Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

As 7 Formas de Transmissão da Tuberculose

As 7 Formas de Transmissão da Tuberculose podem ser evitadas, o que pode ser um fator decisivo para o tratamento da Tuberculose. Além disso, a Tuberculose (TB) (do francês Tuberculose) – chamada antigamente de “peste cinzenta”, e conhecida também em português como tísica pulmonar ou “doença do peito” – é uma das doenças infecciosas documentadas desde mais longa data e que continua a afligir a Humanidade nos dias atuais.

É causada no homem e em outros animais por diferentes espécies do gênero Mycobacterium. A espécie que mais transmite ao homem é o Mycobacterium tuberculosis, também conhecido como bacilo de koch, embora outras espécies também possam o fazer, como Mycobacterium bovis e Mycobacterium avium. Estima-se que a bactéria causadora tenha evoluído há 50 000 anos, a partir de outras bactérias do gênero Mycobacterium.

A Tuberculose é considerada uma doença socialmente determinada, pois sua ocorrência está diretamente associada à forma como se organizam os processos de produção e de reprodução social, assim como à implementação de políticas de controle da doença. Os processos de produção e reprodução estão diretamente relacionados ao modo de viver e o trabalho do indivíduo.

Qual a Causa da Tuberculose: A Tuberculose é causada por bactérias que integram o complexo Mycobacterium tuberculosis.

Sinais e Sintomas de Tuberculose: Neste artigo vamos abordar os mais comuns sinais e sintomas da Tuberculose pulmonar e da Tuberculose extrapulmonar. Como a forma pulmonar é a mais habitual, daremos ênfase aos seus sintomas.

  • Febre.
  • Tosse.
  • Expectoração com sangue.
  • Falta de ar e cansaço.
  • Dor torácica.
  • Perda de peso.
  • Linfonodos aumentados.
  • Dor óssea.
  • Sangue na urina.

Formas de Transmissão da Tuberculose: A transmissão da Tuberculose se dá pelo ar, de pessoa para pessoa através da inspiração de gotículas infectadas liberadas através da tosse, espirro ou fala. O indivíduo só pode transmitir a Tuberculose se ele desenvolver uma Tuberculose pulmonar e ele deixa de transmitir a doença após 15 dias de tratamento. Indivíduos mais propensos a sofrer de Tuberculose são os que se enquadram nas seguintes condições:

  • Portadores do HIV.
  • Diabéticos.
  • Insuficientes renais crônicos.
  • Desnutridos.
  • Idosos.
  • Usuários de drogas.
  • Fumantes.

A prevenção das formas mais graves da Tuberculose pode ser feita com a tomada da vacina BCG ainda na infância. Além disso recomenda-se evitar locais fechados, mal ventilados e com pouca ou nenhuma exposição solar, mas é essencial manter-se afastado dos indivíduos diagnosticados com Tuberculose.

Prevenção da Tuberculose: Para prevenir a Tuberculose é necessário imunizar as crianças com a vacina BCG. Crianças soropositivas ou recém-nascidas que apresentam sinais ou sintomas de Aids não devem receber a vacina. A prevenção da Tuberculose inclui evitar aglomerações, especialmente em ambientes fechados, e não utilizar objetos de pessoas contaminadas.

Tratamento da Tuberculose: O tratamento é feito à base de antibióticos, com duração de aproximadamente seis meses. É imprescindível que este não seja interrompido – fato que pode ocorrer, principalmente, devido aos efeitos colaterais, tais como enjoos, vômitos, indisposição e mal-estar geral. As medicações são distribuídas gratuitamente pelo sistema de saúde, através de seus postos municipais de atendimento.

A vacina BCG é utilizada na prevenção da Tuberculose e deve ser administrada em todos os recém-nascidos. Melhoras nas condições de vida da população, além de tratamento e orientação aos enfermos são formas de evitar sua contaminação em maior escala.

Recomendações Para a Tuberculose: Não suspenda o uso da medicação antes do prazo previsto. Se você começar a tomar os remédios e parar no meio do caminho, com certeza irá selecionar uma colônia de bactérias resistentes aos medicamentos e ficará mais difícil ser curado;

  • Lembre-se de que desnutrição, alcoolismo, uso de drogas ilícitas e de medicação imunossupressora aumentam o risco de contrair a doença;
  • Familiares e pessoas próximas aos infectados devem manter certos cuidados básicos como forma de afastar o risco de contágio durante a fase inicial da doença;
  • Portadores do vírus HIV e de doenças como diabetes, por exemplo, podem desenvolver formas graves de Tuberculose. Por isso, devem manter-se sob constante observação médica;
  • Leve seu filho para tomar a vacina BCG contra a Tuberculose. Se não foi vacinado, aos cinco anos, deve fazer o teste de Mantoux, ou PPD. Caso não apresente reação, deve ser vacinado em qualquer faixa de idade.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.