Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Doenças Hormonais

As 18 Principais Causas do Corrimento Vaginal

As 18 Principais Causas do Corrimento Vaginal
Gostou do post? Avalie!

As Principais Causas do Corrimento Vaginal Que faz parte das alterações que ocorrem no clico menstrual. Além disso, o corrimento vaginal branco é a secreção normal ou fluido vindo da vagina, cuja função é de contribuir para a limpeza da área e ajudar a prevenir a infecção. Quantidade, cheiro e cor (a partir de clara para uma cor branca leitosa), pode variar dependendo do tempo do ciclo menstrual.Este fluxo no entanto, também aparece durante a gravidez e, apesar de sua cor pode variar na textura e cheiro então agora vamos explicar mais sobre todas as causas do aparecimento de corrimento vaginal branco.

Corrimento Branco:

  • Não deve ser acompanhada de outros sintomas como coceira, ardor ou irritação.
  • Nunca pode ter um mau odor.
  • Quantidade e consistência deve variar ao longo do ciclo menstrual. É mais abundante durante a ovulação.
  • Diz-se que existem mais de 2 condições que podem causar mudanças na quantidade, cor e consistência do corrimento vaginal. Alguns podem ser explicadas por processos. fisiológicos do organismo, outros têm natureza patológica. Então, confira As 15 Principais Causas do Corrimento Vaginal.

Infecções Fúngicas: É uma causa comum de corrimento vaginal. Além disso, as infecções fúngicas e doenças sexualmente transmissíveis não são os únicos culpados aqui.

Período de Ovulação: Após o período de ovulação, o corrimento vaginal esbranquiçado é normal e semelhante a uma loção para o corpo.

Gravidez: Quando uma mulher está gravida, depois de dar à luz ou durante a amamentação, o corrimento vaginal é cada vez mais abundante e muda ligeiramente de cor, tornando-se branco.

Após Ter Relações Sexuais Desprotegidas: Corrimento vaginal na manhã seguinte tornam-se mais líquida, abundante e branco leitoso.

Inflamação: Corrimento vaginal, muitas vezes ocorre como um sintoma de várias inflamações, tais como vaginite, colpites, adnexite, entre outras condições ginecológicas. Infecções fúngicas, candidíase vulvovaginal sendo o mais comum.

Estresse: O corrimento vaginal também pode ser causado por estresse mental e ansiedade.

Doenças Sexualmente Transmissíveis: O corrimento vaginal pode ser causado por algumas doenças sexualmente transmissíveis.

Excitação Sexual: O corrimento vaginal ou ligeiramente aguado é um sinal de excitação sexual. O efeito deste fluxo é para lubrificar a vagina para proteger a durante as relações sexuais.

Transtornos na Pelves: A doença inflamatória pélvica e outros distúrbios da pelve pode ser responsável por corrimento vaginal em mulheres. Em adição, as mulheres em risco de corrimento vaginal também são aquelas que levantam objetos pesados, as sofrem de anemia, baixa imunidade e tuberculose.

Tomar Antibióticos: Se você tomar antibióticos por tempo prolongado, eles podem acabar fazendo com que você deixe cair as defesas do corpo e, portanto, em adição a outros sintomas, uma infecção vaginal pode aparecer.

Usar Tampões: Se você manter um tampão molhado no corpo por muitas horas, vai causar o aparecimento do corrimento vaginal com odor e pode até levar a uma infecção.

Problemas Cervicais: Problemas na área cervical pode levar ao corrimento vaginal.

Uso Frequentes de Duchas: Expor a vagina a um novo tipo de agente de limpeza de casa, de banho ou produto pode ter um efeito sobre ela. Os produtos químicos encontrados em detergentes e amaciadores de tecidos, spray femininos, cremes, sabonetes ou duchas e cremes contraceptivos podem irritar a vagina causando corrimento vaginal.

Câncer no Útero: É o caso mais grave, mas é também o menos frequente. De qualquer forma, é um sinal de alerta, pois em alguns casos o primeiro sintoma de câncer de útero foi precedido pelo aparecimento de corrimento vaginal branco anormal, muito viscoso e com um forte odor.

Outras Causas: Outras causas do corrimento vaginal incluem rupturas do períneo, ptose das paredes vaginais, duchas com soluções anti-sépticas concentrada, o uso de contraceptivos químicos, estagnação de longo prazo na zona pélvica, e ainda a falta de higiene pessoal.

Tricomoníase: É uma infecção causada por um protozoário chamado Trichomonas vaginalis que tem os seres humanos como únicos hospedeiros e nos homens costuma ser assintomáticos, enquanto nas mulheres quase sempre causam sintomas.

Vaginose Bacteriana: É um conjunto de sinais e sintomas resultante de um desequilíbrio da flora vaginal, que implica numa diminuição dos lactobacilos e um crescimento de bactérias, principalmente a Gardnerella vaginalis. Apresente a principal causa de corrimento vaginal incidindo em aproximadamente 45% das mulheres. Não se trata de infecção de transmissão sexual, apenas pode ser desencadeada pela relação sexual em mulheres predispostas, ao terem contato com sêmen de pH elevado.

Candidíase Vulvovaginal: É uma infecção da vulva e vagina, causada por um fungo que habita a mucosa vaginal e digestiva, que cresce quando o meio torna-se favorável para o seu desenvolvimento. Representa a segunda causa mais comum de corrimento vaginal.

O corrimento vaginal é absolutamente um fenômeno normal de uma mulher saudável, no entanto, é muito importante estar ciente de suas características. Normalmente secreções vaginais são viscosas, inodoras, transparentes, sem nenhuma causa de coceira, irritação, ardor ou vermelhidão da vulva.

Outro detalhe importante é que o corrimento vaginal não permanece o mesmo ao longo do ciclo menstrual. Após a ovulação, o que geralmente ocorre no meio do ciclo, secreções mucosas mudam de cor (transparente para branco pérola) e consistência (líquida e mais elástica cremoso). É por isso que no início da segunda fase do ciclo menstrual, a mulher pode experimentar um fluxo de cor pérola branca, algo bastante normal, se não houver outro desconforto vaginal.Cuidado Candidíase: Esta condição está associada com a utilização de antibióticos, sistema imunológico enfraquecido, alteração dos níveis de hormônio na gravidez, contraceptivos orais, diabetes não controlada, entre outros factores.

A candidíase é diagnosticada com base em sintomas, exame ginecológico e os resultados de uma amostra vaginal. Os primeiros sintomas de candidíase incluem corrimento vaginal espesso e prurido da vulva. Muitas vezes, também são apresentados com dor ao urinar e durante a relação sexual, vermelhidão e inchaço da vulva. No entanto, a candidíase vulvovaginal pode se desenvolver praticamente assintomático, sem dor ou desconforto, aparentemente normal.

Se não houver nenhum desconforto vaginal ou outros sintomas óbvios, é recomendado monitorar o fluxo por um tempo. Se diminuir no início do ciclo e na segunda fase aumentar após a ovulação, é normal. Caso contrário, se o fluxo contínuo é abundante e tem cheiro desagradável, é provável que seja uma infecção. É melhor consultar um especialista para um diagnóstico preciso e as recomendações mais adequadas.

Ter corrimento vaginal não é uma razão para começar qualquer tipo de auto-tratamento, especialmente quando se trata de antibióticos ou antifúngicos. Apenas um teste adequado pode revelar a causa exata de sua condição. Com base em seus resultados, que irá fornecer um esboço de um tratamento individual, que pode incluir medicamentos anti-bacterianos, supositórios vaginal, medidas de higiene.

Obs: Um banho quente com água limpa e sabão, pode ajudar com os sintomas incômodos do fluxo de corrimento vaginal, se não for causada por uma infecção ou doença.

Como eu Posso Prevenir: A Candidíase e a Vaginose, por não serem doenças sexualmente transmissíveis, podem ser evitadas com medidas simples como.

  • hábitos de higiene corretos.
  • dormir sem calcinha.
  • usar calcinha de algodão.

dar preferência às roupas mais soltas e leves de modo a proporcionar uma boa ventilação, evitando assim, o aumento do calor e da umidade local na genitália.
Já a Tricomoníase, como é uma DST, pode ser evitada com uso de preservativo nas relações sexuais.

Este artigo foi útil?
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie este post)
Loading...

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie este post)
Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.