Medicamentos

Oxicodona: Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais!

Oxicodona: Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais!

Revisado por

Enfermeira

Especialista do Dicas de Saúde

Oxicodona: Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais!
4.5 (90%) 12 votos

Oxicodona: Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais que podem ser causados por este medicamento. Além disso, a Oxicodona é prescrita com maior frequência na forma de comprimidos para ser administrada por via oral.

No entanto, muitos que procuram abusar da droga vão esmagar o comprimido para inalá-lo ou dissolvê-lo em uma solução para injetá-lo em uma veia. Isso é feito com mais frequência em tablets com uma função de liberação de tempo, pois é uma maneira de obter os efeitos de uma só vez.

oxicodona

oxicodona

O que é Oxicodona?

A Oxicodona é uma medicação para dor opioide, às vezes é chamado de narcótico. Oxicodona é usada para tratar a dor moderada a grave. A forma de liberação prolongada da Oxicodona é para o tratamento ininterrupto da dor e não deve ser usada conforme a necessidade de dor.

Comprimidos de liberação prolongada de Oxicodona e cápsulas de liberação prolongada não devem ser usados ​​para tratar a dor que pode ser controlada com medicação que é tomada quando necessário. Comprimidos de liberação prolongada de Oxicodona, cápsulas de liberação prolongada e solução concentrada devem ser usados ​​apenas para tratar pessoas que são tolerantes (acostumadas aos efeitos da medicação) a medicamentos opioides porque tomaram esse tipo de medicamento por pelo menos uma semana. A Oxicodona pertence a uma classe de medicamentos chamados analgésicos opiáceos (narcóticos).

Usos de Oxicodona:

Este medicamento é usado para aliviar a dor grave contínua (como a provocada pelo câncer). A Oxicodona pertence a uma classe de medicamentos conhecidos como analgésicos opiáceos (narcóticos). Ele funciona no cérebro mudando a forma como o seu corpo se sente e responde à dor.

As maiores concentrações desta droga (mais de 40 miligramas por comprimido) devem ser usadas somente se você estiver regularmente tomando quantidades moderadas a grandes de um analgésico opiáceo. Esses pontos fortes podem causar overdose (até mesmo a morte) se forem tomados por uma pessoa que não tenha tomado regularmente opioides.

Não use a forma de liberação prolongada de Oxicodona para aliviar a dor que é leve ou que desaparece em poucos dias. Este medicamento não é para uso ocasional (“conforme necessário”).

Como Usar Oxicodona:

Leia a bula fornecido pelo seu farmacêutico antes de tomar Oxicodona de liberação prolongada e cada vez que receber uma nova remessa. Caso tenha alguma dúvida, pergunte ao seu médico ou farmacêutico.

Tome este medicamento com ou sem alimentos, geralmente a cada 12 horas. Caso tenha náusea, pode ajudar a tomar este medicamento com alimentos. Pergunte ao seu médico ou farmacêutico sobre outras maneiras de diminuir a náusea (como deitar por 1 a 2 horas com o mínimo de movimento da cabeça possível). Caso a náusea persista, consulte o seu médico.

Engula os comprimidos inteiros. Não quebre, esmague, mastigue ou dissolva os comprimidos. Isso pode liberar toda o remédio de uma só vez, aumentando o risco de overdose de Oxicodona.

Para diminuir a chance de engasgar ou ter problemas para engolir o comprimido, tome somente um comprimido por vez caso a dose seja mais de um comprimido. Não pré-molhe, lamba ou molhe o comprimido antes de colocá-lo na boca. Beba bastante água com cada comprimido para engoli-lo completamente.

A dosagem é baseada em seu problema médico e resposta ao tratamento. Não aumente sua dose, tome a medicação com mais frequência ou a tome por mais tempo do que o prescrito. Interrompa a medicação quando estiver dirigindo.

Antes de tomar este medicamento, pergunte ao seu médico ou farmacêutico caso deva interromper ou mudar a forma como usa o seu outro medicamento opióide. Outros analgésicos (como paracetamol e ibuprofeno) também podem ser prescritos. Pergunte ao seu médico ou farmacêutico sobre o uso seguro de Oxicodona com outros remédios.

Precauções:

Antes de tomar Oxicodona, informe à seu médico ou farmacêutico caso seja alérgico a ela; ou a outros analgésicos opiáceos (como oximorfona); ou se tiver outras alergias. Este produto pode conter ingredientes inativos, que podem causar reações alérgicas ou outros problemas. Fale com o seu farmacêutico para mais detalhes.

Antes de usar este medicamento, informe à seu médico ou farmacêutico seu histórico médico, especialmente de: distúrbios cerebrais (como traumatismo craniano, tumor e convulsões), problemas respiratórios (como asma, apneia do sono, doença pulmonar obstrutiva crônica), doença renal ou hepática, transtornos mentais e do humor (como confusão, depressão), problemas estomacais ou intestinais (como obstrução, constipação, diarreia devido à infecção), dificuldade em engolir, dificuldade em urinar (como devido ao aumento da próstata), doença do pâncreas (pancreatite) e doença da vesícula biliar.

Este remédio pode deixá-lo tonto ou sonolento. Álcool ou maconha também podem deixá-lo mais tonto ou sonolento. Não dirija, use máquinas ou faça qualquer coisa que precise de atenção até poder executar com segurança. Evite o consumo de bebidas alcoólicas. Converse com seu médico caso esteja usando maconha.

Antes de fazer uma cirurgia, informe à seu médico ou dentista sobre todos os produtos usados (incluindo medicamentos prescritos, sem receita médica e produtos fitoterápicos).

Os adultos mais velhos podem ser mais sensíveis aos efeitos colaterais desse remédio, especialmente confusão, tontura, sonolência e respiração lenta ou superficial.

Durante a gravidez, este medicamento deve ser usado somente quando necessário. Pode prejudicar o feto. Discuta os riscos e benefícios com o seu médico.

Este medicamento passa para o leite materno e pode ter efeitos indesejáveis em lactentes. Informe à médico imediatamente caso o seu bebê desenvolver sonolência incomum, dificuldade para se alimentar ou dificuldade para respirar. Consulte o seu médico antes de amamentar.

Interações:

As interações medicamentosas podem alterar a forma como seus medicamentos funcionam ou aumenta o risco de efeitos colaterais graves. Este documento não contém todas as interações medicamentosas possíveis. Mantenha uma lista de todos os produtos usados (incluindo prescrito, sem receita médica e produtos fitoterápicos) e compartilhe com seu médico e farmacêutico. Não inicie, pare ou altere a dosagem de qualquer medicamento sem a aprovação do seu médico.

Alguns produtos que podem interagir com este remédio incluem: certos analgésicos e naltrexona.

O risco de efeitos colaterais sérios (como respiração lenta, sonolência grave e tontura) pode ser aumentado caso este medicamento for tomado com outros produtos que também podem causar sonolência ou problemas respiratórios. Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar outros medicamentos, tais como outras dores opióides ou medicamentos para a tosse (como codeína, hidrocodona), álcool, maconha, medicamentos para dormir ou ansiedade (como alprazolam, lorazepam, zolpidem), relaxantes musculares como carisoprodol, ciclobenzaprina) ou anti-histamínicos (como cetirizina, difenidramina).

Verifique os rótulos de todos os seus medicamentos (como alergia ou produtos para tosse e resfriado), pois podem conter ingredientes que causam sonolência. Pergunte ao seu farmacêutico sobre o uso desses produtos com segurança.

Outros medicamentos podem afetar a remoção de Oxicodona do seu corpo, o que pode afetar o funcionamento da Oxicodona. Exemplos incluem antifúngicos (como o cetoconazol), antibióticos macrolídeos (como a eritromicina), medicamentos para o HIV (como ritonavir), rifamicinas (como rifabutina, rifampina), certos medicamentos usados para tratar convulsões (como carbamazepina, fenitoína), entre outros.

Este medicamento pode interferir com certos exames laboratoriais (incluindo os níveis de amilase e lipase), possivelmente causando resultados falso-positivo. Garanta que o pessoal de laboratório e todos os seus médicos saibam que você usa este medicamento.

Overdose de Oxicodona:

Se alguém tiver uma overdose e apresentar sintomas graves, como desmaio ou dificuldade para respirar, ofereça naloxona, se disponível, e ligue para o serviço de emergência.
Os sintomas de sobredosagem podem incluir: respiração lenta, batimento cardíaco lento e coma.

Notas:

Não compartilhe este medicamento com os outros. Compartilhar é contra a lei.
Este medicamento foi prescrito apenas para o problema atual. Não use mais tarde para outro problema, a menos que seja indicado pelo seu médico. Uma medicação diferente pode ser necessária nesse caso.

Pergunte ao seu médico ou farmacêutico caso tenha naloxona disponível para tratar a overdose de opiáceos. Ensine sua família ou membros da família sobre os sinais de uma overdose de opiáceos e como tratá-la.

oxicodona

oxicodona

Dose perdida:

Caso esqueça uma dose, pule a dose esquecida. Tome sua próxima dose no horário regular. Não duplique a dose para recuperar o atraso.

Armazenamento de Oxicodona:

Armazene em temperatura ambiente longe de luz e umidade. Não armazene no banheiro. Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não descarte os medicamentos no vaso sanitário ou em um ralo, a menos que seja recomendado. Descarte este produto adequadamente quando expirar ou não for mais necessário.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.