Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Como Tratar a Febre de Forma Eficaz

Como Tratar a Febre de Forma Eficaz é uma das alternativas para se livrar da Febre. Além disso, a Febre é um aumento temporário da temperatura do seu corpo, muitas vezes devido a uma doença. Ter Febre é um sinal de que algo fora do normal está acontecendo em seu corpo.

A Febre é um fenômeno de defesa do organismo, quando sofre qualquer tipo de agressão. Tem como função, através do aumento da temperatura, melhorar o tempo de resposta das células do organismo, no sentido de destruir os invasores, geralmente vírus e bactérias. Ter Febre é um sinal de que algo fora do normal está acontecendo em seu corpo e isto pode ocorrer em qualquer indivíduo, adulto ou criança.

A Febre é sempre um motivo de preocupação, por ser um alerta de que alguma infecção pode estar se iniciando em nosso organismo. Na grande maioria das vezes, através deste processo os invasores são eliminados antes de provocarem outros prejuízos ao nosso organismo. Em outras ocasiões este mecanismo pode falhar, iniciando-se uma infecção, que pode ser leve ou grave, dependendo da força do micro-organismo e da imunidade do paciente.

Causas da Febre: A Febre é um sintoma comum de muitas condições médicas:

  • Doença infecciosas: virose, infecção bacteriana, protozoonose, micose sistêmica…
  • Doenças inflamações: artrites, sinovite, meningite, doenças inflamatórias intestinais…
  • Doenças imunológicas: artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico, sarcoidose, doença de Kawasaki, doença de Still, granulomatose com poliangiite, hepatite autoimune, policondrite recidivante…
  • Destruição de tecidos: hemólise, cirurgia, infarto, esmagamento, rabdomiólise, AVC
  • Transtornos da coagulação: Coágulos sanguíneos, trombose, coagulopatia de consumo…
  • Câncer: câncer de rim, leucemia e linfomas…
  • Doenças metabólicas: gota, porfiria, doença de Fabry…
  • Efeito colateral a medicamentos: Antibióticos, procainamida, isoniazida, metildopa, quinidina, difenilhidantoína, Vacina DPT, vacina contra pneumococo…
  • Reação a transplantes incompatíveis

Causas de Febre no Pós-operatório: Após uma cirurgia, é comum haver a elevação da temperatura corporal até 37,8 graus Celsius sem maiores significados. No entanto, temperaturas maiores de 38 graus Celsius podem representar uma Febre, conforme o tempo decorrido desde a cirurgia:

  • Até 48 horas – atelectasia (problema pulmonar).
  • Terceiro e quarto dia: pneumonias
  • Quinto dia: abcesso (coleção purulenta na área cirúrgica).

Sintomas de Febre: Deve-se primeiro salientar que a Febre é frequentemente um sintoma (e não uma doença) de um problema característico do corpo que pode ser associado com outros sintomas além da Febre tais como, por exemplo dor muscular ou óssea, cefaleias, fadiga ou dor. A Febre é, normalmente em seu início, acompanhada de calafrios por causa da produção de calor pelo corpo. O mecanismo da Febre pode ser comparado a um termostato instalado em uma casa para sinalizar e regular a temperatura. De fato, quando a Febre aumenta (por exemplo, no início de arrefecimento) o organismo emite as substâncias que aumentam a temperatura do “termostato” do cérebro.

Assim, o corpo entende que a temperatura normal é superior a 37°C, por exemplo, 39°C. É por isso que podemos sentir calafrios no início precoce da Febre porque o corpo está frio (como é abaixo do valor do “termostato” do cérebro) e, portanto, reage aumentando gradualmente a temperatura do corpo para o valor de 39°C (para este exemplo).

Inversamente, quando a Febre abaixa (por exemplo, após tomar medicamentos) suamos e sentimos calor, porque o termostato volta para 37°C, mas a temperatura do corpo é 39°C, temos que remover o suor e este calor. Neste caso, para acelerar a redução da Febre, um banho frio é bastante justificável e aconselhável. Atenção, ainda assim o banho frio é cada vez mais desaconselhado para crianças devido ao risco de convulsões (ver em bons conselhos). Geralmente a Febre desaparece após alguns dias.

Como Tratar a Febre de Forma Eficaz: Lembre-se que é apenas quando a temperatura corporal estiver superior a 38,5°C (a menos que recomendação médica) que se deve tomar a medicação.

Os medicamentos antipiréticos (que baixam a Febre) atuam sobre o sintoma e não a causa da Febre: eles só são úteis para a Febre, mas não para acelerar ou facilitar o tratamento da infecção. Às vezes, portanto, o uso inadequado de antipiréticos pode afetar a capacidade de tratar a infecção bacteriana subjacente.

Remédios Contra a Febre: Para reduzir a Febre são utilizadas principalmente as seguintes moléculas febrífugas (antipiréticas):

Paracetamol, 500 mg (dosagem adulta): É a primeira escolha, especialmente para as crianças! (Para dosagem e posologia para crianças, pergunte ao seu médico ou farmacêutico).

Para o tratamento para a Febre em crianças é necessário se concentrar em formas orais, a forma retal (supositórios) não é recomendada, pois pode haver diferenças na absorção de uma criança para outra. Pergunte ao seu pediatra. Em casos de crianças, tomar paracetamol com base na dose por peso a cada 6 horas, 4 vezes por dia, consulte o seu farmacêutico ou médico (pediatra).

Ácido Acetilsalicílico (ASS), 500 mg (dosagem adulta): Evitar administrar este medicamento em crianças, baixo risco porém possível de desenvolver sintomas de Reye. Esta síndrome é rara, mas muitas vezes grave, até mesmo fatal, porque causa danos ao cérebro e ao fígado. Estima-se, portanto, que a utilização de aspirina em crianças diminuiu significativamente durante os primeiros anos.

Ibuprofeno, 200 a 400 mg (dosagem do adulto)

Tratamentos Naturais Para a Febre: Aqui estão as plantas medicinais utilizadas para baixar a Febre:

  • A tília, utilizada em geral, em forma de infusão (muito aconselhada para crianças e bebês).
  • As flores de sabugueiro, utilizadas em geral, em forma de infusão ou cápsulas.
  • O salgueiro-branco, utilizado em geral, em forma de cápsulas ou comprimidos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.