Dicas de Saúde

Febre Hemorrágica – O que é, Sintomas e Tratamentos

Febre Hemorrágica – O que é, Sintomas e Tratamentos desta doença que afeta muitas pessoas em todo o mundo. Além disso, A Febre Hemorrágica é uma situação grave caracterizada pelo surgimento de febre acima de 38ºC, dor em todo o corpo e sangramentos pelos olhos, boca, nariz, urina e vômitos, que podem resultar em hemorragia grave se não for tratada. Geralmente, a Febre Hemorrágica é causada por doenças potencialmente fatais provocadas por vírus, como Ebola, Dengue ou Doença de Marburg.

A Febre Hemorrágica tem cura, mas deve ser tratada em isolamento no hospital. No Brasil, a Febre Hemorrágica é mais frequente durante a Dengue, sendo que ainda não existem casos de Febre Hemorrágica por Ebola.

O sistema global vascular é danificado, e a capacidade do corpo para regular está alterada. Estes sintomas são muitas vezes acompanhados por hemorragia, no entanto, o sangramento em si raramente é potencialmente mortal, embora alguns tipos de vírus hemorrágicos possam causar doenças relativamente brandas, muitos destes vírus causam doenças graves e potencialmente a morte.

Sintomas da Febre Hemorrágica: Os sintomas de Febre Hemorrágica podem incluir:

  • Febre alta, acima de 38ºC, e repentina;
  • Sangramento pelos olhos, boca, nariz, ouvidos, urina e fezes;
  • Hematomas na pele;
  • Dor de cabeça intensa;
  • Cansaço excessivo e dor muscular;
  • Vômito e diarreia com sangue;
  • Erupções cutâneas.

O paciente com sintomas de Febre Hemorrágica deve consultar o mais rapidamente um clínico geral para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado, pois após alguns dias a Febre Hemorrágica pode provocar a parada de vários órgãos, como fígado, baço, pulmões e rins, assim como alterações cerebrais graves.

Causas da Febre Hemorrágica: Os sinais e sintomas específicos variam dependendo do tipo de vírus, mas incluem febre, fadiga, tonturas, dores musculares, perda de força e exaustão. Os pacientes com casos graves mostram sinais de sangramento sob a pele, em órgãos internos, ou de orifícios do corpo, como a boca, olhos ou ouvidos.

No entanto, embora eles possam sangrar por muitos lugares em todo o corpo, os pacientes raramente morrem por causa da perda de sangue; casos de pacientes gravemente doentes podem também apresentar choque, mau funcionamento do sistema nervoso, coma, delírio e convulsões. Alguns tipos de vírus são associados com a insuficiência renal.

Tratamentos da Febre Hemorrágica: A Febre Hemorrágica pode ser provocada por uma série de vírus, sendo uma decorrência de doenças como ebola, dengue e febre amarela, por exemplo. Dependendo do vírus que a provoca os sintomas variam um pouco, assim como a forma de tratamento.

A grande maioria das febres hemorrágicas não possui um tratamento específico, sendo que o uso de certos medicamentos pode ou não ajudar a controlar os sintomas e a retardar o progredir da doença. Manter o corpo hidratado é fundamental nestas situações, já que o equilíbrio dos eletrólitos é essencial para as funções musculares e nervosas. Algumas vezes pode ser preciso isolar o indivíduo, como em casos de suspeitas de Febre Hemorrágica por vírus ebola. Manter a pessoa sob observação médica é fundamental, de forma a evitar que a hemorragia afete consideravelmente os órgãos.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

2 comentários

  • […] alteração temporária e reversível do funcionamento do cérebro, que não tenha sido causada por febre, drogas ou distúrbios metabólicos e se expressa por crises epilépticas repetidas. […]

  • […] ( quando estiver associada à uma infecção respiratória ): Febre ou pirexia, é uma reação orgânica de múltiplas aplicações contra um mal comum, interpretada […]

Deixe um comentário