Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Câncer Dicas de Saúde Dicas Para Pele Doenças

Melanoma – O que é, Causas e Sintomas

Melanoma – O que é, Causas e Sintomas que muitos desconhecem. Além disso, o Melanoma é tumor maligno originário dos melanócitos e ocorre em partes como pele, olhos, orelhas, trato gastrointestinal, membranas mucosas e genitais.

Um dos tumores mais perigosos, o Melanoma tem a capacidade de invadir qualquer órgão, criando metástases, inclusive no cérebro e coração, portanto, é um câncer com grande letalidade. O Melanoma cutâneo tem incidência bem inferior aos outros tipos de câncer de pele, mas sua incidência está aumentando no mundo inteiro.

Melanoma se inicia nos melanócitos, que são as células da pele que produzem melanina, a substância que dá cor à pele. Assim, o Melanoma é mais frequente quando existem lesões frequentes nessas células, o que pode acontecer devido à exposição prolongada ao sol e, principalmente, queimaduras solares.

Causas do melanoma: O Melanoma como acontece com todos os cancer, é investigado e está em curso sobre as causas do Melanoma. As pessoas com certos tipos de pele são mais propensas a desenvolver Melanoma, com os seguintes fatores associados a uma maior incidência de câncer de pele:

  • A mudança de aparência nos moles da pele deve suscitar suspeitas de melanoma;
  • Alta densidade de freática ou tendência a desenvolver sardas após o sol;
  • Número elevado de toupeiras;
  • Cinco ou mais toupeiras atípicas;
  • Presença de lentiginas actínicas (pequenas manchas cinza-marrom também conhecidas como manchas de fígado, manchas solares ou manchas da idade);
  • Nevo melanorítico congênito gigante (marcas de pele marrom presentes no nascimento – marcas de nascimento)
  • Pele pálida que não brilha facilmente e queima;
  • Olhos coloridos;
  • Cabelo vermelho ou de cor clara;
  • Exposição elevada ao sol, especialmente se produzem queimaduras solares e especialmente se a exposição ao sol é intermitente em vez de regular;
  • Idade, o risco aumenta com a idade;
  • História familiar ou pessoal de melanoma;
  • Ser feminino;
  • Ter um transplante de órgão.

Tipos de Melanoma: O tipo de Melanoma varia de acordo com o local de surgimento e a sua forma de desenvolvimento, sendo que os primeiros 4 tipos são:

  • Melanoma Extensivo Superficial: A Melanoma extensivo superficial é o tipo mais comum de Melanoma que se desenvolve inicialmente nas células mais superficiais da pele, demorando mais tempo para chegar em outros órgãos;
  • Melanoma Lentiginoso Acral: A Melanoma lentiginoso acral também atinge inicialmente as camadas mais superficiais da pele, especialmente das palmas das mãos, solas dos pés e unhas, sendo o Melanoma mais comum em negros, asiáticos e hispânicos;
  • Melanoma Lentigo Maligno: O Melanoma lentigo maligno mais observado em áreas que estão mais expostas ao sol, como face, pescoço e dorso das mãos, geralmente em pacientes idosos;
  • Melanoma Nodular: O Melanoma nodular é o tipo de Melanoma mais agressivo, atingindo outros locais do corpo desde o início. Começa como uma mancha elevada preta, azulada ou vermelha azulada.

Os tipos de Melanoma mais fáceis de curar completamente são os que se desenvolvem nas camadas mais superficiais da pele, desde que diagnosticados nessa fase. Quando o Melanoma começa a atingir camadas mais profundas ou outros órgãos, o tratamento é mais difícil e as chances de cura são menores.

Sintomas de Melanoma: O Melanoma pode surgir de diferentes maneiras e em qualquer parte do corpo, inclusive em áreas não expostas ao sol, por exemplo:

  • Uma nova mancha, de forma irregular, marrom escura com áreas mais escuras ou pretas.
  • Um sinal de nascença simples que muda de cor (escurecendo), tamanho (crescendo), ou textura (tornando-se endurecida), e descasca ou sangra.
  • Uma lesão com borda irregular com área ou pontos vermelhos, brancos, azuis, cinzas ou preto-azulado.
  • Uma nova protuberância brilhante, firme, em qualquer parte do corpo.
  • Manchas escuras sob as unhas de mãos ou pés, nas palmas das mãos, plantas dos pés, ou nas membranas mucosas.

Outros sinais de alerta do Melanoma são:

  • Uma ferida que não cicatriza.
  • Expansão do pigmento de uma mancha na pele.
  • Vermelhidão ou inchaço.
  • Coceira, sensibilidade ou dor.
  • Mudança na superfície da pinta.

Tratamento do Melanoma: O tratamento para o Melanoma deve ser orientado por um oncologista ou dermatologista, pois dependendo do grau de desenvolvimento pode ser necessário apenas fazer cirurgia para retirar o tumor e atingir a cura, ou pode ser necessário fazer outros tratamentos como quimioterapia ou radioterapia.

Prevenção do Melanoma: O Melanoma pode ser prevenido com mudanças comportamentais, como menor exposição ao sol e evitar exposição direta nos horários mais quentes do dia e a utilização de protetores solares, bonés, óculos escuros e roupas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.