Medicamentos

Cloridrato de Ciclobenzaprina: Para que Serve? Como Usar!

Cloridrato de Ciclobenzaprina: Para que Serve? Como usar de forma correta. Além disso, o  Cloridrato de Ciclobenzaprina é um medicamento relaxante muscular sintético, produzido por volta de 1960, com o intuito de tratar espasmos musculares que vem juntamente com dor aguda nos músculos e esqueleto, como torcicolos, fibromialgia e doenças que causam muita dor aguda, constantemente e por longos períodos, exemplo, a periartrite escapulomeral, cervicalgia e lombalgias.

Cloridrato de CiclobenzaprinaÉ amplamente recomendado que o uso da ciclobenzaprina seja feito em conjunto com outras formas e procedimentos que possam aliviar e amenizar os sintomas como, por exemplo, fisioterapia, repouso, atividade física moderada, específica para o alívio de situações associadas aos músculos, e repouso.

As dores podem ser de origem na região lombar, nos ombros e no pescoço. Bem como as dores oriundas da fibromialgia. Essa substância faz com que a contração involuntária a qual o músculo sofre, por qualquer que seja a razão, seja interrompida sem afetar a função principal do músculo ou seu funcionamento posterior. Veja Agora Cloridrato de Ciclobenzaprina: Para que Serve? Como usar:

Para que Serve Cloridrato Ciclobenzaprina:

Cloridrato de Ciclobenzaprina pode ser indicado pelo médico para combater torcicolos, e em caso de fibromiagia, lombalgia, periartrite, dor aguda de origem muscular, espasmos musculares e rigidez muscular. Esse medicamento também pode ser usado como coadjuvante para alívio dos sintomas, quando é necessário fazer fisioterapia ou ficar de repouso.

Como Usar o Cloridrato de Ciclobenzaprina:

Este medicamento é de uso oral. Este medicamento é apresentado na forma de comprimidos revestidos de 5mg e 10 mg de Cloridrato de Ciclobenzaprina (substância ativa).

Uso Adulto:

A dose usual é de 20 a 40 mg de Cloridrato de Ciclobenzaprina (substância ativa), em duas a quatro administrações ao dia (a cada 12 horas ou a cada 6 horas), por via oral.

Limite Máximo Diário:

A dose máxima diária é de 60 mg de Cloridrato de Ciclobenzaprina (substância ativa). O uso do produto por períodos superiores a duas ou três semanas, deve ser feito com o devido acompanhamento médico. Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.

Cloridrato de Ciclobenzaprina Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais mais comuns são sonolência, tontura e boca seca. No entanto, também podem surgir outros sintomas como fadiga, cefaleia, confusão, diminuição da acuidade mental, irritabilidade, nervosismo, dispepsia, dor abdominal, refluxo gastroesofágico, constipação, diarreia, náuseas, sabor desagradável na boca, visão embaçada, faringite, infecção das vias aéreas superiores e diminuição da força.

Cloridrato de Ciclobenzaprina Contraindicações:

O Cloridrato de Ciclobenzaprina não deve ser usado por mulheres grávidas ou em fase de lactação, e também em caso de problemas no coração, em fase aguda pós-infarto do miocárdio, arritmias cardíacas, bloqueios ou distúrbios de condução ou insuficiência cardíaca congestiva, hipertireoidismo, glaucoma, retenção urinária ou hipersensibilidade a qualquer produto da fórmula. Também não deve ser usado por pessoas que fazem uso de remédios inibidores da monoaminoxidase (IMAO) ou que suspenderam seu uso há menos de 14 dias.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.