Doenças Respiratórias

Gripe H5N1: 12 sinais da gripe, como é transmitido e o que fazer

sinais da gripe h5n1

A gripe H5N1 ou gripe aviária é uma doença contagiosa causada por vírus que normalmente infectam apenas aves, e com menos frequentemente em suínos.

Além disso, o vírus da gripe H5N1 são altamente específicos, mas, em raras ocasiões, cruzaram barreiras específicas para infectar pessoas.

gripe h5n1
gripe h5n1

No entanto, o H5N1 é o vírus causador da gripe aviária, é um tipo de vírus Influenza, o responsável pela gripe comum.

A persistência da disseminação do H5N1 em populações de aves de criatório contribui para dois riscos principais à saúde humana.

Além disso, o primeiro é o risco direto de infecção quando os vírus passam das aves de criatório para as pessoas, resultando em uma doença muito grave.

A H5N1 causou o maior número de casos da doença grave e óbitos em humanos, no surto atual, mais da metade das pessoas infectadas morreram. [1]http://www2.adagro.pe.gov.br/web/adagro/influenza-aviaria

A gripe H5N1 é uma infecção aguda do sistema respiratório, provocado pelo vírus da influenza, com grande potencial de transmissão sendo responsável por elevadas taxas de hospitalização.

A influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias.

Além disso, os vírus do tipo A são encontrados em várias espécies de animais, além dos seres humanos, tais como suínos, cavalos, mamíferos marinhos e aves.

Contudo, entre os subtipos de vírus influenza A, atualmente os subtipos H1N1 e H3N2 que circulam de maneira sazonal e infectam humanos.

Já alguns vírus influenza A de origem animal também podem infectar humanos causando doença grave, como os vírus H5N1, H7N9, H10N8, H3N2v, H1N2v e outros. [2]https://www.saude.mg.gov.br/gripe

Sinais da gripe H5N1:

sinais da gripe h5n1
sinais da gripe h5n1

Os sinais e sintomas comuns da gripe H5N1 incluem:

  1. Dificuldade de respirar;
  2. Conjuntivite;
  3. Dores musculares;
  4. Calafrios e suores;
  5. Febre;
  6. Dor de cabeça;
  7. Tosse seca persistente;
  8. Fadiga e fraqueza;
  9. Dor no corpo;
  10. Congestão nasal;
  11. Perda de olfato e do paladar;
  12. Dor de garganta.

Adultos O quadro clínico em adultos que não possui problemas de saúde pode variar de intensidade.

Crianças – Em crianças as temperatura pode atingir níveis mais altos, sendo comum o achado de aumento dos linfonodos cervicais e também podem fazer parte os quadros de bronquite ou bronquiolite, além de sintomas gastrointestinais.

Idosos – Por outro lado em idosos quase sempre se apresentam febre, às vezes, sem outros sintomas, mas em geral, a temperatura não atinge níveis tão altos. [3]https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/g/gripe-influenza

Como é transmitido a gripe H5N1:

como e transmitido a gripe h5n1
como e transmitido a gripe h5n1

A transmissão da gripe H5N1 ocorre através das secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao falar, espirrar ou tossir.

Contudo, a transmissão também pode ocorrer por meio das mãos, que após contato com superfícies contaminadas, a pessoa coloca as mão infectadas diretamente na boca, nariz e olhos.

Além disso, o período de transmissibilidade em humanos geralmente se inicia 24 horas antes do início dos sintomas e dura até 5 a 10 dias após o surgimento dos sintomas.

Por outro lado, em crianças esse período dura em média 10 dias e em pacientes imunossuprimidos, por mais tempo. [4]https://saude.campinas.sp.gov.br/doencas/influenza_a/influenza_a.htm

O que fazer em caso de epidemia de H5N1 em criações de aves:

o que fazer em caso de epidemia de gripe h5n1 em criacoes de aves
o que fazer em caso de epidemia de gripe h5n1 em criações de aves

Caso ocorrer uma epidemia de gripe H5N1 em criações de aves, as medidas adotadas pelo serviço oficial são as seguintes:

Quarentena de todos os animais contaminados, eliminar de todos os animais contaminados ou expostos à contaminação, fazer monitoramento rigoroso do transporte entre fazendas.

Além disso, é importante também a vacinação de todas as pessoas que estiveram em contato com as aves.

Uso de equipamentos de proteção e de profilaxia antiviral por todas as pessoas envolvidas no abate das aves.

Referências:

Referências:
1http://www2.adagro.pe.gov.br/web/adagro/influenza-aviaria
2https://www.saude.mg.gov.br/gripe
3https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/g/gripe-influenza
4https://saude.campinas.sp.gov.br/doencas/influenza_a/influenza_a.htm

Deixe um comentário