Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Doenças Saúde Sintomas

Pneumonia – Causas, Sintomas e Tratamentos

Pneumonia – Causas, Sintomas e Tratamentos conheça. Além disso, a pneumonia é uma infecção pulmonar que atinge os tecidos do pulmão e os sacos de ar microscópicos (os alvéolos). A pneumonia geralmente vem acompanhada de febres, sintomas no peito e falta de espaço aéreo (consolidação) nas radiografias do tórax.

A pneumonia pode ser causada por infecções, mas existem outros fatores que podem resultar em quadros de pneumonia também. Os principais agentes da pneumonia são bactérias, vírus, fungos e parasitas.

Na grande maioria dos casos, a pneumonia não é uma doença contagiosa como a gripe ou tuberculose (que pode até ser considerada um tipo de pneumonia). Você pode entrar em contato com um paciente com pneumonia e, exceto em situações especiais, não haverá risco de contaminação.

Causas da Pneumonia: A pneumonia pode ser causada por fatores que envolvam mudanças bruscas de temperatura, por isso sua incidência é bem maior na época de inverno, assim como outras causas, que são:

  • Inalação de produtos tóxicos;
  • Fumo;
  • Álcool;
  • Ar condicionado;
  • Resfriados que não foram curados plenamente.

Em geral, a causa da pneumonia se dá quando o organismo está enfraquecido, dessa maneira, as bactérias, fungos e vírus se apoderam do corpo, causando a pneumonia que muitas vezes pode ser letal, se não cuidada corretamente.

Sintomas da Pneumonia: Os sintomas da pneumonia mais comuns são:

  • Tosse com expectoração.
  • Febre.
  • Calafrios.
  • Falta de ar.
  • Dores no peito quando se respira fundo.
  • Vômitos.
  • Dor nas costas.
  • Dificuldade em respirar.
  • Perda de apetite.
  • Alterações na pressão arterial.
  • Mal estar no corpo em geral.
  • Fraqueza.
  • Presença de sangue misturado ao escarro.

Tratamento da Pneumonia: A pneumonia é dividida em comunitárias, quando adquiridas no dia-a-dia, e hospitalares, quando surgem em pacientes hospitalizados. A pneumonia hospitalar é mais grave e mais difícil de tratar, pois é normalmente causada por bactérias mais resistentes e acomete pacientes mais fragilizados. O tratamento da pneumonia bacteriana é feito com antibióticos por no mínimo oito dias.

A pneumonia comunitária pode ser tratadas com antibióticos orais, porém, aquelas que evoluem mal necessitam de internação hospitalar e antibióticos venosos.

As principais drogas usadas para a pneumonia comunitária são a amoxacilina com ácido clavulânico, azitromicina, claritromicina, ceftriaxona, levofloxacino e moxifloxacino. Esperam-se sinais de melhora a partir do segundo ou terceiro dia de tratamento.

Obs:  Se você apresenta os sintomas da pneumonia, procure um médico para o diagnóstico e tratamento apropriado o mais rápido possível.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.