Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças Doenças e Tratamentos

Linfadenopatia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Linfadenopatia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos mais adequados para lidar com esta condição. Além disso, a Linfadenopatia é qualquer alteração no tamanho e na consistência dos linfonodos, também chamados de gânglios linfáticos.

Os linfonodos são pequenos órgãos de defesa localizados no trajeto dos vasos linfáticos. Eles filtram a linfa, podendo reter, destruir ou retardar a proliferação de micro-organismos (bactérias, vírus, protozoários) e células cancerígenas pelo organismo.A Linfadenopatia pode ser regional (cervical, inguinal, axilar), quando os linfonodos acometidos drenam um local infectado ou afetado por um câncer, ou generalizada, quando os linfonodos aumentam de tamanho devido a uma doença disseminada pelo corpo.

As Linfadenopatias são diagnosticadas através do emprego de biópsia e de técnicas radiológicas especiais, como a linfografia. Os gânglios superficiais, normalmente são perceptíveis por meio de palpação, tornam-se mais evidentes quando aumentam de volume.

A Linfadenopatia das adenopatias é múltipla; seu diagnóstico é orientado de acordo com a topografia, a extensão e os caracteres clínicos. As Linfadenopatias podem ser de origem infecciosa, especialmente tuberculosa e micótica, podendo também indicar a existência de hemopatia, aguda ou crônica, benigna ou maligna. Dentre estas últimas são importantes as leucemias e linfomas.

Causas da Linfadenopatia: As infecções que usualmente causam linfonodos inchados que é a Linfadenopatia incluem:

Os cânceres que frequentemente causam este problema incluem leucemia, doença de Hodgkin ou linfoma não Hodgkin. Entretanto, muitos outros tipos de câncer também podem estar envolvidos. Quais linfonodos ficam inchados depende do tipo de problema e das partes do corpo envolvidas.

Identificar a localização pode ajudar a determinar a possível causa. Linfonodos inchados também podem ser causados por alguns medicamentos (como a fenitoína, utilizada para convulsões) ou por certas vacinas (como a imunização contra a febre tifoide).

Sintomas da Linfadenopatia: Além de alterações patológicas de gânglios linfáticos, podem ser observados sintomas adicionais. A natureza de sua existência depende do que causou o desenvolvimento desta patologia. Em geral, podemos distinguir estes sintomas:

  • Drástica perda de peso sem motivo aparente;
  • Febre;
  • Sudorese (especialmente à noite);
  • Erupção cutânea;
  • Aumentar esplenomegalia e hepatomegalia;
  • Excessos de Febre;
  • Na maioria dos casos, Linfonodomegalia é um marcador para outras doenças complexas.

Tratamento Para Linfadenopatia: O tratamento primário é dirigido para a causa; as adenopatias em si não são tratadas. Um ensaio de corticoides não é feito para adenopatias de etiologia desconhecida, pois os corticoides podem reduzir adenopatias causadas por leucemia e linfoma e, assim, retardar o diagnóstico, e os corticoides podem agravar. Um ensaio de antibióticos também não é indicado, exceto quando se suspeita de uma infecção linfonodal supurativa.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.