Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças Doenças e Tratamentos

As 6 Principais Causas de Psoríase

As Principais Causas de Psoríase que muitos ignoram. Além disso, a Psoríase é um dos distúrbios da pele mais desconcertantes e persistentes. É caracterizada por células da pele que se multiplicam até 10 vezes mais do que o normal. À medida que as células subjacentes atingem a superfície da pele e morrem, o seu volume puro causa placas elevadas e vermelhas cobertas de balanças brancas. A Psoríase geralmente ocorre nos joelhos , cotovelos e couro cabeludo, e também pode afetar o tronco, palmeiras e solas dos pés. Então, confira agora Principais causas de Psoríase:

Principais Causas de Psoríase: A causa exata da Psoríase não é conhecida. Alguns pesquisadores médicos têm teorias sobre por que as pessoas desenvolvem Psoríase. De acordo com a Fundação Nacional de Psoríase, estima-se que 10% dos brasileiros herdam genes que aumentam a probabilidade de obterem Psoríase. Desses 10 por cento, no entanto, apenas cerca de 2 a 3 por cento realmente desenvolvem Psoríase.

Os cientistas identificaram cerca de 25 variantes de genes que podem aumentar o risco de Psoríase. Acredita-se que essas variantes genéticas causem mudanças na forma como as células T do corpo se comportam. As células T são células do sistema imunológico que normalmente combatem invasores nocivos, como vírus e bactérias. Em pessoas com Psoríase, no entanto, as células T também atacam células saudáveis ​​da pele por engano. Esta resposta do sistema imunológico resulta em uma série de reações, incluindo:

  • Aumento dos vasos sanguíneos na pele
  • Aumento dos glóbulos brancos que estimulam a pele a produzir novas células mais rapidamente do que o normal
  • Aumento das células da pele, células T e células do sistema imunológico adicionais
  • Acumulação de novas células da pele na superfície da pele
  • Desenvolvimento de manchas espessas e escamosas associadas à Psoríase
  • Normalmente, esses efeitos ocorrem em resposta a um gatilho.

Tratamentos de Psoríase: Existem diversos tipos de tratamento para Psoríase, mas todos têm pelo menos um dos seguintes objetivos:

  • Reduzir a inflamação e formação das placas, fazendo com que as células da pele parem de crescer tão rapidamente
  • Regular e normalizar a aparência da pele

Para isso, existem três opções gerais de tratamento: tópico (cremes e pomadas), sistêmico e por fototerapia. A escolha dependerá do tipo de Psoríase desenvolvida e do histórico do paciente. Apenas o médico poderá indicar qual o melhor tratamento.

Normalmente é possível tratar pacientes que apresentam uma forma leve de Psoríase, com pequenas e poucas lesões cutâneas, sem comprometimento das articulações, com medicações tópicas, além de orientações sobre os benefícios dos hidratantes e da exposição solar (leve e protegida) na Psoríase. Dentre os medicamentos tópicos que podem ser receitados estão as pomadas com corticoides e outras substâncias que sejam mais adequadas, caso a caso, para aliviar os sintomas.

Já os pacientes que apresentam formas de Psoríase mais graves frequentemente necessitam de medicamentos sistêmicos, que são os de uso via oral, subcutâneo, intramuscular, ou intravenoso, para o controle da doença. Eles também são indicados nos casos em que apenas com o tratamento tópico não se obteve o resultado esperado.

Dentre as classes de medicamentos sistêmicos para o tratamento da Psoríase podem ser citados:

  • Imunossupressores: esse tipo de medicamento atua no sistema imunológico diminuindo a capacidade do organismo atacar ele mesmo
  • Medicamentos biológicos: são moléculas de natureza proteica, produzidas com o auxílio da engenharia genética, usadas para tratar doenças autoimunes. Eles são indicados, especialmente, nos casos resistentes aos tratamentos convencionais ou que já apresentem restrição a eles pelo desenvolvimento de efeitos colaterais.

Também pode ser usada a fototerapia, que é um procedimento no qual a pele é cuidadosamente exposta à luz ultravioleta, ou a Puva terapia, que é a utilização de psoralênicos mais fototerapia com ultravioleta A. A fototerapia para Psoríase pode ser aplicada com luz ultravioleta A (UVA) ou ultravioleta B (UVB).

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.