Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Como o Chá Verde Ajuda no Tratamento de Síndrome de Down

Como o Chá Verde Ajuda no Tratamento de Síndrome de Down atualmente. Além disso, a Síndrome de Down é um transtorno genético que não tem cura – pelo menos não ainda. Mas essa máxima da medicina pode estar com os dias contados. Um novo estudo espanhol demostrou que um composto extraído do Chá Verde é capaz de melhorar a capacidade intelectual e cognitiva de pessoas com Síndrome de Down.Além das propriedades antioxidantes do Chá Verde, que previnem uma série de doenças, e da ação emagrecedora, o Chá Verde surpreende mais uma vez nessa nova pesquisa feita pelo Centro de Regulação Genômica de Barcelona. Publicado na revista The Lancet Neurology, o estudo constatou, após um teste clinico, que um composto presente na erva foi capaz de potencializar as habilidades cognitivas de pessoas portadoras da Síndrome de Down. A confusão veio após tomografias feitas no cérebro dos participantes do estudo revelarem que um componente do chá verde (chamado epigalocatequina galato) é capaz de alterar a forma com a qual os neurônios se conectam entre si no cérebro.

Essa é a primeira vez que um tratamento tem resultados positivos para minimizar os efeitos da síndrome. Ela atinge uma pessoa a cada mil no mundo e acontece quando há 3 cromossomos 21 em todas ou em grande parte das células de um indivíduo. Os portadores dessa trissomia têm 47 e não 46 cromossomos, como a maioria da população. Essa cópia extra altera a formação do corpo e do cérebro.

Na primeira fase, os cientistas identificaram o gene DYRK1A, associado à formação do cérebro e superativado pelo cromossomo extra. Esse gene produz proteínas em excesso relacionadas a alterações cognitivas – 1,5 vezes mais em pessoas com Down. O polifenol presente no Chá Verde, a epigalocatequina galato, inibe e normaliza a produção da enzima DYRK1A.

Além disso, ele é capaz de melhorar algumas capacidades intelectuais e altera os estímulos e conexões do cérebro de portadores da Síndrome de Down. Cientes da capacidade do composto de Chá Verde de modificar a plasticidade do cérebro, os pesquisadores decidiram testá-lo em humanos.

No total, 84 pessoas com Síndrome de Down entre 16 e 34 anos participaram: a metade deles recebeu um placebo e fazia exercícios de estímulo cognitivo; o outro grupo fez os mesmos exercícios, mas, ao invés de placebo, tomou 9 miligramas de epigalocatequina por peso diariamente durante um ano.

Depois disso, os participantes responderam uma série de testes para medir suas habilidades intelectuais, motoras, de comportamento e memorização. Naqueles que tomaram o extrato foi possível notar uma leve melhora na memória a curto prazo, na capacidade de se organizar no dia a dia, de se adaptar e uma diminuição na impulsividade.

As imagens do cérebro dos pacientes mostram um aumento das conexões neurais na região frontal do cérebro, o que sugere que, de fato, houve um aumento no processamento de informações.

Uma das líderes do estudo, explica que, apesar das mudanças observadas nos testes finais não terem sido muito significativas (não apresentaram evolução em 13 dos 15 testes), elas foram suficientes para que os pais de quase todos os voluntários pudessem perceber se o filho tinha tomado o tratamento de Chá Verde ou o placebo.Não Faça Isso em Casa: Mas não se engane, a cura não está necessariamente dentro de um saquinho de chá. Para igualar na xícara a quantidade de epigalocatequina que os voluntários tomaram durante o experimento, deveriam ser consumidas oito xícaras de Chá Verde por dia ao longo de um ano todo.

Além de ser uma quantidade absurda da bebida, existe uma infinidade de marcas de Chá Verde que possuem outros componentes junto com o extrato. Os pesquisadores alertam para que as famílias consultem seus médicos de confiança e não se atirem no mercado atrás de qualquer chá.

Os pesquisadores pretendem continuar as investigações, mas, dessa vez com meninos e meninas portadores da Síndrome de Down. A explicação é simples: as mudanças cerebrais são limitadas em adultos, porque o cérebro já está totalmente desenvolvido, mas se o tratamento for aplicado em crianças, a esperança é de que os efeitos sejam ainda melhores. E aí, aceita uma xícara?

Dicas de Consumo do Chá Verde: Não reaqueça a bebida! O aconselhável é fazer a quantidade que vai beber e consumir logo em seguida. Beba de três a seis xícaras por dia. Para uma melhor qualidade no preparo do Chá Verde, sempre cheque o prazo de validade do Chá Verde. A erva do Chá Verde ser armazenada longe da luz e em local seco e fresco. Com isso, você garante a preservação de suas substâncias benéficas.

Os dados acima são meramente informativos. Esses não proporcionam orientação médica. A publicação dessas informações não constitui prática de medicina e não substituem a orientação de um profissional da área da saúde. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar atendimento médico.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.