Saúde

7 efeitos colaterais comuns da pílula anticoncepcional!

efeitos colaterais comuns da pílula anticoncepcional

Os efeitos colaterais comuns da pílula anticoncepcional funciona, pois, é o método mais usado pelas mulheres para prevenir o início da gravidez. Porque é fácil de usar e tem alta eficácia contra gravidezes indesejadas.

efeitos colaterais comuns da pílula anticoncepcional
efeitos colaterais comuns da pílula anticoncepcional

Efeitos colaterais comuns da pílula anticoncepcional:

A pílula provoca alterações hormonais no corpo da mulher, o que pode desencadear o aparecimento de alguns efeitos colaterais que incluem:

1. Dor de cabeça e náusea:

Alguns sintomas pré-menstruais, como dores de cabeça, dor abdominal e náusea, são comuns nas primeiras semanas após o início da pílula contraceptiva, devido a grandes alterações hormonais.

O que fazer: É recomendado que você consulte um ginecologista quando esses sintomas impedirem as atividades diárias ou levarem mais de 3 meses para desaparecer, pois pode ser necessário mudar o tipo de comprimido.

2. Alteração no fluxo menstrual:

Depois de iniciar o controle da natalidade, há geralmente uma diminuição na quantidade e duração do sangramento durante a menstruação, bem como escapar dos sangramentos entre cada ciclo menstrual, especialmente no uso de pílulas de baixa dosagem que tornam o revestimento do útero mais fino e mais frágil.

O que fazer: Você pode precisar tomar uma pílula com doses mais altas sempre que ocorrer sangramento ou manchas em mais de três ciclos menstruais seguidos.

3. Ganho de peso:

O ganho de peso pode surgir quando as alterações hormonais provocadas pela pílula levam a um aumento na vontade de comer. Além disso, algumas pílulas anticoncepcionais também podem causar retenção de líquidos devido ao acúmulo de sódio e nos tecidos do corpo, levando ao aumento do peso corporal.

O que fazer: Você deve manter uma dieta saudável e equilibrada, bem como se exercitar regularmente. No entanto, quando uma mulher suspeita de retenção de líquidos devido ao inchaço das pernas, por exemplo, ela deve consultar seu ginecologista para trocar a pílula anticoncepcional ou tomar um remédio diurético.

4. Espinhas:

Embora a pílula anticoncepcional seja frequentemente usada como um tratamento para prevenir o aparecimento da acne na adolescência, algumas mulheres que usam uma mini-pílula podem ter aumentado as espinhas nos primeiros meses de uso.

O que fazer: Quando a acne aparece ou piora após o início da Pílula É aconselhável informar o seu ginecologista e ver um dermatologista para ajustar o tratamento ou começar a usar cremes anti-acne.

5. Humor:

As oscilações de humor decorrem principalmente do uso prolongado da pílula contraceptiva com uma alta dose hormonal. Uma vez que altos níveis de estrogênio e progestina podem diminuir a produção de serotonina, um hormônio que melhora o humor e pode aumentar o risco de depressão.

O que fazer: É recomendável que você consulte seu ginecologista para alterar o tipo de pílula. Ou iniciar um método diferente de contracepção, como DIU ou Diafragma, por exemplo.

6. Desejo sexual diminuído:

A pílula anticoncepcional pode diminuir os níveis de desejo sexual devido à redução da produção de testosterona no corpo. No entanto, esse efeito é mais frequente em mulheres com altos níveis de ansiedade.

O que fazer: Você deve consultar seu ginecologista para ajustar os níveis hormonais da pílula ou iniciar a reposição hormonal para evitar que o desejo sexual diminua.

7. Maior risco de trombose:

A pílula contraceptiva pode aumentar o risco de trombose venosa profunda da água. Quando a mulher tem outros fatores de risco cardiovascular, como pressão alta, diabetes ou colesterol alto.

O que fazer: Você deve manter uma dieta saudável e fazer exercícios regularmente. Além de ir regularmente a consultas com um clínico geral para avaliar a pressão arterial. O açúcar no sangue e o colesterol para prevenir a formação de coágulos sanguíneos que podem causar trombose nas veias profundas da pele.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário