Os 4 Principais Sintomas da Miopia

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

Os 4 Principais Sintomas da Miopia
4.8 (95.91%) 274 voto[s]

Os Principais Sintomas da Miopia que todos devem ficar atentos. Além disso, a Miopia é o distúrbio visual que acarreta uma focalização da imagem antes desta chegar à retina. Uma pessoa míope consegue ver objetos próximos com nitidez, mas os distantes são visualizados como se estivessem embaçados (desfocados).
Escrevi há alguns meses uma reflexão sobre as emoções e a visão, e nele abordei algumas questões sobre a origem dos problemas visuais, principalmente a Miopia. Então, confira Os 4 Principais Sintomas da Miopia:

Sintomas da Miopia

O que é alta Miopia: A alta Miopia é uma forma severa dessa condição. Na alta Miopia, o globo ocular alarga e fica muito extenso. Isso pode ocasionar buracos ou rasgos na retina, e também causar deslocamento da retina. Vasos sanguíneos anormais podem crescer sob a retina e causar alterações na visão. Pessoas com alta Miopia precisam de exame de olho dilatado mais freqüentemente. Detecção e tratamento precoces pode ajudar a prevenir a perda de visão.

Sintomas de Miopia:

  • Visão embaçada quando se olha para objetos distantes
  • A necessidade de apertar os olhos ou parcialmente fechar as pálpebras para ver claramente
  • Dores de cabeça causadas por fadiga ocular excessiva
  • Dificuldade ao dirigir um veículo, especialmente à noite.

A Miopia é frequentemente detectada pela primeira vez durante a infância e é comumente diagnosticada entre os anos escolares. Uma criança com Miopia pode:

Apresentar estrabismo;Precisar se sentar mais perto da televisão, tela de cinema ou na frente da sala de aula;Mantem livros muito próximos durante a leitura;Parece não ter conhecimento de objetos distantes;Pisca excessivamente;Esfrega os olhos com frequência.

Causas da Miopia: A Miopia se desenvolve em olhos que focam imagens na frente da retina, o que resulta em visão turva. Isso ocorrer quando o globo ocular fica muito longo e previne a luz de focar diretamente na retina. Miopia também pode ser causada por formato anormal da córnea ou lentes

Fatores de risco da Miopia: O principal fator de risco para a Miopia é a hereditariedade. Hoje, acredita-se que o estresse visual excessivo e prolongado decorrente de atividades que exijam um maior uso da visão de perto possa estar associado a um fator de risco para o desenvolvimento da Miopia.

Esta doença geralmente é diagnosticada entre os oito e 12 anos. Os olhos estão em processo de desenvolvimento nessa idade, por isso a forma deles pode mudar. Adultos geralmente permanecem míopes se eles têm esta condição desde criança. O surgimento de Miopia em adultos que não apresentavam a patologia na infância pode estar associado à diabetes descompensada ou catarata.

Tratamento e Correção da Miopia: Pode-se fazer a correção da Miopia com óculos, lentes de dontato ou cirurgia. Óculos são a forma mais simples, rápida e segura de corrigir a miopia. Lentes de contato são uma opção segura e eficiente se usadas apropriadamente. Porém, as lentes de contato não são a melhor opção para todas as pessoas. Alguns pacientes podem ter condições nos olhos que impedem o uso de lentes de contato.

O tratamento com cirurgia refrativa visa alterar permanentemente o formato da córnea, o que melhora a visão refrativa. Cirurgia pode diminuir ou eliminar a necessidade de uso de óculos ou lentes de contato. Há muitos tipos de cirurgias refrativas, e opções cirúrgicas devem ser discutidas com o médico.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista.

Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Enterocele

Enterocele – O que é, Sintomas e Tratamento

Benefícios da Berinjela

Os 23 Benefícios da Berinjela Para Saúde