Os Primeiros Sintomas do HIV e SIDA (AIDS) que Você não Deve Ignorar!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Saúde

Os Primeiros Sintomas do HIV e SIDA (AIDS) que Você não Deve Ignorar. Além disso, os sintomas do HIV são muito difíceis de identificar, então a melhor maneira de confirmar se você está infectado com o vírus é através de um teste de HIV que pode ser feito em uma clínica ou centro de saúde.

Primeiros Sintomas do HIV e SIDA
Primeiros Sintomas do HIV e SIDA

Se você teve algum tipo de comportamento de risco, especialmente se teve relações sexuais desprotegidas ou agulhas compartilhadas, por exemplo, recomendamos que faça o teste. Em algumas pessoas, os primeiros sinais e sintomas aparecem algumas semanas depois de se infectarem com o vírus e são semelhantes aos da gripe, e podem desaparecer espontaneamente.

No entanto, mesmo que os sintomas tenham desaparecido, isso não significa que o vírus tenha sido eliminado, ele apenas permanece dormente no corpo. Portanto, é importante que você faça um teste de HIV depois de ter um comportamento de risco, para que o vírus seja identificado e, se necessário, iniciado o tratamento.

Primeiros Sintomas da Infecção pelo HIV:

Os primeiros sinais de infecção pelo HIV podem aparecer cerca de 2 semanas após o contato com o vírus e podem ser semelhantes aos sintomas de uma gripe. Esses sintomas podem incluir:

No entanto, em algumas pessoas, a infecção pelo HIV não causa nenhum sinal ou sintoma, e essa fase assintomática pode durar até 10 anos. O fato de não haver sinais ou sintomas não significa que o vírus tenha sido eliminado do corpo, mas que o vírus esteja se multiplicando silenciosamente, afetando o funcionamento do sistema imunológico e, subsequentemente, a AIDS surgirá.

Idealmente, o HIV deve ser diagnosticado durante esta fase, antes de se tornar AIDS, porque neste momento o vírus tem uma baixa concentração no corpo, sendo mais fácil de controlar com medicação. Além disso, o diagnóstico precoce também impede que o vírus se espalhe para outras pessoas, porque, a partir do momento em que uma pessoa tem o vírus, ele não deve mais ter relações sexuais sem o uso de preservativo.

Primeiros Sintomas do HIV e SIDA
Primeiros Sintomas do HIV e SIDA

Principais Sintomas da AIDS:

Após cerca de 10 anos sem causar nenhum tipo de sintoma, o HIV pode causar uma síndrome conhecida como AIDS, que é caracterizada por um grande enfraquecimento do sistema imunológico. Quando isso acontece, os sintomas se repetem e incluem:

  • Febre alta constante;
  • Suores nocturnos frequentes;
  • Manchas vermelhas na pele, chamadas Sarcoma de Kaposi;
  • Dificuldade ao respirar;
  • Tosse persistente;
  • Manchas brancas na língua e boca;
  • Feridas na área genital;
  • Perda de peso;
  • Problemas de memória.

Nesta fase, também é comum que uma pessoa tenha infecções frequentes, como amigdalite, candidíase e até mesmo pneumonia, por isso o médico pode suspeitar de um diagnóstico de HIV, quando essas infecções são recorrentes.

Quando a AIDS se desenvolve, é muito mais difícil controlar com medicação e, portanto, muitos pacientes com esta síndrome acabam precisando de hospitalização para evitar novas infecções e tratar as infecções que têm.

Sarcoma de Kaposi
Manchas do sarcoma de Kaposi podem indicar AIDS

Como Tratar a AIDS:

O tratamento da AIDS é feito com um coquetel de medicação fornecido gratuitamente pelo governo, que pode incluir os seguintes remédios: etravirina, tipranavir, nevirapina, delavirdina, efavirenz, além de outros que podem ser combinados de acordo com o protocolo do departamento de saúde.

Eles combatem o vírus e aumentam a quantidade e a qualidade das células de defesa do sistema imunológico. Mas para que eles tenham o efeito desejado, é importante seguir as orientações do médico e usar preservativos em todos os relacionamentos para evitar contaminar os outros e ajudar a controlar essa pandemia.

O uso do preservativo é importante, mesmo em relações sexuais com parceiros já infectados com o vírus da AIDS. Você deve levar este alerta muito a sério, porque existem vários tipos de vírus HIV e, portanto, os parceiros podem ser infectados com uma nova cepa do vírus, dificultando o controle da doença.

O que é AIDS:

A AIDS é uma doença causada pelo vírus HIV que enfraquece o sistema imunológico, deixando o indivíduo fraco e propenso a doenças que seriam facilmente resolvidas. Depois que o vírus entra no corpo, as células de defesa tentam impedi-lo de funcionar e, quando parecem ter sucesso, o vírus muda de forma e o corpo precisa fazer com que outras células de defesa sejam capazes de impedi-lo.

Quando há uma pequena quantidade do vírus HIV no corpo e uma boa quantidade de células de defesa, o indivíduo permanece na fase assintomática da doença, que pode durar até 10 anos.

No entanto, quando a quantidade de vírus no organismo é muito maior que suas células de defesa, os sintomas da AIDS aparecem, porque o corpo se torna mais fraco e não pode mais combater doenças que normalmente seriam fáceis de resolver. Portanto, a melhor forma de tratamento para a AIDS é evitar a recontaminação com o vírus e seguir o tratamento prescrito de acordo com os protocolos existentes.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Dieta sem Carboidrato

Emagreça em Poucos Dias com a Dieta Baixa em Carboidratos!

Urina Espumosa

Urina Espumosa – Principais Causas e Tratamentos!