Bupropiona – Para que Serve, Dosagem e Efeitos Colaterais

Revisado por

Drª. Valeria Carneiro Graduada em Ginecologia e Obstetrícia!

Especialista do Dicas de Saúde

Bupropiona – Para que Serve, Dosagem e Efeitos Colaterais
4.8 (96%) 170 votos

Bupropiona – Para que Serve, Dosagem e Efeitos Colaterais. Além disso, a bupropiona é um medicamento que inicialmente era usado como antidepressivo, mas que se mostrou eficaz para tratamentos para parar de fumar, por amenizar os sintomas da abstinência do tabaco. Isso foi percebido em ensaios clínicos, quando os pacientes fumantes começaram a queixar-se de não sentir mais tanta vontade de fumar. A bupropiona vem sendo utilizada para essa finalidade há 20 anos. Então, confira Bupropiona – Para que Serve, Dosagem e Efeitos Colaterais.

BupropionaPara que Serve Bupropiona: Normalmente a bupropiona é dada a pacientes que possuem dependência elevada ao cigarro e que não esteja conseguindo parar de fumar devido aos sintomas da abstinência ao fumo. É comum que o médico meça o nível de dependência e o indique para quem fume 20 ou mais cigarro ou tenha pontuado acima de cinco em teste específico, chamado de Teste de Fagerström.

A bupropiona Pode ser útil para fumantes que também tenham algum transtorno psiquiátrico significativo. Mas isso normalmente é avaliado por um médico, tanto que é necessário a prescrição médica para o uso desse medicamento. Então, confira Bupropiona – Para que Serve, Como Tomar e Efeitos Colaterais.

Como Usar Bupropiona: O uso da Bupropiona começa com 150mg, 1 comprimido por dia durante três dias, passando para 300mg, dois comprimidos por dia a partir do quarto dia. Lembrando que os dois comprimidos não podem ser tomados juntos e tem que dar um intervalo de no mínimo oito horas entre as dosagens. Tomar sempre bupropiona com um copo de água, preferência logo depois da refeição.

Efeitos Colaterais da Bupropiona : O consumo excessivo e a longo prazo da bupropiona pode resultar em convulsões. Não é recomendável tomar mais que 150 mg em uma dosagem única e nunca mais que 450 mg por dia. Também podem ocorrer dores no estômago, se você consumir o medicamento sozinho, sem alimentos para acompanhar a digestão.

O uso contínuo da Bupropiona  pode ocasionar insônias, deixar a boca seca, vômitos e náuseas. Se você consumir a bupropiona de forma própria e sem recomendação médica, pode sentir dores articulares, dores de garganta, você também poderá sentir gostos estranhos, tonturas e sua visão poderá permanecer turva, além de constipação. Em caso desses efeitos colaterais, busque o médico que receitou o uso desse medicamento.

Se você utilizar Bupropiona sem acompanhamento médico, também poderá sentir dores no peito, desmaios, desequilíbrio nos batimentos cardíacos, dores de cabeça, zumbidos no ouvido e alterações mentais e de humor, como ansiedade, confusão e alucinações; não tome a Bupropiona de forma própria. O consumo de bebidas alcoólicas pode aumentar a possibilidade de ocorrência de convulsões, não esquecendo também das possíveis reações alérgicas.

Contra Indicações da Bupropiona : A Bupropiona é um remédio de tarja vermelha. Sua comercialização é feita mediante receita com duas vias, sendo que uma é retida pela farmácia. O medicamento pode ser encontrado com os nomes comerciais Welbutrin XL, Zetron, Zuban e Bup. A apresentação é em caixas contendo 10, 12, 15, 30 ou 60 comprimidos.

Antes de ingeri-lo, verifique se cada comprimido é roxo, biconvexo e circular. Os efeitos colaterais da Bupropiona descritos e quaisquer outras reações desagradáveis durante o tratamento devem ser imediatamente comunicadas ao médico.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Valéria Carneiro

Drª. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *