Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Os 6 Principais Sintomas da Mastite

Os Principais Sintomas da Mastite que todos devem ficar atentos. Além disso, a Mastite é uma inflamação das glândulas da mama causada pelo acúmulo de leite e acontece com maior frequência no pós-parto, principalmente na primeira gestação. A Mastite pode ocorrer em uma mama ou nas duas e as características são mamas vermelhas, endurecidas, doloridas e quentes. Então, confira Os 6 Principais Sintomas da Mastite:

O que é Mastite: A Mastite é um processo inflamatório de um ou mais segmentos da mama caracterizado principalmente pela dor. Dependendo do caso, ela pode ou não se tornar uma infecção bacteriana.

Sintomas da Mastite: Os principais sintomas da Mastite são febre alta, sensação de calafrios por todo o corpo, inchaço, vermelhidão e dor na região da mama e empedramento do leite. Raramente os sintoma da infecção ocorrem nas duas mamas, porém pode acontecer em alguns casos.

As mulheres acometidas por essa infecção podem sentir ainda mal-estar generalizado e desconforto geral na hora de amamentar. Em alguns casos os sintomas são tão fortes que as mulheres chegam a cogitar a possibilidade de parar precocemente de alimentar seu bebê com o leite materno. Isso ocorre, muitas vezes, pelo receio da mãe de passar a infecção para o bebê. Mas as mães acometidas podem ficar despreocupadas, já que a infecção não passa para o bebê. O leite materno é de suma importância no desenvolvimento da criança e, portanto, não pode ser abandonado.

Diagnóstico da Mastite: Por se tratar de uma infecção que apresenta manchas e inchaço na região afetada, o diagnóstico seguro da Mastite pode ser feito de maneira bastante simples, a partir da análise dos sintomas que surgiram. Culturas e exames que analisam amostras do leite materno também são fundamentais para a detecção da doença. Em casos mais evoluídos, quando a mulher não consegue soltar o leite para amamentar pode ser necessária a mamografia e até a biopsia da mama afetada para tentar detectar a infecção.

O diagnóstico seguro é fundamental, já que alguns sintomas da Mastite podem facilmente ser confundidos com alguns tipos de câncer de mama.

Prevenção da Mastite: Algumas atitudes simples podem ajudar na prevenção da Mastite. Ao amamentar, a mulher deve esvaziar completamente uma mama antes de passar o bebê para a outra e começar a próxima refeição a partir da última mama que o bebê utilizou. Quando sentir que a mama está muito cheia, recomenda-se a utilização de bombas para retirar o excesso de leite.

Não amamentar sempre na mesma posição, higienizar bem a mama antes do bebê utilizá-la e não permitir que o bebê utilize a mama como chupeta, ou seja fique chupando a mama sem retirar o leite, também são atitudes que ajudam a prevenir da Mastite.

Tratamento da Mastite: O tratamento da Mastite deve ser feito com a ingestão de analgésicos e, em casos mais graves, de antibióticos. Recomenda-se também que a mulher faça pequenas compressas com panos mornos na região da mama para diminuir o inchaço e o ardor. E lembre-se, continuar amamentando é fundamental, tanto para o desenvolvimento do bebê quanto para o esvaziamento e consequente tratamento da mama.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.