Remédios Caseiros

5 remédios caseiros para aliviar a falta de ar de forma rápida!

remedios caseiros para falta de ar

Remédios caseiros para aliviar a falta de ar de forma rápida, além de poder te ajudar a melhorar sua respiração, ele previne que surjam novos problemas. Se tiver falta de ar, não tenha medo esses remédios caseiros são realmente eficazes e seguros.

remédios caseiros para aliviar a falta de ar
remédios caseiros para aliviar a falta de ar

Como nossa respiração funciona?

Para entender como as dificuldades respiratórias podem se desenvolver em detalhes, é preciso examinar mais de perto a função respiratória dos pulmões (pulmo).

Isso é gerado principalmente pelos músculos respiratórios, que estão localizados no peito e, por meio de contrações musculares apropriadas, faz com que os pulmões inchem e relaxem.

O músculo respiratório mais importante a esse respeito é o diafragma localizado abaixo dos pulmões: expandindo e contraindo repetidamente novamente, aumenta ou diminui o volume dos pulmões em intervalos regulares e, assim, cria o mecanismo de inspirar e expirar.

Causas de falta de ar:

As causas de falta de ar incluem anemia e distúrbios hormonais, como disfunção da tireoide. Um mau funcionamento da glândula tireoide como gatilho deve ser particularmente considerado se a doença levar à formação de bócio na área da laringe.

Além disso, os sintomas da dor não devem ser subestimados como a causa. Isso é particularmente importante a ser considerado quando o paciente está em uma posição de alívio da dor, como mostrar uma postura torta na parte superior do corpo ou inclinar-se permanentemente nos braços.

Dor na região do peito, por exemplo, devido à tensão muscular ou obstruções vertebrais, geralmente leva a uma falta de ar aguda dessa maneira.

O que ajuda contra a falta de ar?

Além da tosse, a falta de ar é um dos sintomas mais comuns na medicina pulmonar. No entanto, a causa da falta de ar nem sempre é encontrada em uma doença dos pulmões, mas também pode se originar no coração, por exemplo. A falta de ar ocorre em 60 a 95% dos pacientes com insuficiência cardíaca .

Além disso, 70% dos pacientes com tumor têm sofrem de falta de ar e 100% dos pacientes com esclerose lateral amiotrófica, um distúrbio progressivo do sistema nervoso motor. Mesmo que a causa das doenças subjacentes seja tratada com sucesso, a dificuldade em respirar pode persistir.

Os pneumologistas da German Lung Foundation explicam o que pode ajudar a lidar com a falta de ar nesses casos de causa desconhecida. O tratamento orientado a sintomas se torna necessário quando as terapias causais que eliminam a causa da falta de ar se esgotam por exemplo.

A causa da falta de ar foi o acúmulo de água nos pulmões devido a uma doença cardíaca que foi eliminada com sucesso pela terapia de drenagem.

Se ainda ocorrer falta de ar, estão disponíveis várias terapias baseadas em sintomas: Os pacientes afetados podem aprender a lidar melhor com a falta de ar e são prescritos medidas ou medicamentos não farmacológicos.

Sintomas da falta de ar:

Além da sensação de falta de ar, outras queixas acompanhantes podem ocorrer como parte da dispneia. Isso não é raro atribuível à falta de oxigênio no corpo e à sensação de asfixia do paciente.

Da mesma forma, alguns sintomas indicam o tipo de doença subjacente, como tosse ou ruídos respiratórios. No geral, os sintomas acompanhantes no caso de falta de ar incluem:

  • Exaustão,
  • sons respiratórios de estrondo, chocalho ou assobio (estridor),
  • Pele azulada devido à falta de oxigênio (cianose),
  • escarro viscoso a sangrento,
  • Febre,
  • Palidez facial,
  • Tosse,
  • Coração acelerado,
  • inquietação interior,
  • Perda de desempenho,
  • Distúrbios do sono,
  • Surtos de suor e suor frio também
  • Dor no peito.

Atenção! Em casos extremos de falta de ar, um médico de emergência deve ser chamado imediatamente, pois isso pode levar a uma interrupção fatal da respiração!

Dicas simples para melhorar a falta de ar:

O estresse e a falta de ar relacionada ao excesso de peso podem ser minimizados em termos de expressão e frequência por algumas medidas relativamente simples. Obviamente, deve-se notar neste ponto que as medidas em si geralmente não são fáceis de aplicar. No entanto, eles devem estar listados aqui:

Redução de peso: se a obesidade é a causa dos problemas respiratórios, é claro que uma redução no peso corporal para melhorar a respiração é uma prioridade. Se necessário, também deve procurar ajuda externa, por exemplo, com nutricionistas, treinadores ou especialistas.

Mudança nos hábitos alimentares: intimamente ligada à obesidade, mas também a inúmeras doenças que podem levar à falta de ar (por exemplo, doenças cardíacas), é uma dieta errada. Em muitos casos, uma dieta equilibrada também ajuda a melhorar a falta de ar.

Acima de tudo, alimentos antioxidantes, como frutas, frutas tropicais, tomates, brócolis e nozes, fortalecem o coração e os pulmões e podem melhorar a respiração novamente. A situação é semelhante com os ácidos graxos ômega. Eles são encontrados principalmente em frutos do mar e peixes.

Além disso, um nível muito baixo de fósforo ou magnésio pode prejudicar a respiração. Os alimentos correspondentes que contêm uma quantidade particularmente grande desses dois minerais incluem, além de peixes, frutos do mar, laticínios e nozes, sobretudo legumes como feijão ou ervilha, cereais integrais,

Reduzir o estresse: o estresse diário deve ser evitado, se possível, principalmente como resultado de uma doença cardíaca. Portanto, sempre planeje períodos suficientes de descanso em sua vida cotidiana e valorize medidas de relaxamento específicas, como ioga , reiki ou meditação. Um padrão de sono saudável também pode ajudar a reduzir o risco de problemas cardíacos e respiratórios.

Pare a intoxicação: não é preciso dizer que pacientes que sofrem de falta de ar devem parar definitivamente de fumar. Além disso, outros estimulantes e intoxicantes não são exatamente benéficos quando se trata de dificuldades respiratórias. Além dos cigarros, o consumo de álcool, cafeína e drogas deve, portanto, ser avaliado criticamente.

Remédios caseiros para falta de ar:

1. Chá de lavanda:

O chá de lavanda pode aliviar a falta de ar, ajudando a afrouxar o muco nas vias aéreas
Existem muitos remédios caseiros para aliviar a falta de ar que podem ajudar com falta de ar . A causa mais comum além de uma reação alérgica ou doença crônica é falta de ar como resultado de um resfriado.

Isso é desencadeado aqui por um nariz entupido ou uma tosse forte. Acima de tudo, beber muito ajuda aqui. Os chás são especialmente úteis. Isso ajuda o corpo a soltar o muco e limpar as vias aéreas. Ajuda chás de lavanda , cão de caça comum, folhas de hortelã, erva de chá mexicana , erva-cidreira , erva johannis manchada e erva de dedo de ganso.

2. Alho:

A decocção de flores de alho, casca de faia, aspargos ou bogwort também é muito popular como remédios caseiros para aliviar a falta de ar. Dizem também que combinações extraordinárias, como caldo de carne com mostarda, ajudam. Além disso, os ovos cozidos com folhas de chá são considerados uma arma secreta contra a falta de ar e as queixas respiratórias .

3. Folhas de louro:

15 gramas de folhas de louro em meio litro de água. Assim que estas folhas são cozidas, são removidas da água e retirados. Em seguida, são recolocados na água até que a água tenha evaporado completamente. Os banhos de vapor de leite também fornecem um remédios caseiros para aliviar a falta de ar.

4. Vapor de camomila:

O vapor de camomila umedece as membranas mucosas e relaxa os brônquios. O vapor também desinfeta o trato respiratório superior, facilitando a respiração. O uso simultâneo da ducha nasal ou supressor da tosse, que você pode encontrar em qualquer farmácia, ajuda com eficiência contra a falta de ar.

5. Toalha úmida e quente:

Uma toalha úmida e quente também pode ser um dos remédios caseiros para aliviar a falta de ar. Isso é realizado com uma toalha comum embebida em água muito quente.

Isso é expresso corretamente antes de ser colocado no peito nu. É importante que a pessoa afetada seja coberta com esse envelope na cama por quase 30 minutos.

Esta é a única maneira da toalha ter um bom efeito relaxando os músculos respiratórios. Embora esses sejam expectorantes e ajudem a expulsá-los, frios também podem ajudar a pessoa em questão. Estes têm um efeito analgésico e anti-inflamatório.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Deixe um comentário