Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Câncer de Ânus – Causas, Sintomas e Tratamentos

Câncer de Ânus – Causas, Sintomas e Tratamentos e tudo o que você deve saber sobre ele. Além disso, o câncer de Ânus surge de um caroço que compreende células malignas anormais e aflige a abertura do reto. Não é um tipo comum de câncer, e, portanto, muitas vezes esquecido. O câncer de ânus (ou câncer anal) é uma patologia maligna rara que afeta o intestino grosso e acomete o canal ou as bordas externas do ânus. Os tumores podem ser de diferentes tipos histológicos, mas o carcinoma epidermoide é o tipo que ocorre com maior frequência, cerca de 98% dos casos.

Os tumores do canal anal são mais frequentes em mulheres e os das bordas do ânus são mais comuns em homens e geralmente ocorrem acima dos 60 anos de idade. Além disso, os pacientes estão envergonhados de falar sobre os vários sintomas que lutam. Não confunda câncer colorretal com câncer de Ânus. Enquanto o câncer colorretal se desenvolve no cólon, afetando todo o reto, câncer de Ânus só se desenvolve na abertura do reto.

O câncer de ânus, conforme o seu desenvolvimento, pode ser dividido em 4 estágios:

Estágio 1: o câncer de ânus tem menos de 2 cm;

Estágio 2: o câncer de ânus tem mais de 2 cm, mas está localizado apenas no canal anal;

Estágio 3: o câncer de ânus tem qualquer tamanho, mas espalhou-se para os nódulos linfáticos ou para áreas próximas, como bexiga ou uretra;

Estágio 4: o câncer de ânus criou metástases para outras partes do corpo.Canc

O câncer de ânus tem cura e o seu tratamento depende do grau de desenvolvimento da doença, podendo ser feito com uma combinação de quimioterapia e radioterapia.

Sintomas de Câncer no Ânus: Alguns casos de câncer de ânus não causam sintomas. Em mais de metade dos pacientes, ocorre sangramento, que é frequentemente o primeiro sinal da doença. No início, a maioria das pessoas assume que as hemorroidas são a causa da hemorragia. As hemorroidas são veias inchadas no ânus e reto, dolorosas, que podem sangrar. Elas são uma causa benigna e muito comum de sangramento retal.

Você nunca deve ignorar nem se sentir envergonhado sobre os seguintes sintomas:

  • Coceira no ânus
  • Intestino invulgar
  • Dor no ânus
  • Sangramento anal
  • Uma área endurecida ou protuberância perto do ânus
  • Descarga estranha do ânus

Embora os cientistas ainda não descobriram a verdadeira causa do câncer de ânus, os fatores que mais contribuem para isso incluem fumar, sistema imunológico comprometido e irritação recorrente do ânus. O câncer de ânus geralmente afeta indivíduos com idade acima de 60 anos.

Descubra o câncer de Ânus em sua fase inicial. De acordo com a medicina tradicional, aqui estão os métodos mais eficientes de detecção de câncer de Ânus:

Exame Digital Retal: O médico examina a cavidade anal com os dedos para qualquer anormalidades existentes ou grumos.

Anoscopia: Fornece uma visão clara da parte interna do ânus. Um pequeno instrumento tubular conhecido como anoscópio é inserido no ânus. É feito depois que o médico detecta qualquer anormalidade durante o exame retal digital.

MRIs, PET scans, Raios-X, Tomografias, Biópsias e Ultra-sons também são utilizados no processo de detecção. No entanto, alguns dos métodos são controversos como alguns indivíduos acreditam que eles podem propagar a propagação do câncer de Ânus.

Tratamento Para Câncer de Ânus: O tratamento de câncer de Ânus (cancro anal) específico depende da fase do câncer, o tipo de câncer, e a idade e saúde geral do paciente. O câncer de Ânus é mais frequentemente tratados com uma combinação de radioterapia e quimioterapia.

Radioterapia: Usa radiação de alta energia de raios X e raios gama para matar as células cancerosas. Radiação emitida internamente é chamado de terapia de radiação interna ou braquiterapia. Às vezes aplicadores contendo compostos radioativos são colocados diretamente na lesão cancerosa (radiação intersticial). A pele na área tratada pode ficar avermelhada e seca e pode demorar até um ano para voltar ao normal. Fadiga, dores de estômago, diarreia e náuseas também são queixas comuns dos pacientes com a terapia de radiação no tratamento do câncer de Ânus.

As mulheres podem desenvolver estreitamento vaginal (estenose), causada pela radioterapia na região pélvica, o que torna as relações sexuais dolorosas, além de pode ferir o esfíncter anal e pode causar úlceras anais e estenose anal.

Quimioterapia: Usa drogas para combater o câncer matando as células cancerosas. As drogas podem ser por via oral ou por via intravenosa. Ao entrar na corrente sanguínea onde vai se propagar por todas as partes do corpo para matar células cancerosas. Geralmente a combinação de medicamentos é realizada porque é mais eficaz do que um único medicamento no tratamento do cancro. Os efeitos secundários da quimioterapia são significativos e incluem dores de estômago, vômitos, perda de apetite (anorexia), perda de cabelo (alopecia), feridas na boca, e fadiga. As mulheres podem desenvolver feridas vaginais, alterações do ciclo menstrual e menopausa precoce. Há também é uma chance maior de infecções.

A cirurgia de câncer de Ânus Pode, Ocasionalmente, Ser Empregada no Tratamento de Câncer de Ânus Avançado ou Recorrente. Gânglios linfáticos pode ser removido cirurgicamente (linfadenectomia), se contiverem doença metastática. Na maioria das vezes, o tecido canceroso é removido por um procedimento chamado resseção local. Neste procedimento, o músculo (músculo do esfíncter) que se abre e fecha o ânus para permitir que o a passagem das fezes é geralmente preservado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.