem suplementos vitamínicos. A maioria das pessoas pode voltar a trabalhar sem perigo, depois de a icterícia desaparecer, mesmo que os resultados dos testes da função Hepatite Aguda não se encontrem totalmente normais.

As pessoas com Hepatite Aguda não devem beber álcool até que tenham se recuperado totalmente. Um médico pode necessitar interromper um medicamento ou reduzir a dosagem de um medicamento que poderia se acumular no organismo até níveis nocivos (como a varfarina ou a teofilina), porque o fígado infectado não pode processá-los (metabolizá-los). Portanto, as pessoas devem informar o médico sobre os medicamentos que estão tomando (prescritos e não prescritos, incluindo qualquer erva medicinal), para que a dosagem possa ser ajustada.

Se a Hepatite Aguda provocar a forma extremamente grave (fulminante), os medicamentos antivirais podem ajudar. Entretanto, o transplante de fígado é o tratamento mais eficaz e pode ser a única esperança de sobrevivência, especialmente em adultos.

Prevenção: A detecção precoce e o tratamento são as melhores maneiras de prevenir a forma mais grave da doença.

Fatores de Risco: O risco mais grave a longo prazo de uma infecção aguda por Hepatite Aguda é desenvolver hepatite C crônica, o que pode levar a cirrose e câncer de fígado. Em 75 a 85 por cento dos indivíduos com a forma aguda, a doença irá progredir para a hepatite C crônica mais grave.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Síndrome de Wallenberg – O que é, Sintomas e Tratamentos

vitamina b2

Os 21 Benefícios da Vitamina B2 Para Saúde