Gravidez

Grau da Placenta – Grau 1, 2, 3 e 0. Tudo que você Precisa Saber!

Grau da Placenta – Grau 1, 2, 3 e 0, tudo que você precisa saber. Além disso, a placenta é o órgão especial que nasce e que cresce na cavidade do útero durante a gravidez, cuja base é a união correta dos sistemas de circulação do fruto e da matéria. No corpo de uma placenta os processos bioquímicos que são responsáveis ​​pelo desenvolvimento normal na gravidez executam-se, pela produção de hormônios especiais que fornecem frutos com o oxigênio, e também protegendo-o da influência de fatores perigosos. Após o nascimento da criança, a placenta se atrofia e se separa por 30 a 50 minutos após o parto.

Grau da Placenta

Quais São as Funções da Placenta?

A placenta tem as seguintes funções:

  • O bebê recebe toda a comida de que precisa para se desenvolver de maneira saudável graças à placenta.
  • Durante toda a gravidez, o bebê gera resíduos que seu corpo produz e não consegue eliminar por si só. A placenta permite que o bebê excrete essas substâncias durante toda a gravidez.
  • Serve como um filtro para substâncias, bactérias e vírus para proteger o bebê contra certas infecções e doenças.
  • Protege o bebê de certos agentes externos, como solavancos, mudanças de temperatura, infecções, etc.
  • Gera hormônios que permitem que a gravidez ocorra normalmente e faz com que o metabolismo materno seja modificado para a sobrevivência do bebê.
  • A placenta protege o bebê do sistema imunológico da mãe e impede o corpo de rejeitá-lo.
  • Gera hormônios que iniciam o processo de nascimento

Tipos de Maturidade da Placenta:

Placenta Grau 0:

O grau da placenta é definido como placenta zero (0) no nível mais jovem dos 4 tipos. O zero placentário pertence ou corresponde ao primeiro e segundo trimestres de gestação. É caracterizada porque a placa basal (a mais próxima do útero) é a mesma que a placa corial (a mais próxima do feto).

Placenta Grau I:

O grau 1 da placenta pertence ou corresponde à 31 semanas de gestação. Nesse estágio, a placenta deixa de ter uma aparência homogênea e calcificações são vistas na placa corial.

Placenta Grau II:

Grau da Placenta

O grau da placenta numero II desenvolve-se por volta das 36 semanas de gestação e continua até ao final da gravidez. Aqui não é homogêneo devido aos depósitos de Cálcio. A placa corial é descontínua e ondulada, e a placa basal já se separou do miométrio (camada muscular que compõe a espessura da espessura do colo do útero).

Placenta Grau III:

O grau da placenta III são aquelas que possuem grande depósito de Cálcio em todos os níveis. Tanto a placa basal como a placa corial aparecem altamente ecorrefrigentes (cor branca). As partições de ambas as partes da placenta já convergem entre si. Em definições mais claras, o grau III da placenta são aqueles calcificados ou envelhecidos em sua totalidade.

Se a sua placenta envelhece prematuramente, como ter uma placenta grau III às 36 ou 37 semanas de gestação. Isso pode significar que o bebê não está recebendo os nutrientes necessários ou não está mais recebendo oxigênio, tendo que realizar uma cesariana de emergência.

Por que é Importante Conhecer os Graus de Maturação da Placenta?

Pode acontecer que a placenta amadureça prematuramente. Ou seja, adquire um grau de maturação de II ou III antes das 34 semanas de gestação. Isso poderia resultar em insuficiência placentária, de modo que o bebê possa restringir ou reduzir seu desenvolvimento. Isso pode levar a hipoxemia (diminuição da pressão arterial) e deficiência nutricional.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.