Dicas de Saúde Doenças

Os Sintomas da Dermatite de Contato

Os Sintomas da Dermatite de Contato

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Dicas de Saúde

Os Sintomas da Dermatite de Contato
4.8 (96.07%) 234 voto[s]

Os Sintomas da Dermatite de Contato são diversos, pois a dermatite de contato é uma reação inflamatória que ocorre na pele devido à exposição a um componente que causa irritação ou alergia. Alem disso, erupção cutânea, coceira, vermelhidão e descamação são sintomas comuns, mas não é contagiosa ou oferece risco de vida. Pode aparecer logo na primeira vez em que entramos em contato com o componente; ou após algum tempo de contato.

Sintomas da Dermatite de ContatoO fato de ser agudo ou crônico se dá pelo tempo de duração da doença: mais de seis semanas é agudo e menos de seis semanas, crônico. Se um primeiro contato já der lesão é a dermatite de contato por irritante primário; quando precisa de mais de uma exposição, é chamado dermatite de contato alérgica.

A dermatite pode se manifestar em qualquer parte do corpo e é muito comum em crianças pequenas, que possuem a pele mais sensível e é mais suscetível aos ácaros. Já no caso de adultos, o mais comum é uma reação alérgica a um determinado elemento, como alergia a bijuterias, por exemplo. A dermatite de contato não se pega, pois ela não é contagiosa. Trata-se de uma reação alérgica do indivíduo.

A causa da dermatite de contato é uma reação do corpo à substância que causa alergia. Essa reação pode ocorrer quando o indivíduo entra em contato com:

  • perfume, sabonetes.
  • aditivos, conservantes ou corantes alimentares.
  • ácaros, pelos de gato.
  • detergentes e outros produtos de limpeza.
  • borracha, níquel das bijuterias.
  • algumas plantas, como hera, carvalho venenosa ou sumagre venenoso.
  • solventes, tintas, medicamentos como anti-inflamatórios ou antibióticos em forma de creme ou pomada.

A dermatite de contato pode ser desencadeada quando o indivíduo entra em contato com a substância nociva, que pode ser um lençol ou um colchão cheio de ácaros, por exemplo.

A dermatite de contato tem cura e, para alcançá-la, deve-se seguir o tratamento proposto pelo médico e evitar o contato com a substância irritante. Frequentemente, o indivíduo que tenha alergia a algum componente não poderá ter o contato com o este durante toda a vida.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.