Doenças Respiratórias

Flurona: sintomas, exames e o que fazer em caso de suspeita de flurona?

sintomas de flurona

A flurona é a dupla infecção por influenza e coronavírus, a contaminação é constatada quando os dois testes para gripe e para covid-19 dão positivo.

flurona 
flurona

A gripe e o Covid-19 são doenças respiratórias e podem causar sintomas semelhantes como coriza, tosse, dor de garganta, febre, dor de cabeça e fadiga, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Ambos são transmitidos por meio de gotículas e aerossóis quando uma pessoa infectada respira, fala, tosse ou espirra. [1]https://butantan.gov.br/noticias/saiba-como-diferenciar-os-sintomas-da-gripe-e-da-covid-19-em-meio-ao-surto-e-a-pandemia

Como ocorre a transmissão da flurona?

como ocorre a transmissao da flurona
como ocorre a transmissao da flurona

Além disso, a transmissão da gripe A (H3N2) e da Covid-19 se dá por inalação ou contato com gotículas de saliva, secreções respiratórias ou superfícies contaminadas.

No entanto, a transmissão pode ocorrer por meio de

– Espirros;
– Catarro;
– Tosse;
– Contato pessoal próximo;
– Apertos de mão;
– Contato com objetos contaminados;

Prevenção de flurona:

prevencao de flurona
prevencao de flurona

Existem varias formas de se prevenir o contágio e proliferação da flurona:

– Vacinação contra Covid-19 e Influenza;
– Uso de máscara;
– Uso de álcool gel;
– Lavagem das mãos com água e sabão;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca;
– Não compartilhar objetos pessoais;
– Ventilar ambientes;
– Evitar aglomerações e espaços fechados;

Sintomas de flurona:

sintomas de flurona
sintomas de flurona

Os principais sinais e sintomas de flurona são febre, tosse, respiração rápida e curta, falta de ar, dor muscular, dor de cabeça, dor ao engolir e nariz entupido.

Além disso, na presença desses sinais e sintomas, é importante consultar um clínico geral, para que sejam feitos exames necessários para que possa verificar se os sintomas são indicativos são COVID-19, influenza ou “flurona“. [2]https://www.arcos.mg.gov.br/noticia/flurona-arcos-registra-o-seu-primeiro-caso-de-coinfeccao-simultanea-de-covid-19-e-influenza

O que fazer em caso de suspeita de flurona:

o que fazer em caso de suspeita de flurona
o que fazer em caso de suspeita de flurona

Em caso de suspeita de flurona é recomendado que a pessoa fique em isolamento por até 14 dias, ou de acordo com a orientação do médico, para evitar a transmissão do vírus para outras pessoas.

Nos casos mais leves, o médico pode recomendar que a pessoa fique de repouso, beba bastante líquidos e tenha uma alimentação leve, podendo ser também recomendado o uso de medicamentos para aliviar os sintomas.

Por outro lado, nos casos mais graves, o médico pode recomendar tratamento com medicamentos mais específicos, incluindo antivirais, para promover a recuperação mais rápida.

Além disso, também é importante fazer uso de máscaras faciais, higienizar e lavar as mãos com frequência e evitar ambientes com maior concentração de pessoas e pouca circulação de ar.

Exames que confirmam o diagnóstico de flurona:

exames que confirmam o diagnostico de flurona
exames que confirmam o diagnostico de flurona

Para confirmar o flurona, ou seja, a infecção simultânea de COVID-19 e gripe, é importante fazer exames laboratoriais que permitam identificar a presença, ou não, desses vírus no organismo.

Um dos exames mais utilizados é a coleta de secreção nasofaringe, é analisada em laboratório através de técnicas como o PCR, para identificar a presença dos vírus.

Em alguns casos, o médico pode até pedir um exame de “painel viral” em que a amostra de secreção nasofaringe é testada ao mesmo tempo para vários tipos de vírus.

Também podem ser realizados exames de sangue, para identificar alterações que sejam indicativas de infecção, como aumento da proteína C reativa, D-dímero, interleucina-6 e de leucócitos, assim como diminuição da quantidade de linfócitos circulantes.

Além disso, dependendo da intensidade dos sintomas, o médico pode também solicitar a realização de exames de imagem, principalmente o raio X de tórax.

O que significa coinfecção e codetecção?

o que significa coinfeccao e codeteccao
o que significa coinfecção e codetecção

A codetecção corresponde à detecção no mesmo exame de mais de uma agente infeccioso.

no entanto essa identificação não necessariamente indica que a pessoa vai apresentar sinais e sintomas das doenças causadas por esses agentes infecciosos.

Por outro lado, a coinfecção é quando a pessoa apresentar sinais e sintomas de mais de uma doença ao mesmo tempo, havendo também a detecção no exame de mais de um agente infeccioso.

Referências:

Referências:
1https://butantan.gov.br/noticias/saiba-como-diferenciar-os-sintomas-da-gripe-e-da-covid-19-em-meio-ao-surto-e-a-pandemia
2https://www.arcos.mg.gov.br/noticia/flurona-arcos-registra-o-seu-primeiro-caso-de-coinfeccao-simultanea-de-covid-19-e-influenza

Deixe um comentário