Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dieta e Nutrição

Picolinato de Cromo – Emagrece? Para Que Serve? Benefícios!

Picolinato de Cromo – Emagrece? Para Que Serve? Benefícios que muitos ainda não conhecem. Além disso, o Picolinato de Cromo é um suplemento nutricional muito indicado para o tratamento de diabetes, mas também poderoso para quem quer conquistar aumento da massa muscular mais rápido, principalmente para quem já pratica algum tipo de atividade física. A função dessa substância no organismo é o de potencializar os efeitos da insulina, o que tem como consequência a sensação de saciedade e diminuição do apetite por coisas doces.

Picolinato de Cromo EmagrecePara os pacientes que têm diabetes a importância do uso de Picolinato de Cromo é que o mineral é essencial para que o organismo utilize a insulina de forma correta. Em diabéticos esse mecanismos fica comprometido.

Picolinato de Cromo Emagrece?

Sim, o Picolinato de Cromo emagrece graças à consequência simples de transmitir sensação de saciedade e diminuir o apetite em relação às coisas doces. É possível afirmar também que a própria insulina atua no metabolismo das gorduras, carboidratos e proteínas, fazendo com que haja um emagrecimento, principalmente quando a pessoa adota um cardápio saudável e uma prática regular de exercícios físicos.

O Picolinato de Cromo trará resultados positivos para a perda de peso, pois irá controlar mais facilmente a dieta, eliminando a gordura corporal que você tem em excesso.

Benefícios do Picolinato de Cromo:

O Picolinato de Cromo é promovido na sociedade como um suplemento milagroso capaz de trazer inúmeros benefícios, como ajudar a combater as diabetes, obesidade e a construir massa muscular.

A verdade é que o Cromo é um importante mineral e cheio de benefícios, o qual ajuda a processar carboidratos e gorduras, além de otimizar o papel da insulina, como vimos anteriormente. Além de diminuir o apetite, aumentar a energia e a força.

Como Tomar o Picolinato de Cromo:

O uso deve ser feito de acordo com a indicação do médico ou nutricionista mas geralmente consiste na toma de 1 cápsula por dia até 1 hora antes do almoço e outra antes do jantar.

Recomenda-se que a dose esteja entre 50 a 300 mcg de Picolinato de Cromo elementar por dia, mas para atletas, para combater a obesidade ou baixar o colesterol e os triglicerídeos pode ser indicado aumentar a dose entre 100 e 600 mcg diários durante 6 semanas.

Cada pessoa precisa de no mínimo 30 mcg de Cromo por dia, o que pode ser facilmente conseguido através da alimentação, mas essa dose pode ser aumentada até 600 mcg,

A dica é não exagerar no consumo, pois isso poderá desencadear diversos efeitos colaterais severos.

Picolinato de CromoAlimentos Ricos em Picolinato de Cromo:

Algumas pessoas, para evitar o consumo das cápsulas, preferem incluir na alimentação a forma natural desse mineral. No entanto cabe ressaltar que o Picolinato de Cromo, por ser mais absorvido tem uma ação mais rápida e eficaz no corpo.

O Cromo in natura pode ser encontrado em alimentos como:

A sua associação com o Picolinato para a fabricação do suplemento acontece porque dessa forma o organismo consegue absorver o mineral com mais facilidade. Por outro lado, é importante ter o acompanhamento de um nutricionista para que não ocorra um consumo exagerado de cromo, o que pode levar a um desequilíbrio do organismo.

Efeitos Colaterais:

O Picolinato de Cromo, infelizmente conta com alguns efeitos colaterais, principalmente se o mineral (Cromo) estiver em excesso no organismo, nesse caso ele pode ser considerado como nocivo. Veja quais são os malefícios que podem surgir ao ingerir esse tipo de suplementação:

Em casos mais graves, a pessoa ainda pode sofrer com danos hepáticos, anemia profunda e insuficiência renal, por conta da concentração exagerada que sobrecarrega os órgãos.

Contraindicações:

Não é todo mundo que consegue desfrutar da possibilidade de perder peso com o Picolinato de Cromo. Na lista de contraindicações estão grávidas, lactantes, idosos e crianças. Nessas pessoas há possibilidade de prejuízos perigosos aos rins e fígado, além da possibilidade de desenvolvimento de anemia.

Redução de gordura para essas pessoas deve ser feito por meio de fórmulas naturais, tais como exercícios físicos, aeróbicos, controle do estresse e ansiedade.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.