As 10 Principais Causas da Infertilidade Feminina

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

As Principais Causas da Infertilidade Feminina são muitas e variadas. Além disso, podem ser difíceis de determinar, mas pode incluir níveis inadequados de certos hormônios em homens e mulheres e problemas de ovulação nas mulheres.O principal sintoma da  Infertilidade Feminina é a incapacidade de engravidar. Em muitos casos, não há outros sintomas. Muitos tratamentos melhoram significativamente as chances de engravidar.

Causas da Infertilidade Feminina
Causas da Infertilidade Feminina

Estes incluem tratamentos hormonais, medicamentos para a fertilidade e cirurgia. Além disso, a reprodução assistida utiliza várias técnicas médicas para fertilizar um óvulo.

Muitos casais tentam engravidar durante quatro ou seis meses, não conseguem, e já entram em pânico pensando que têm algum problema de infertilidade. Mas isso não é verdade! A chance de um casal fértil engravidar é de 15% a 25% por mês de tentativa. Confira As 10 Principais Causas da Infertilidade Feminina.

Idade: A idade é o primeiro fator de prognóstico da Infertilidade Feminina. Isso porque a quantidade e a qualidade de óvulos reduzem com o passar dos anos, diminuindo, assim, a chance de uma gravidez natural.

Infecções: Outra das possíveis causas da Infertilidade Feminina são as Infecções pélvicas. Causadas por fungos, vírus ou bactérias, elas podem ocasionar alterações nas tubas uterinas e outros órgãos sexuais das mulheres, devido à presença de inflamações do endométrio.Isso faz com que esses órgãos percam suas funções, o que prejudica a fertilização e a implantação dos óvulos no útero. Causando, assim, a dificuldade de engravidar e uma possível infertilidade.

Essas infecções são, muitas vezes, assintomáticas. Por isso, fazer visitas periódicas ao ginecologista é essencial para diagnosticar precocemente as infecções e, com isso, dar início ao tratamento, evitando complicações.

Aderências Pélvicas: A aderência pode ser causada por infecções, endometriose ou cirurgia prévia. Estes fatores podem acarretar na aglutinação de órgãos (aderências), ocasionando distorção da anatomia local, dor ou Infertilidade Feminina.

Causas Genéticas: Este é uma das causas de Infertilidade Feminina mais abundante. Acontece principalmente em mulheres de mais idade, sendo esta uma das explicações para falha de implantação (a fertilização in vitro) não dar certo.

Endometriose: Quando se trata de Infertilidade Feminina está doença é bastante retratada. Caracterizada pela presença do endométrio – tecido que reveste o interior do útero – fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da pelve: trompas, ovários, intestinos e bexiga. É importante destacar que a doença acomete mulheres a partir da primeira menstruação e pode se estender até a última. Geralmente, o diagnóstico acontece quando a paciente está na faixa dos 30 anos.

Fator Tuboperitonial: Para que ocorra o encontro entre o espermatozoide ejaculado e o óvulo liberado pelo ovário, é preciso que o caminho esteja livre. A tuba uterina se presta a este serviço de ligação entre a cavidade uterina e o ovário.

Em alguns casos, por causas diversas, como alterações infecciosas (clamídia, gonorreia, apendicite), endometriose, danos por gestações ectópicas (fora do útero), ou cirurgias pélvicas (laqueadura tubária, cirurgia anexial), a mulher pode ter esse caminho bloqueado, impedindo o encontro dos gametas. Por isso umas das complicações desse fator é a Infertilidade Feminina.

Obstrução nas Trompas: Trompas (ou tubas uterinas) bloqueadas ou danificadas causam Infertilidade Feminina, pois impedem que os óvulos cheguem ao útero e, consequentemente, o espermatozoide ao óvulo. Causas principais: doença inflamatória pélvica, doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia, e laqueadura anterior.

Síndrome dos Ovários Policísticos: Há um desequilíbrio hormonal, os ovários contêm inúmeros pequenos cistos e a ovulação não ocorre regularmente, que ocasiona em Infertilidade Feminina.

Causas da Infertilidade Feminina
Causas da Infertilidade Feminina

Alteração da Ovulação: Estresse, exercícios físicos exagerados, obesidade, doenças da tireoide e complicações em outras glândulas hormonais podem comprometer a Infertilidade Feminina. Esses problemas podem levar a ovulações esporádicas, o que dificulta a gravidez, ou podem interromper a ovulação, o que leva à Infertilidade Feminina.

Outras alterações hormonais causam doenças como a dos ovários policísticos, que ao se desenvolver, também causa infertilidade à paciente.

Problemas no Formato do Útero: O útero normal apresenta formato de uma pera, tendo o tamanho de seu punho fechado. É formado por uma parede muscular chamada de miométrio e é oco por dentro, formando a cavidade endometrial. A maioria das mulheres apresentam útero anatomicamente normal, mas estima-se que 0,1 a 3,2% das mulheres apresentam alguma malformação uterina o que resulta em Infertilidade Feminina. As malformações decorrem de alterações no momento do desenvolvimento do órgão, no início da vida fetal.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

As 2 Principais Receitas de Sucos Para Eliminar Gordura

Como Eliminar Mau Hálito Usando Bicarbonato de Sódio