Chá Dicas de Saúde Remédios Caseiros

Chá de Jurubeba Para Tratar Malaria

Chá de Jurubeba Para Tratar Malaria

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Dicas de Saúde

Chá de Jurubeba Para Tratar Malaria
4.8 (96.1%) 236 votos

Chá de Jurubeba é um excelente remédio caseiro. Além disso, A Malária é uma doença infecciosa febril aguda transmitida pela picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por Plasmodium.

Chá de Jurubeba Para Tratar MalariaTransmissão da Malária: A transmissão ocorre após picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por protozoários do gênero Plasmodium. No Brasil, três espécies estão associadas à malária em seres humanos: P. vivax, P. falciparum e P. malariae.

O protozoário é transmitido ao homem pelo sangue, geralmente através da picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por Plasmodium ou, mais raramente, por outro tipo de meio que coloque o sangue de uma pessoa infectada em contato com o de outra sadia, como o compartilhamento de seringas (consumidores de drogas), transfusão de sangue ou até mesmo de mãe para feto, na gravidez.

Sintomas de Malária: Os sintomas mais comuns são: calafrios, febre alta (no início contínua e depois com frequência de três em três dias), dores de cabeça e musculares, taquicardia, aumento do baço e, por vezes, delírios. No caso de infecção por P. falciparum, também existe uma chance em dez de se desenvolver o que se chama de malária cerebral, responsável por cerca de 80% dos casos letais da doença. Além dos sintomas correntes, aparece ligeira rigidez na nuca, perturbações sensoriais, desorientação, sonolência ou excitação, convulsões, vômitos e dores de cabeça, podendo o paciente chegar ao coma.

Há alguns remédios caseiros que ajudam a tratar de uma forma natural. Então, Confira a Receita do Chá de Jurubeba Para Tratar Malaria.

Ingredientes:

  • jurubeba
  • 1 litro de água

Modo de Preparo:

  • três colheres, das de sopa, da planta para um litro de água, toma 3 xícaras ao dia.

Prevenção da Malária: Medidas de prevenção individual: uso de mosquiteiros impregnados ou não com inseticidas, roupas que protejam pernas e braços, telas em portas e janelas, uso de repelentes.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.