Benefícios dos nutrientes

Os 10 benefícios da dolomita para saúde

dolomita

A dolomita é um mineral composto por carbonato de cálcio e magnésio. Ela é extraída de rochas de origem calcária, tem uma cor branca e lembra um pouco a argila. Além disso, antes de chegar ao mercado, a dolomita passa por um processo de purificação para retirar resíduos tóxicos. Assim como muitos outros minerais, a dolomita é utilizada para tratamentos terapêuticos, medicinais e até mesmo estéticos.

beneficios da dolomita
beneficios da dolomita

Ele já é conhecido há centenas de anos pelos povos asiáticos que o utilizam para diversos fins. Mas atualmente é possível encontrar em várias partes do mundo para comprar e utilizar para tratamentos caseiros e naturais.

Benefícios:

A Dolomita possui propriedades anti-inflamatórias, calmantes, descongestionantes, tonificantes, analgésicas e alcalinizantes. Por todos esses motivos, ela pode ser uma importante aliada em diversos tratamentos, não somente relacionados à saúde, mas também à beleza.

1. Auxilia no tratamento de doenças:

Muitas enfermidades podem ser tratadas, de modo complementar, com o uso da Dolomita, como nos casos de cólicas, dores reumáticas, contusões, dores ciáticas, artrites, osteoporose, neurite, lúpus, entre outras.

2. Protege a saúde bucal:

A Dolomita também pode ser usada como fator de prevenção e tratamento ha higiene bucal, não somente na hora da limpeza, mas também para tratar o mau hálito, gengivite e afta.

3. Combate a fadiga e a rigidez muscular:

A boa atuação do sistema muscular depende de uma série de fatores, como, por exemplo, de um equilíbrio entre a contração e o relaxamento dos músculos. Nesse sentido, a Dolomita é bastante útil, pois ela contém o cálcio, que contrai a musculatura, e o magnésio, que relaxa. Por isso pode ser usada para combater a fadiga e a rigidez muscular.

4. Bom para cabelo:

Por revitalizar, fortificar e ajudar na reestruturação, a Dolomita pode ser usada no cabelo também, pois ajuda no fortalecimento dos fios, evitando a queda de cabelo, hidratando e ajudando ainda no tratamento da caspa.

5. Melhora a saúde da pele:

A Dolomita tem a capacidade de penetrar com rapidez nos poros, ajudando a acalmar, desinflamar, tonificar, cicatrizar e revitalizar a pele. Por isso pode ser usada em casos de feridas, queimaduras, ferimentos, micoses, assaduras, manchas, espinhas, entre outros.

6. Ajuda na reposição e absorção de nutrientes:

Esse mineral é importante também, pois facilita a absorção de ácido úrico no organismo, bem como a reposição de cálcio e magnésio..

7. Melhora a saúde do estômago:

A Dolomita pode ser usada, principalmente, em forma de pasta, para combater diversos males intestinais, tais como a diarreia, má digestão, gases, intoxicação alimentar, gastrite e úlceras.

8. Trata dores reumáticas e artrite:

Os tratamentos terapêuticos evidenciam que o uso da Dolomita é muito eficaz para amenizar dores como artrite, ciáticas, osteoporose, contusões, lúpus, entre outras.

Como usar e onde comprar:

A Dolomita possui diversas formas de utilização que são em formato de máscaras (pastas), banhos e ingestão. Vamos relacionar os problemas que o mineral trata juntamente com a forma de uso. Veja a seguir:

1. Pasta para a pele e para os cabelos:

  • Pegue um copo da água e despeje em uma vasilha, aos poucos você adiciona o pó de Dolomita até formar uma pasta homogênea.
  • Coloque aos poucos para não perder o ponto certo.
  • Depois de pronta, coloque no rosto ou nas partes do corpo onde deseja tratar manchas e outras erupções.
  • Deixe por 25 minutos e remove a máscara com água.
  • A mesma pasta você vai aplicar nos cabelos secos ou molhados e no couro cabeludo.
  • Massageie bem e deixe agir por 30 minutos. Depois lave os cabelos como de costume.

Essa pasta feita com Dolomita também pode ser usada para:

  • Problemas estomacais (gastrites, úlceras, azia, ma digestão, gases);
  • Unhas quebradiças;
  • Limpeza bucal e mau hálito.
beneficios da dolomita
beneficios da dolomita

2. Banhos com dolomita:

A proporção para banhos é de 2 litros de água para cada meio copo de Dolomita, para tratar os problemas abaixo também pode se usar pasta em todo corpo. Esse procedimento é indicado para:

3. Suplementação com dolomita:

É importante saber que antes de usar qualquer tipo de suplementação é preciso orientação de um nutricionista especializado. Algumas pessoas utilizam o mineral na posologia de uma cápsula diária ou 1 colher de café misturado com sucos ou leite pela manhã em jejum.

A Dolomita é fonte de cálcio e magnésio, fortalece o sistema imunológico e normaliza o metabolismo. Pode ser encontrado em lojas de produtos naturais em forma de cápsulas ou pó.

Emagrece ou engorda?

A curiosidade acerca desse mineral tem criado muitos questionamentos com relação ao ganho ou perda de peso. Entretanto, o consumo da Dolomita não tem nenhum efeito sobre o peso corporal, isso porque o produto é apenas um mineral rico em cálcio e magnésio que não interfere nessa questão.

A função desse mineral é proporcionar longevidade, bem-estar e melhorar a qualidade da vida das pessoas eliminado as dores que algumas condições de saúde regalam.

Contraindicação:

A Dolomita possui também suplementação via oral. Porém essa deve ser utilizada com recomendação profissional. Pois apenas ele pode avaliar a necessidade e quantidade certa para cada caso. Por isso, dependendo do que você deseja tratar não se automedique sem a orientação do seu médico.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário