Afta – Causas, Sintomas e Tratamento

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

Afta – Causas, Sintomas e Tratamento
4.8 (95.97%) 139 votos

Afta – Causas, Sintomas e Tratamento que muitos ignoram e chegam a confundir com herpes labial. Além disso, a afta incomoda a humanidade desde os tempos mais remotos. Hipócrates cunhou o termo médico – aphthous stomatitis – no século IV a.C. Estas lesões, do tipo cratera, podem ocorrer sobre ou embaixo da língua ou, ainda, pelo lado de dentro das bochechas. Ainda não foi provado se têm origem em algum vírus nem se são contagiosas ou indiquem alguma outra doença. Então, confira agora sobre a Afta – Causas, Sintomas e Tratamento.

AftaCausas da Afta: Não se sabe quais são as causas das afta e não existem medicamentos conhecidos para isso. Para algumas pessoas elas são consequência de uma situação de estresse e este, por sua vez, também pode ser considerado um efeito colateral. A hereditariedade parece ter alguma responsabilidade nisso e algumas mulheres acreditam que as aftas costumam surgir durante os períodos menstruais.

Outros acreditam que alimentos como chocolate, nozes salgadas ou batata chips podem causar um acesso de afta, ou que a alergia a determinados alimentos também pode desencadear a ocorrência. Não existem provas, mas não há mal algum em seguir a intuição. Suspeita-se também de que pequenos incidentes com trauma possam ser os responsáveis. Exemplos: morder a língua ou o lado de dentro da bochecha, escovar os dentes com uma escova de cerdas duras, machucar-se por causa de um dente pontudo, de uma dentadura irregular, ou queimar a boca com comida ou liquido quente.

Sintomas da Afta: Herpes labial, ou herpes simples

  • Doloridas, com prurido e bolhas, normalmente ocorrem nos lábios.
  • Queimação, prurido e/ou sensação de dormência sempre antes de aparecer a bolha.
  • A bolha se rompe em algumas horas, formando uma pequena ferida.

 

 

Tratamento Caseiro Para Aftas: A primeira droga aprovada pelo FDA para o tratamento exclusivo de afta é a amlexanox, que parece diminuir a dor e acelerar a cura, Os sintomas duram somente um ou dois dias. Algumas medidas podem aliviar o desconforto que as afta.

  • Colocar gelo quebrado sobre a ulceração.
  • Isto deverá amortecer o local e diminuir a dor, causando mais alívio.
  • Evitar alimentos condimentados.
  • Alimentos abrasivos, ácidos e muito temperados podem irritar a ulceração.
  • Escovar os dentes com cuidado.
  • Uma escova de dentes com cerdas macias deverá minimizar a irritação.
  • Analgésicos. Se a afta incomodar muito, você pode comprar um analgésico sem receita médica ou um gel protetor para reduzir a dor e a inflamação.

 

Como evitar as Aftas: A inda não está claro como prevenir as afta, mas as medidas a seguir podem ajudar.

  • Manter a boca limpa e saudável. Escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia e usar o fio dental regularmente.
  • Você pode também mudar de pasta de dente.
  • Um agente de limpeza encontrado na maioria das pastas, sulfato laurio de sódio, pode agravar as afta.
  • Se você tem afta recorrentes, deve mudar para um dentifrício em pó, passar bicarbonato de sódio ou outro produto de limpeza sem este ingrediente
  • Parar de morder. Qualquer lesão dentro da boca pode infeccionar. Se você fica mordendo, mesmo que inconscientemente, o lado de dentro da boca deve evitar esse procedimento.
  • Evitar qualquer coisa que machuque a boca como escovas de dentes duras, palitos de dente e ossos das carnes.
  • Determinar quais alimentos desencadeiam o problema. Evitar estes alimentos.

 

Afta CausasQuando Buscar Atendimento Médico: Contatar um médico caso a dor se agrave e seja difícil tomar líquidos; se a ulceração aumentar, durar mais de duas semanas e causar febre ou for recorrente. Se for causada pelo uso de dentaduras você deve procurar o dentista.

 

 

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista. Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *