Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Doenças Cardíacas

As 20 Principais Causas do Sopro no Coração

As Principais Causas do Sopro no Coração que levam a essa doença cardíaca são desconhecidas para muitas pessoas. Além disso, o sopro no coração é o nome de um ruído que pode ser ouvido (“auscultado”, em termo técnico) do peito durante um exame físico. O sopro no coração é resultado de sangue passando através de um orifício menor do que deveria. Parece o barulho de alguém soprando no seu ouvido ou uma fresta de janela aberta.

O sopro acontece quando alguma válvula cardíaca (temos quatro) esta com o orifício de passagem reduzido (estenose) ou quando ela não fecha direito e deixa o sangue voltar por um furinho (insuficiência). Um sopro no coração por si só não é uma doença, mas indica que tem algum problema com a saúde do coração.

O sopro no coração pode ser congênito ou aparecer com a idade avançada, por degeneração de alguma válvula. Pode acontecer também como sequela de endocardite ou após infarto, por lesão de válvula ou do músculo cardíaco. Algumas vezes o sopro no coração é funcional, como em casos de febre e estados hiperdinâmicos, e some quando se corrige a causa de aceleração do sangue. Então, confira agora As 20 Principais Causa do Sopro no Coração.

Causas do Sopro no Coração: Um sopro no coração pode ser normal ou anormal. No primeiro caso, comum em bebês em crianças, o paciente tem um coração saudável. Já um sopro no coração anormal é mais grave. Em crianças, sopros anormais são geralmente causados por uma doença cardíaca congênita. Em adultos, sopros anormais acontecem normalmente devido a doenças nas válvulas cardíacas. Um sopro normal pode ocorrer quando o sangue flui mais rapidamente através do coração. Condições que podem causar um rápido fluxo de sangue rápido através do coração incluem:

  • Atividade física ou exercício
  • Gravidez
  • Febre
  • Mudanças na estrutura do coração, como uma cirurgia cardíaca
  • Não ter glóbulos vermelhos saudáveis o suficiente para transportar oxigênio suficiente para os tecidos do corpo (anemia)
  • Uma quantidade excessiva de hormônio da tireoide no seu corpo (hipertireoidismo).

Sopros cardíacos normais podem desaparecer ao longo do tempo, ou podem durar a vida inteira sem nunca causar mais problemas de saúde. Embora a maioria dos sopros cardíacos não seja grave, alguns podem resultar de um problema cardíaco. A causa mais comum de sopros anormais em crianças é quando os bebês nascem com problemas estruturais do coração (cardiopatia congênita). Defeitos congênitos comuns que causam sopros no coração incluem:

Defeitos septais, que são uma espécie de buraco nas paredes entre as câmaras cardíacas Anormalidades na válvula do coração. Exemplos incluem válvulas que não permitem a passagem de sangue suficiente (estenose) ou aqueles que não se fecham adequadamente e vazam. Outras causas de sopro no coração anormal incluem infecções e condições que danificam as estruturas do coração, e são mais comuns em crianças mais velhas ou adultos. Por exemplo:

  • Febre reumática;
  • Endocardite;
  • Calcificação da válvula;
  • Prolapso da válvula mitral;
  • Fatores de risco.

Para sopro no coração, os fatores de risco incluem:

  • História familiar doenças cardíacas;
  • Doenças durante a gravidez;
  • O uso de certos medicamentos, álcool ou drogas durante a gravidez;
  • Hipertensão;
  • História de febre reumática;
  • Radioterapia próxima do peito;
  • Endocardite anterior;
  • Infarto anterior;
  • Hipertensão pulmonar;
  • Músculo do coração fraco, que pode ser causado por uma condição conhecida como cardiomiopatia.

Os Sintomas do Sopro no Coração: causados pelo sopro podem variar de um indivíduo para o outro, dependendo da origem e da gravidade do problema, mas normalmente surgem problemas como:

  • Ponta dos dedos, língua e lábios roxos (cianose);
  • Dores no peito;
  • Tonturas e desmaios;
  • Cansaço;
  • Suor excessivo;
  • Batimentos do coração mais rápidos que habitual;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Inchaço.
  • Nas crianças, pode surgir ainda falta de apetite, perda de peso e problemas no desenvolvimento.

Prevenção do Sopro no Coração: O sopro é uma condição relativamente normal em recém-nascidos e em crianças pequenas. Portanto, não há motivos para se apavorar. Com o crescimento do bebê esta situação tende a reverter espontaneamente. Muitas vezes ele desaparece após alguns dias do nascimento.

As amidalites são as principais causadoras da febre reumática, responsável por diversas lesões de válvulas cardíacas. Com isto, é extremamente importante que todos os casos de amidalite sejam tratados com seriedade e que não se suspenda o uso dos antibióticos antes do tempo.

Diante de casos de desmaios procure imediatamente por um médico para a realização do diagnóstico. Sopros no coração podem ser grandes indicadores de que algo vai errado com o coração. Apesar de não poder ser algo previsível em certos casos, o sopro precisa ser monitorado para verificar as causas do seu problema. Sérias complicações de saúde podem ser amenizadas ou evitadas com um diagnóstico precoce.

Tratamento para sopro no coração: O sopro no coração, quando é considerado simples e sem prejuízos para a saúde, não precisa de tratamento e permite que o paciente tenha uma vida sem restrições. Isso geralmente acontece nas crianças que não possuem nenhuma outra doença cardíaca ou em gestantes, sem que isso traga prejuízos à gravidez ou ao feto. No entanto, quando o sopro no coração é causado por alguma doença desde o nascimento ou adquirido ao longo da vida, o tratamento pode ser feito através da tomada de medicações e, nos casos mais graves, através de cirurgia para corrigir o problema.

Saiba quando a cirurgia deve ser feita. É importante lembrar que outras doenças menos graves, como a anemia, também podem causar sopro no coração. Nesses casos deve-se tratar imediatamente a anemia para que o sopro desapareça.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.