Remédios Caseiros

5 primeiros socorros para melhorar queimaduras!

primeiros socorros para melhorar queimaduras

Os primeiros socorros para melhorar queimaduras funcionam, pois, são os primeiros passos que você pode da para amenizar a dor e queimação. Desta forma, eles são aplicados ou solicitados em uma situação de emergência ou que colocam um sujeito em risco.

Por exemplo, em caso de acidente ou se o paciente desenvolveu um distúrbio espontaneamente. Além disso, as medidas são geralmente realizadas no mesmo local e podem salvar a vida da pessoa em perigo. Eles também precedem métodos mais complexos que o equipamento médico realiza em um centro especializado, como um hospital.

primeiros socorros para melhorar queimaduras
primeiros socorros para melhorar queimaduras

O que são queimaduras?

Atualmente, as queimaduras são lesões freqüentes tanto em casa como no trabalho . De acordo com suas características variam entre lesões ou ferimentos leves e que colocam em risco a vida do paciente. Por outro lado, é uma alteração na pele que pode ser produzida por vários agentes perigosos. Por exemplo, entre eles podemos incluir temperaturas extremas (quentes e frias).

Além disso, a exposição contínua à radiação solar, contato com produtos químicos ou correntes elétricas também podem causar queimaduras. Nossa pele é uma camada que protege nosso corpo do ambiente externo. No entanto, ao exceder seus limites, diferentes tipos de lesões aparecem dependendo da situação do sujeito.

Quais são os tipos de queimaduras?

Dependendo da localização e profundidade das queimaduras, podemos diferenciar os diferentes tipos de queimaduras . Desta forma podemos encontrar:

Primeiro grau:

A pele fica vermelha na área exposta ao agente problemático. Além disso, a ferida afeta apenas a camada mais externa da pele , isto é, a epiderme. Como regra geral, a dor é leve e um exemplo é uma queimadura clássica no verão. Nenhuma bolha se desenvolve na área, mas um leve inchaço pode aparecer na área. Geralmente o paciente não apresenta cicatrizes ou sequelas a longo prazo.

Segundo grau:

Nesse caso, a alteração afeta tanto a epiderme quanto a derme, uma camada mais profunda da pele. Também a coloração muda, pode aparecer com tons avermelhados, esbranquiçados ou manchados. A dor pode se tornar intensa e a inflamação no tecido queimado normalmente se desenvolve.

Geralmente, uma série de bolhas se desenvolve na ferida . É um mecanismo de defesa natural do nosso corpo. Desta forma, as bolhas protegem o nosso corpo de infecções e o fluido interno ajuda a curar e regenerar o tecido danificado. Se as queimaduras são graves, é possível que o sujeito apresente cicatrizes pelo resto de sua vida.

Terceiro grau:

Finalmente, este é o tipo mais grave das queimaduras possível. O tecido pode aparecer esbranquiçado ou preto. Isso ocorre porque o dano se estende até as camadas mais profundas da pele. Atinge até a hipoderme ou tecido subcutâneo, consistindo principalmente de gordura.

Como as terminações nervosas também são destruídas, o paciente não sente nenhum desconforto. Além disso, a ferida tem uma aparência bronzeada e há dormência na área.

Quais são os primeiros socorros para queimadura?

Em qualquer caso, a equipe médica deve considerar tanto o grau e a extensão quanto a localização das queimaduras para tratá-la corretamente no hospital. No entanto, é possível realizar os primeiros socorros para acalmar o sujeito em caso de acidente. Desta forma, devemos:

  • Termine a causa do acidente ou afaste o paciente dele. Por exemplo, de uma fonte de calor, correntes elétricas, etc.
  • Verifique se o paciente respira e preste atenção aos sinais de choque e identifique outros possíveis ferimentos mais graves.
  • Aplique água fria na área queimada por alguns minutos para diminuir a temperatura da ferida. Anteriormente, o paciente deveria ser separado da roupa perto da área problemática.
  • Coloque suavemente gaze molhada sobre as queimaduras.
  • Estenda hidratantes ou aloe vera.

Em nenhum caso, devemos:

  • Remova as roupas presas na pele do paciente.
  • Administrar medicação, álcool, etc.
  • Resfriar a área queimada por muito tempo, pois ela pode causar hipotermia no paciente.

Graduada em jornalismo com especialização em Marketing social na UFMG Universidade Federal de Minas Gerais, escreve artigos com conteúdos sobre beleza, saúde e bem estar com noções de SEO e tem a dinâmica e versatilidade na elaboração de artigos.

Deixe um comentário