Miocardiopatia Dilatada – O que é, Causas e Sintomas

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Miocardiopatia Dilatada – O que é, Causas e Sintomas que muitos ainda não conhecem. Além disso, a Miocardiopatia Dilatada é uma doença do músculo do coração que impede o bombeamento adequado de sangue para o corpo, causando complicações como arritmias, coágulos de sangue e morte súbita.

Miocardiopatia Dilatada
Miocardiopatia Dilatada

Miocardiopatia Dilatada não provoca necessariamente sintomas, podendo por isso, para algumas pessoas, ser fatal. A Miocardiopatia Dilatada é a mais comum causa de insuficiência cardíaca, ou seja, a incapacidade do coração em fornecer oxigênio na quantidade adequada para os tecidos e órgãos. A Miocardiopatia Dilatada afeta principalmente o ventrículo esquerdo, uma importante câmara de bombeamento do seu coração. O ventrículo esquerdo torna-se ampliado (dilatado) e as fibras musculares se esticam ao máximo, tendo dificuldade maior de se encurtar e comprimir o sangue para fora.

A Miocardiopatia Dilatada pode afetar pessoas de todas as idades e de ambos os sexos. Existem alguns tratamentos disponíveis com o intuito de promover uma melhora no fluxo sanguíneo e uma redução nos sintomas da Miocardiopatia Dilatada.

Causas da Miocardiopatia Dilatada: As Causas de Miocardiopatia Dilatada são:

  • Alcoolismo;
  • Miocardite pós-viral;
  • Sarcoidose;
  • Pós-parto;
  • Toxicidade da doxorrubicina;
  • Endocrinopatias (hipertireoidismo, acromegalia, feocromocitoma);
  • Hemocromatose;
  • Idiopática.

Sintomas de Miocardiopatia Dilatada: Se você tiver Miocardiopatia Dilatada, é provável que você tenha sinais e sintomas apenas quando a Miocardiopatia Dilatada causar insuficiência cardíaca ou arritmias. Os sintomas de Miocardiopatia Dilatada incluem:

  • Fadiga e fraqueza;
  • Falta de ar (dispneia), quando você está ativo ou deitado;
  • Vertigens, tonturas ou desmaios;
  • Tosse persistente, especialmente quando deitado;
  • Inchaço nas pernas, tornozelos e pés;
  • Inchaço do abdome;
  • Ganho de peso repentino de retenção de líquidos;
  • Falta de apetite;
  • Sensação de batimentos cardíacos rápidos (palpitações);
  • Pele pálida.

Tratamento da Miocardiopatia Dilatada: O tratamento da Miocardiopatia Dilatada visa a redução dos sintomas e controle das causas, quando estas são conhecidas, de forma a evitar mais danos ao coração. Diversos medicamentos podem ser usados para esta finalidade, sendo comum o uso combinado de vários deles.

Dispositivos como o marcapasso podem ser implantados para ajudar a controlar a Miocardiopatia Dilatada, assim como o cardio desfibrilador implantável. Em casos mais graves da Miocardiopatia Dilatada ou em casos de não resposta aos medicamentos e outras abordagens de tratamento, pode ser indicado realizar um transplante de coração.

Obs: A Miocardiopatia Dilatada deve ser detectada o quanto antes. Algumas das complicações possíveis são insuficiência cardíaca, edemas, arritmias, embolia e parada cardíaca. A Miocardiopatia Dilatada quando não tratada pode levar à morte.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Síndrome de Angelman – O que é, Sintomas e Tratamentos

Rosácea – Causas, Sintomas e Tratamentos