Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Saúde Sintomas

Os 12 Sintomas mais Comuns da Labirintite

Os 12 Sintomas mais Comuns da Labirintite
Gostou do post? Avalie!

Os Sintomas mas Comuns da Labirintite, que poucos conhecem. Além disso, a labirintite é o termo popular usado para definir distúrbios relacionados com equilíbrio e audição, afeta milhões de brasileiros e, embora seja uma doença de difícil controle, ainda pode ser tratada.

Para entender como a labirintite ocorre, é preciso entender como nosso ouvido está ligado ao equilíbrio, a cóclea (ou caracol) é uma estrutura do ouvido que é responsável pela nossa audição e o vestíbulo cuida do equilíbrio, juntos, a cóclea e vestíbulo formam o labirinto. Se afetadas essas estruturas individual ou separadamente, aparecem sintomas da labirintite, como tontura , desequilíbrio, surdez ou zumbido.

Isso acontece porque, se a cóclea e o vestíbulo não funcionam corretamente, o cérebro recebe informações erradas a respeito da posição do corpo no espaço e pode dar uma sensação de rotação (vertigem), queda (desequilíbrio), empurrão (desvio de marcha), flutuação (falta de firmeza nos passos) ou chiados (zumbido).

Causas da Labirintite: As causas da labirintite são muito diversas, pois a doença pode ser causada pela associação de muitos fatores de risco como por exemplo uma alimentação desequilibrada e estresse. Confira todas as possíveis causas para as crises de labirintite:

  • Diabetes.
  • Infecção viral ou bacteriana.
  • Utilização de ansiolíticos ou anti-inflamatórios com ação no ouvido.
  • Alterações bruscas de pressão ou de altitude como em viagens de avião ou prática de natação.
  • Doenças no ouvido.
  • Transtornos da circulação sanguínea.
  • Traumas sonoros.
  • Problemas de coluna.
  • Problemas na mandíbula.
  • Lesão na cabeça.
  • Reações alérgicas ou qualquer tipo de alergia que afeta o ouvido.
  • Estresse e ansiedade.
  • Consumo excessivo de cafeína, tabaco ou álcool.
  • Hipertensão arterial.
  • Reumatismos.
  • Vestibulopatia (doenças do vestibular – região interna do ouvido).

Sintomas da Labirintite: O principal sintoma da labirintite é a vertigem, uma sensação oscilatória com a sensação de que o redor está se movendo, isso é causado por conta da inflamação no canal do labirinto fazendo com que o equilíbrio da pessoa altere. Conheça Os 12 Sintomas mais Comuns da Labirintite:

  • Tontura.
  • Zumbido no ouvido.
  • Queda de cabelo.
  • Alterações na audição.
  • Sudorese.
  • Náuseas.
  • Vômitos.
  • Desequilíbrio.
  • Acidificação do estômago.
  • Pressão no ouvido.
  • Febre a partir de 38°C.
  • Um pouco de secreção no ouvido.

Tratamento da Labirintite: O tratamento da labirintite deve ser indicado por um otorrinolaringologista e, normalmente, pode ser feito em casa com repouso num local escuro e sem barulhos. Além disso, o tratamento caseiro para labirintite também deve envolver a ingestão de líquidos, como água, chá ou sucos, até melhora dos sintomas.

Na maioria das vezes a labirintite desaparece sozinha, o que costuma demorar algumas semanas para acontecer, mas quando necessário, o tratamento visa principalmente a redução dos sintomas. Se a causa for infecção bacteriana, o médico lhe receitará um antibiótico e os sintomas deverão desaparecer em breve também.

Em casos de infecções virais, o especialista deverá receitar medicamentos que ajudem a amenizar sintomas como náuseas e vômitos, veja:

  • Anti-histamínicos.
  • Corticoides, como prednisona, quando os sintomas são graves.
  • Medicamentos para controlar náusea e vômitos.
  • Medicamentos para aliviar a tontura.
  • Sedativos.

Remédios para vertigem também podem ser receitados, mas a recomendação é esperar que ela cessar naturalmente, já que a ação do medicamento faz com que os sintomas demorem um pouco mais de tempo para passar.

Obs: A labirintite é uma infecção e inflamação de uma estrutura do interior do ouvido chamada de labirinto, e os seus sinais são mais intensos nos primeiros 4 dias de infecção, diminuindo ao longo de 3 semanas até desaparecerem.

Este artigo foi útil?
1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie este post)
Loading...

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

1 Estrelas2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie este post)
Loading...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.