Doenças e Tratamentos

Queilite – Causas, Sintomas e Tratamentos!

Queilite – Causas, Sintomas e Tratamentos que devemos conhecer. Além disso, a Queilite (ou queilites) são processos inflamatórios dos lábios provocados por diversos fatores. Estão excluídos da designação de Queilite aqueles processos que são concomitantes e devidos a condições sistêmicas como, por exemplo, líquen plano, lúpus eritematoso, pênfigos e sífilis.

Queilite

Ela pode se apresentar como descamação, erosão ou inchaço nos lábios. Os vários tipos de Queilite são a actínica, a glandular, a de contato, a angular, entre outras. A Queilite angular é a condição mais comum entre as diversas formas de Queilite, localizada na comissura bucal (canto da boca). Normalmente, é aquela pequena fissura no ângulo de encontro dos lábios superior e inferior que dificulta abrir a boca e que se a abrirmos um pouco mais sangra e arde.

Causas da Queilite: É um processo inflamatório dos lábios provocado por diversos fatores, confira algumas das causas da Queilite:

Queilite Actínica: É causada por uma exposição contínua ao sol, podendo evoluir para o câncer. É mais comum em homens brancos, acima de 40 anos, sendo causada por uma exposição contínua ao sol, podendo evoluir para o câncer.

Queilite Glandular: Pode ser obtida por causas genéticas, emocionais e acompanhar doença periodontal.

Queilite de Contato: Surge devido as substâncias que entram em contato com os lábios como pastas dentais, maquiagens, batom, alimentos e instrumentos musicais de sopro ou outros objetos levados à boca de maneira compulsiva.

Queilite Angular ou Boqueira: Pode ser causada por bactérias, fungos, constituição genética alérgica, alterações nutricionais e outros fatores. Este tipo de Queilite pode ter o acúmulo de saliva no canto da boca como o principal fator desencadeante, facilitando a contaminação da ferida.

Entre os fatores de risco, pode-se citar: envelhecimento, ausência de dentes, uso de aparelhos odontológicos, uso de dentaduras mal adaptadas, candidíase oral, alergia a produtos dentários e má higiene oral. Ela é frequente em pessoas com dentaduras mal ajustadas.

Sintomas: Independente de qual forma o paciente possuir, todas implicam em lesões nos lábios, porém, cada uma delas tem particularidades próprias.

Queilite Actínica: acomete exclusivamente o lábio inferior, a ferida se torna avermelhada e perde a delimitação com a pele. A região descama e se torna áspera e ressecada.

Queilite Angular: dor e ardência local, inchaço, vermelhidão, descamação e rachaduras locais que se estendem para a pele.

Queilite de Contato: acontece, geralmente, em toda a extensão labial. Forma pequenas bolhas cheias de líquido.

Como Prevenir: As medidas preventivas incluem a aplicação de protetores solares labiais, a supressão do hábito de colocar objetos na boca e de morder ou lamber os lábios, cuidar da limpeza e desinfecção das próteses dentárias.

Na Queilite angular, há necessidade de eliminar os fatores desencadeantes da manifestação, o que pode exigir o combate ao agente infeccioso com antimicrobianos tópicos, a adequação da prótese dentária, o tratamento da deficiência nutritiva com suplementos e a correção do problema mecânico.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário