Doenças e Tratamentos

Agorafobia – O que é, Sintomas e Tratamento

Agorafobia

Agorafobia – O que é, Sintomas e Tratamento que todos devem ficar atentos. Além disso, a Agorafobia é um transtorno de ansiedade caracterizado por um intenso medo ou pavor de estar em locais onde fugir seria difícil ou embaraçoso. Esses locais incluem aviões e ônibus. Aqueles com agorafobia pode ter medo de sair de casa, e a condição se manifesta com sintomas físicos intensos de medo e ansiedade. Então, confira tudo sobre Agorafobia – O que é, Sintomas e Tratamento:

AgorafobiaO que é Agorafobia: Agorafobia é um tipo de transtorno de ansiedade em que a pessoa teme e, muitas vezes evita lugares ou situações que possam entrar em pânico e fazer ela se sentir presa, desamparado ou envergonhada.

Sintomas de Agorafobia: Indivíduos com Agorafobia muitas vezes: tem humor deprimido e exibem comportamentos ansiosos ou com medo. Experimentam a ansiedade de lugares ou situações onde escapar pode ser difícil e podem sofrer de ataques de pânico. Situações problemáticas comuns incluem estar fora de casa, viajando em um carro, atravessando uma ponte, ou estar em multidões. Antes de diagnosticar, psicólogos precisam descartar outras doenças específicas, tais como fobias sociais, e estresse pós-traumático.

Causas da Agorafobia: O aparecimento da Agorafobia frequentemente é causado por um acontecimento trágico ou por um trauma psíquico (divórcio, falecimento, acidente) que desencadeia ataques de pânico. Haveria, também, um fator hereditário. Com efeito, ter um dos pais com Agorafobia aumentaria os riscos de sofrer da doença um dia.

Quando Surge a Agorafobia: A pessoa apresenta o que é chamado de “medo do medo”, e esse medo do seu próprio medo, metaforicamente, poderia ser comparado com a criança que tem medo da sua própria sombra e tenta escapar. Isto leva a pessoa a tentar evitar todas as situações onde o ataque ocorreu e até mesmo aquelas situações onde ele nunca se manifestou.

Tratamentos da Agorafobia: Medicamentos psiquiátricos, tais como SSRIs e benzodiazepinas podem ter efeito no tratamento de agorafóbicos que também experimentam ataques de pânico. Os tratamentos tendem a ser mais eficazes quando combinados com terapia comportamental. Dessensibilização sistemática também pode ser eficaz. Esta abordagem envolve gradual exposição a situações temidas da vida real.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Técnico em informática, Cursando Sistema em informação, hábil em seo, estrutura de dados, e apaixonado por musculação, boa alimentação e bem estar. Buscando sempre informação de forma segura com profissionais qualificados no assunto.

Deixe um comentário