Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Os 4 Principais Tratamentos Para Lepra


Os 4 Principais Tratamentos Para Lepra são muito importantes para a erradicação da Lepra. Além disso, a Lepra também é conhecida como hanseníase, na verdade é o termo mais utilizado para a doença atualmente. Aliás, também são usados outros dois nomes: mal de Hansen ou mal de Lázaro. Trata-se de uma doença infecciosa, causada por uma bactéria que leva o nome de Mycobacterium leprae ou bacilo de Hansen, nome dado em homenagem a seu descobridor.

Tipos de Lepra: A Lepra, pode ser apresentada principalmente das seguintes formas:

  • Tuberculóide: Nesse caso, o paciente não é gravemente afetado. Ele possui resposta imune parcial ao bacilo e os sintomas não são tão agressivos.
  • Indeterminada: Pouquíssimas lesões são apresentadas, ou até mesmo uma única, raramente evolui para casos mais graves.
  • Lepromatosa: É mais grave que as anteriores, o paciente apresenta diversas lesões na pele e é mais fácil de detectar a bactéria.

Não esqueça: Em todos os casos da Lepra/Hanseníase o tratamento deve ser buscado. Qualquer alteração na saúde ou ao notar algo de estranho na pele, procure um médico. A prevenção e os tratamentos logo no início são essenciais.

Lepra na Gravidez: Como a gestação diminui a imunidade das mulheres, por vezes, é durante a gravidez que surjem os primeiros sinais de Lepra. O tratamento da Lepra na gravidez pode ser feito com os mesmos antibióticos porque eles não prejudicam o bebê e também podem ser usados durante a amamentação. O recém-nascido pode apresentar a pele um pouco mais escura nos primeiros dias de vida, mas o tom de pele tendo a clarear naturalmente.

Causas da Lepra: A Lepra é causada pelo bacilo Mycobacterium leprae, um parasita intracelular que tem uma afinidade especial pelas células da pele e células nervosas. Os pacientes infectados eliminam os bacilos através das secreções nasais, gotículas da fala, da tosse ou do espirro. Os pacientes já tratados e que receberam alta não transmitem mais o bacilo e aqueles em tratamento regular já não o fazem desde as primeiras doses da medicação. Embora transmissível, a Lepra não é uma doença de alta contagiosidade.

Sintomas da Lepra: Os sintomas da Lepra incluem:- Sensação de formigamento, fisgadas ou dormência nas extremidades; manchas brancas ou avermelhadas, geralmente com perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e tato; áreas da pele aparentemente normais que têm alteração da sensibilidade e da secreção de suor; caroços e placas em qualquer local do corpo; diminuição da força muscular (dificuldade para segurar objetos).

Principais Tratamentos Para Lepra:

Como Cuidar das Mãos Feridas: Quando a mão é afetada deve-se mantê-la de molho numa bacia com água morna durante 10 a 15 minutos e secar a seguir com uma toalha macia. Aplicar hidratante, vaselina ou óleo mineral para hidratar e verificar se existem outras lesões ou feridas diariamente

Exercícios de alongamento e fortalecimento podem ser indicados para melhorar a movimentação das mãos e dos braços. Quando há perda da sensibilidade das mãos, pode ser útil mantê-las enfaixadas ou usar luvas para proteger a pele de possíveis queimaduras, ao cozinhar, por exemplo.

Como Cuidar dos Pés Feridos: A pessoa com Lepra que não tem sensibilidade nos pés precisa observa-los diariamente para verificar se existe alguma nova lesão ou comprometimento. Também é recomendado:

  • Usar sapato fechado para proteger os pés de possíveis tropeços que podem ser muito graves, e que podem levar até mesmo à amputação de dedos ou de partes do pé;
  • Usar 2 pares de meias para proteger bem o pé.

Além disso, deve-se lavar diariamente os pés com água e sabão e aplicar creme hidratante na pele. O corte das unhas e a eliminação de calos deverá ser realizada por um podologista.

Como Cuidar do Nariz: As complicações que podem acontecer no nariz envolvem ressecamento da pele, coriza com ou sem sangue, crostas e úlceras. Assim, é recomendado pingar soro fisiológico nas narinas para mantê-las limpas e desobstruídas.

Como Cuidar do Olhos: As complicações nos olhos podem ser ressecamento dos olhos, falta de força na pálpebra, sendo difícil fechar os olhos. Assim, é recomendado colírio ou lágrima artificial. Também pode ajudar usar óculos escuros durante o dia e venda nos olhos para dormir.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.