Banha de Galinha Serve Para Gripe? e Como Usar?

Revisado por

Dermatologia graduada pela Unicamp

Especialista do Dicas de Saúde

Banha de Galinha Serve Para Gripe? e Como Usar?
4.8 (95.57%) 140 votos

Banha de Galinha Serve Para Gripe e Como Usar este potente ingrediente. Além disso, com a chegada do outono e inverno, com a mudança de estação e mau tempo, tendem a enfraquecer nossas defesas, o que significa que a nossa saúde está enfraquecida e tendem a ser mais propensos a ficar doente de resfriados e gripes.

Banha de Galinha Serve Para Gripe
Banha de Galinha Serve Para Gripe

Durante este tempo, a chamada gripe sazonal está à vontade, uma vez que durante o outono e inverno os casos aumentam em muitos casos excessivos.

Prevenir gripe, resfriados e aumentar as defesas é uma opção que ajuda a fortalecer nosso sistema imunológico e é útil para desfrutar de boa saúde durante os meses mais frios do ano.

Em referência à comida ou nutrição que podemos consumir, a banha de galinha tem sido mostrada como um remédio caseiro que também proporciona maravilhosas virtudes medicinais e terapêuticas contra a gripe.

Banha de Galinha Serve Para Gripe:

  • A banha de galinha é uma gordura saudável, especialmente rica em ácidos graxos e interessante não apenas contra a gripe ou resfriado, mas para as propriedades gerais de saúde.
  • Ajuda a adormecer, muitas vezes uma tarefa árdua complicada pelas dificuldades respiratórias, tosse ou dor causada por resfriados, tanto quanto a gripe.
  • Os ácidos graxos naturais encontrados neste ingredientes ajudam de forma muito positiva, graças aos seus benefícios anti-inflamatórios.
  • A banha de galinha serve para gripe ajudando no caso de constipação, controla a atividade de neutrófilos (leucócitos granulares aparecem em grande número, quando uma pessoa está gripada ou tem quaisquer infecções respiratórias, eles são produzidos pela sistema imunológico para proteger o corpo contra estes).
  • Ajuda a manter as membranas mucosas úmidas pela ingestão de líquidos que tomamos tomando canja de galinha.
  • Favorece a expulsão de secreções e catarro gerado em processos catarrais.
  • Tomando quente, a banha de galinha também proporciona uma agradável sensação de bem-estar .

Como Usar a Banha de Galinha Para Gripe:

  • Tire a banha de uma galinha de capoeira.
  • Coloque numa frigideira para derreter e guarde em um vidro bem limpo.
  • Quando precisar usar, coloque no fogo para derreter um pouco.
  • Sirva uma colher das de chá para criança ou uma colher das de sobremesa para adulto.
  • Tome a noite.
  • Pode colocar no mingau ou no leite das crianças.

Chá de Erva Doce com Banha de Galinha:

  • Faça o chá de erva doce como de costume, adoce a gosto e espere esfriar.
  • Depois de frio, pingue 2 gotas de banha de galinha e tome 1 xícara, 2 vezes ao dia.
  • Esse chá é ideal para eliminar as secreções do peito.

Chá de Casca de Laranja e Banha de Galinha:

Ingredientes:

  • casca de 4 Laranjas secas,
  • banha de galinha caipira,
  • 1 copo de cachaça,
  • 1 litro de água,
  • um pote de vidro com tampa.

Modo de Preparo:

  • Ponha a água numa vasilha e coloque as cascas de Laranja dentro e leve ao fogo.
  • Assim que levantar fervura abaixe o fogo e deixe o por trinta minutos.
  • Depois que o chá ficar pronto, deixe amornar e misture uma colher de chá de banha de galinha e tome à noite, quando ir dormir.
  • Não pegue friagem! E passe um pouco nas narinas e nas costas. Com movimentos suaves e dê batidas com a mão em forma de concha.

ATENÇÃO: crianças menores de 1 ano não podem tomar esse chá e muito menos a banha de galinha.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Wanessa Matos

Drª. Wanessa Matos Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *