Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde

Hiperidrose – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Hiperidrose – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos para acabar com este mal. Além disso, Hiperidrose é uma doença caracterizada pelo suor excessivo, mesmo quando não está calor ou a pessoa está deitada. Atinge várias partes do corpo. Suas causas podem ter origem genética ou patológica. Pode ser causada por uma gama de problemas. O agente causador mais comum é hereditariedade, mas também pode ser ocasionada por fenômenos como menopausa, doenças cardíacas, ansiedade e diabetes, entre outros.

Existem dois Tipos de Hiperidrose:

  • Hiperidrose focal primária: Na hiperidrose focal, ou primária, a transpiração ocorre principalmente nos pés, mãos, rosto, cabeça e axilas. Geralmente, começa na infância. Cerca de 30 a 50 por cento das pessoas com este tipo de hiperidrose têm histórico familiar de transpiração excessiva.
  • Hiperidrose generalizada secundária: Na hiperidrose generalizada, ou secundária, o excesso de suor é causado por uma condição médica ou pelo efeito colateral de certos medicamentos. Ela geralmente começa na idade adulta. Esse tipo de hiperidrose faz com que a pessoa sue por todo o corpo ou apenas uma área específica, inclusive durante o sono.

Sintomas da Hiperidrose: Os sintomas da hiperidrose costumam ser:

  • transpiração excessiva há pelo menos seis meses sem motivo aparente;
  • transpiração
  • excessiva pelo menos uma vez por semana;
  • o excesso de suor afeta as atividades diárias (como trabalho, relacionamentos e atividades culturais);
  • histórico familiar de hiperidrose.

Esses sintomas podem indicar que a pessoa possui hiperidrose primária. Se a transpiração excessiva ocorrer em uma área específica, pode ser indício de hiperidrose secundária.

Causas da Hiperidrose: Suar ajuda a manter o corpo frio. Todas as pessoas suam, especialmente em dias em de temperaturas muito altas, após exercícios físicos ou durante uma situação estressante, que deixe a pessoa muito nervosa, com raiva, envergonhada ou com medo.

No entanto, o suor excessivo também pode ocorrer em outras situações. Pessoas com hiperidrose parecem ter glândulas sudoríparas superativas. O suor incontrolável pode levar à sensação de desconforto significativo, tanto físico como emocional.

Quando o suor em excesso afeta as mãos, pés e axilas, é chamado de hiperidrose primária ou focal. A hiperidrose primária afeta de 2% a 3% da população. Ainda assim, menos de 40% dos pacientes com essa condição busca auxílio médico. Na maioria dos casos de hiperidrose primária, nenhuma causa é encontrada, o que leva os médicos a acreditarem que trata-se de um problema hereditário.

Se a sudorese ocorre como resultado de outra condição médica, é chamada hiperidrose secundária. O suor pode ocorrer em todo o corpo ou em apenas uma área. Entre as condições que podem causar hiperidrose secundária estão:

  • Acromegalia;
  • Condições associadas à ansiedade;
  • Câncer;
  • Síndrome carcinoide;
  • Determinados medicamentos e substâncias de abuso;
  • Distúrbios de controle de glicose;
  • Doença cardíaca;
  • Hipertireoidismo;
  • Doença pulmonar;
  • menopausa;
  • Doença de Parkinson;
  • Feocromocitoma;
  • Lesão na medula espinhal;
  • Derrame;
  • Tuberculose ou outras infecções.

Os Tratamentos Para Hiperidrose: Nos próximos artigos vou abordar detalhadamente os tratamentos para hiperidrose, as vantagens e desvantagens de cada um. Abaixo uma breve lista dos possíveis tratamentos. Principais Tratamentos Para Hiperidrose:

Uso de Antitranspirantes: A sudorese excessiva pode ser controlada com antitranspirantes especiais, estes são mais bem fortes que os convencionais.

Medicamentos para Hiperidrose: Os remédios para Hiperidrose são as drogas anticolinérgicas que ajudam a impedir a estimulação das glândulas sudoríparas, mas, embora eficazes para alguns pacientes, é pouco receitado. Os efeitos colaterais incluem boca seca, tonturas e problemas com a micção. Os beta-bloqueadores ou benzodiazepínicos pode ajudar a reduzir a transpiração relacionada ao estresse.

Tratamento com Iontoforese: Este procedimento para tratar Hiperidrose usa eletricidade para “desligar” temporariamente a glândula do suor e é mais eficaz para a transpiração das mãos e dos pés. As mãos e os pés são colocados em água e, em seguida, liga-se uma leve corrente elétrica. Esta é gradualmente aumentada até que o paciente sente uma sensação de formigamento. A terapia dura entre 10 e 20 minutos, e requer várias sessões. Os efeitos colaterais, embora raro, incluem bolhas e rachaduras da pele.

Aplicação de Toxina botulínica: A toxina botulínica purificada para tratar Hiperidrose  pode ser injetada nas axilas, nas mãos ou nos pés para bloquear temporariamente os nervos que estimulam o suor.

Cirurgia: A Simpatectomia torácica endoscópica (STE) pode ser recomendada em casos mais graves, que é minimamente invasiva. Isso é indicado quando outros tratamentos falharam. Este procedimento desliga o sinal que diz ao corpo para suar excessivamente, normalmente realizado em pacientes cujas palmas das mãos suam excessivamente.

Também pode ser usado para tratar a extrema transpiração do rosto. STE não funciona igualmente bem para quem tem sudorese excessiva nas axilas. A principal complicação é começar a suar em outras áreas do corpo, onde isso não ocorria anteriormente.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.