Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Sintomas

Palpitação Cárdica – Causas, Sintomas e Tratamentos

Palpitação Cárdica – Causas, Sintomas e Tratamentos que todos devem saber. Além disso, a Palpitação Cárdica é a sensação de que seu coração pulou uma batida ou adicionou uma batida extra. Pode parecer que o seu coração está correndo, batendo ou agitando. Você pode se tornar excessivamente consciente de seus batimentos cardíacos. Essa sensação também pode ser sentida no pescoço, garganta ou tórax. Também é possível que seu ritmo cardíaco possa mudar durante as palpitações. A maioria das Palpitações Cárdicas é inofensiva e resolve por conta própria sem tratamento. Mas em casos raros, as Palpitações Cárdicas podem indicar uma condição grave.

Causas de Palpitação Cárdica: A ansiedade, o facto de não dormir o suficiente, determinada medicação ou a cafeína podem originar de Palpitação Cárdica, assim como a nicotina ou o exercício físico demasiado intensivo. Doenças cardíacas, da tiroide ou outras também poderão estar na origem deste problema.

Sintomas de Palpitação Cárdica: Sintomas de Palpitação Cárdica são causados por arritmias cardíacas. Arritmias, ou ritmo cardíaco irregular, pode fazer o coração bater muito rápido ou muito lento. Todos podem experimentar uma arritmia em algum momento da vida. Muitas vezes, as pessoas podem sentir batimentos cardíacos irregulares e descrevem a sensação de uma vibração no peito. Na maioria dos casos, arritmias cardíacas ou Palpitações não causam problemas graves; no entanto, um médico deve avaliar arritmias recorrentes, como elas podem indicar uma condição mais grave.

Palpitações: As pessoas frequentemente descrevem um coração rápido e com batidas fortes na parte superior do peito ou garganta como uma vibração. Prestadores de cuidados de saúde se referem a estes sintomas como Palpitação Cárdica. A Palpitações frequentemente geram sentimentos de ansiedade em pessoas que experimentam esse sintoma. E Estresse, esforço e estimulantes como a cafeína podem provocar Palpitação Cárdica.

Excesso de Estresse: O excesso de estresse é a causa mais comum de Palpitações Cárdicas e acontece porque, em situações de estresse, nervosismo ou ansiedade, o organismo libera adrenalina, um hormônio que aumenta a frequência cardíaca, tornando mais fácil sentir os batimentos do coração.

Tontura: Um batimento cardíaco muito rápido irregular ou Palpitação Cárdica provoca a diminuição na pressão arterial de uma pessoa. Se a arritmia se passa muito tempo suficiente, o paciente pode ter tontura, ou pode até mesmo desmaiar. Pacientes que sofrem de vertigem com a Palpitação Cárdica devem procurar cuidados médicos.

Dor no Peito: Às vezes, uma vibração do coração provoca dor no peito. Isso é particularmente verdadeiro se o paciente tem uma história de doença arterial coronariana e experimenta uma pressão arterial baixa devido a arritmia. A pressão arterial baixa diminui o fluxo de sangue ao músculo cardíaco, que provoca dor no peito. A American Heart Association enfatiza que pacientes com Palpitação Cárdica que experimentam dor no peito precisam de atenção médica.

Falta de Ar: Por várias razões, a Palpitação Cárdica pode causar sentimentos de falta de ar. Pacientes, que experimentam uma vibração do coração podem ficar ansiosos, o que provoca sentimentos de falta de ar. Tosse frequente induzida pela arritmia pode levar a falta de ar. Uma arritmia que causa um acúmulo de fluido no coração e pulmões cria sintomas de falta de ar. Um médico deve avaliar uma vibração do coração com falta de ar.

Tratamento de Palpitação Cárdica: A melhor forma para tratar a Palpitação Cárdica é tentar perceber o que está causando o seu surgimento e, dessa forma, evitar que continuem. Porém, quando não é possível descobrir a causa deve-se:

  • Deitar e tentar relaxar, colocando uma música relaxante ou fazendo aromaterapia;
  • Respirar fundo lentamente, inspirando pelo nariz e expirando pela boca;
  • Evitar beber café ou chás com cafeína, assim como, fumar, mesmo que em outras situações possam aliviar o estresse.

Quando as Palpitações surgem alguns minutos após tomar um remédio ou caso surjam após começar a tomar um medicamento novo, além destas dicas, é importante consultar o médico que prescreveu o remédio para substituir por outro medicamento que não cause este tipo de sintomas.

No caso de Palpitação Cárdica demorarem mais de 1 hora para desaparecerem ou se forem acompanhadas de outros sintomas como falta de ar, sensação de aperto no peito, sensação de desmaio ou tonturas, é recomendado ir ao pronto-socorro ou consultar um cardiologista para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado.

Prevenção de Palpitação Cárdica: Se o seu médico lhe disser que o tratamento não é necessário, você pode seguir estas etapas para diminuir a chance de obter Palpitação Cárdica:

  • Tente identificar seus disparadores para que você possa evitá-los. Você pode fazer isso mantendo um registro de suas atividades, bem como os alimentos e bebidas que você come e observando quando você recebe Palpitações.
  • Se você está ansioso ou estressado, experimente exercícios de relaxamento, respiração profunda, Yoga ou tai chi.
  • Limite ou pare a ingestão de cafeína.
  • Não fume ou use produtos de tabaco.
  • Se a medicação estiver causando Palpitação Cárdica, pergunte ao seu médico se há alternativas.
  • Exercite-se regularmente.
  • Fique em uma dieta saudável .
  • Tente manter a pressão arterial e os níveis de colesterol sob controle.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.