Os 10 Principais Sintomas do AVC que Muitos Ignoram

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Os 10 Principais Sintomas do AVC que Muitos Ignoram
4.8 (95.56%) 108 votos

Os Principais Sintomas do AVC que Muitos Ignoram fiquem atentos. Além disso, o AVC, popularmente chamado de derrame cerebral, é a sigla para acidente vascular cerebral, o termo médico usado quando uma parte do cérebro sofre infarto, geralmente devido a uma falha na circulação do sangue.

AVCO AVC também pode ser chamado de AVE (acidente vascular encefálico), uma designação mais correta, já que o encéfalo engloba não só o cérebro, mas também o cerebelo, hipotálamo e o tronco cerebral, áreas do sistema nervoso central passíveis de sofrer infarto.

O Que Causa o AVC: Alguns causadores do AVC são, a pressão alta, a alteração das gorduras e da viscosidade do sangue e a aterosclerose são perturbações, frequentemente interligadas, que podem levar a acidentes vasculares em diversas partes do corpo (coração, cérebro e outros órgãos).

As doenças mais mortíferas do século estão relacionadas ao aparelho circulatório, são as doenças cardíacas e as dos vasos provocadas pela aterosclerose. Os vasos sanguíneos que nutrem o cérebro vão ficando, com o passar do tempo, “obstruídos” por depósitos de partículas gordurosas e outros elementos sólidos, como cálcio e coágulos. Este “entupimento” diminui a quantidade de oxigênio que o cérebro deveria receber para o seu funcionamento normal. Confira as principais causas do AVC:

Estes são alguns dos chamados “fatores de risco para as doenças ateroscleróticas dos vasos”, pois se acham infimamente ligados à angina do peito, ao enfarte do miocárdio e a outros acidentes vasculares, como o “derrame” cerebral.

Sintomas: Conheça Os 10 Principais Sintomas do AVC que Muitos Ignoram:

1- Soluços Persistentes: Um dos Sintomas do AVC que Muitos Ignoram que afeta principalmente as mulheres, são soluços persistentes que são explicados pelo fato de que o acidente vascular cerebral ataca o centro respiratório no cérebro.

2- Visão Turva ou Perda de Visão: Os primeiros Sintomas do AVC que Muitos Ignoram pode causar perda de visão em um olho ou ambos os olhos. 44% das pessoas que sofrem um acidente vascular cerebral perderam sua visão antes de sofrer o ataque.

3- Paralisia Facial: A paralisia de um lado do rosto é um dos mais comuns Sintomas do AVC que Muitos Ignoram.

4- Fadiga: Uma pesquisa mostrou que, no caso de acidente vascular cerebral, as mulheres são mais propensas a sofrer de fadiga, confusão e desorientação, em comparação com os homens.

5- Tontura: A tontura é um dos principais Sintomas do AVC que Muitos Ignoram muito comum, principalmente entre as mulheres com menos de 45 anos. Para aqueles com forte tontura repentina e duradoura, é preciso que você chame um médico rapidamente.

6- Perda de Equilíbrio: Uma súbita sensação de fraqueza e perda do tônus nas pernas e braços podem ser um dos Sintomas do AVC que Muitos Ignoram. Isso pode causar perda de consciência ou paralisia. Para testar, levante os braços com as palmas para cima e tente manter por 10 segundos. Se uma mão cair, isso indica que os músculos estão enfraquecidos.

7- Distúrbios da Fala: Algumas pessoas começam a perder a noção do tempo e estão lutando para falar e expressar-se corretamente. Elas têm dificuldade em manter uma conversa e são mergulhados em confusão total.

8- Dor em um Lado da Face: A dor é um dos Sintomas do AVC que Muitos Ignoram, mas é possível sentir em todas as áreas da cabeça ou do lado da face em caso de ataque.

9- Falta de ar e Tremor: Se acidente vascular cerebral ataca o centro respiratório no cérebro, é possível respirar e sentir dificuldade em respirar. Este é o sinal de uma arritmia cardíaca causada pela falta de oxigênio.

Obs: A vida moderna, com seus hábitos nocivos à saúde, favorece o desenvolvimento desta grave doença.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *