Saúde dos Olhos

Alergias Oculares – Causas, Sintomas e Tratamentos

alergia ocular

Alergias Oculares – Causas, Sintomas e Tratamentos. Além disso, alergias oculares são reações alérgicas que acometem os olhos ou estruturas próximas aos olhos, como as pálpebras, as reações alérgicas são respostas exageradas do sistema imunológico (sistema de defesas do corpo) a uma determinada substância, que é chamada de alergeno . Portanto, alergeno é qualquer substância capaz de produzir uma reação alérgica.

Alergias Oculares

Causas das Alergias Oculares: Existe um número imenso de substâncias capazes de produzir reações alérgicas as quais são chamadas de alergenos ,como já mencionamos. Na maioria das vezes, as alergias oculares são desencadeadas por poeira, fumaça, pólen, ácaros, alimentos de origem marinha (camarão, lagosta e outros frutos do mar), medicamentos, produtos de beleza (maquiagens, perfumes, sabonetes, etc) e diversas outras substâncias, como tintas, solventes, agrotóxicos e inseticidas, por exemplo.

Sintomas das Alergias Oculares: O paciente sente coceira nos olhos, lacrimejamento, fotofobia (luz incomodando) e aumento da secreção ocular ocular. Adultos e crianças podem apresentar alergia ocular e existem diferentes tipos de alergia, alguns são causados por substâncias especificas como creme de proteção solar ou maquiagem e outros causados por substâncias presentes no ambiente como pólen, pelo de animais, ácaros, etc. Em ambos os casos existe uma predisposição do organismo do paciente para ter a alergia .

Tipos de Alergias Oculares: As alergias oculares mais frequentes são as conjuntivites alérgicas, que consistem em um quadro de conjuntivites (olhos vermelhos, coceira , lacrimejamento, edema palpebral), devido à exposição a um alergeno . Outro tipo de alergia ocular é a cerato-conjuntivites primaveril, também conhecida como cerato-conjuntivites vernal. A cerato-conjuntivites vernal é um quadro mais grave de alergia ocular que ocorre geralmente em meninos, dos 5 aos 15 anos de idade, sendo mais acentuada nos meses de primavera e verão. Nestes casos, além de afetar a conjuntiva, ocorre também o acometimento da córnea, podendo prejudicar muito a visão do paciente, se não tratado adequadamente.

Quem Pode Ter Alergias Oculares: Qualquer pessoa pode desenvolver uma alergia ocular. Pacientes portadores de rinite alérgica, asma ou alergias de pele apresentam mais chances de ter alergias oculares.

Alergia Ocular

Prevenção Para Alergias Oculares:

  • Manter o filtro do ar condicionado sempre limpo;
  • Evite excesso de tecidos que acumulem poeira, como cortinas, carpetes e bichos de pelúcia, por exemplo;
  • Forrar travesseiros com capas impermeáveis;
  • Evite medicações ou produtos que já tenham causado alergia anteriormente;
  • Manter os ambientes arejados e com boa exposição solar;
  • Evitar animais domésticos dentro de casa, especialmente aqueles que soltam muitos pelos;
  • Evitar o uso de vassoura; prefira pano úmido para retirar a poeira.

Tratamento para Alergias Oculares: Existem diversas formas de tratamento para as alergias oculares, como uso de colírios específicos e medicações sistêmicas. Assim, cada caso deverá ser avaliado individualmente, a fim de escolher o tratamento mais
apropriado para o paciente. Consulte seu oftalmologista. Ele é o profissional capacitado para lhe orientar sobre o tratamento mais adequado para o seu caso.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Graduada em jornalismo com especialização em Marketing social na UFMG Universidade Federal de Minas Gerais, escreve artigos com conteúdos sobre beleza, saúde e bem estar com noções de SEO e tem a dinâmica e versatilidade na elaboração de artigos.

2 comentários

  • […] – você pode usa-la  triturada como substituto de ovos ou manteiga, ótimo para pessoas com alergias ou que desejam diminuir a ingestão de […]

  • […] disso, alergias oculares podem ser o resultado de muitas coisas, mas pólen, pelos de animais, poeira e mofo são as causas […]

Deixe um comentário