Dengue Hemorrágica – O que é, Sintomas e Tratamentos!

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Dengue Hemorrágica – O que é, Sintomas e Tratamentos desta agravação de dengue que sofre alterações na coagulação sanguínea. Além disso, se a Dengue Hemorrágica não for tratada com rapidez pode levar à morte. A Dengue Hemorrágica é uma reação grave do organismo ao vírus da dengue que provoca o surgimento de sangramentos, especialmente nos olhos, gengiva, ouvidos e nariz, por exemplo.

Geralmente, a Dengue Hemorrágica é mais frequente em pacientes que apresentam dengue pela 2ª vez, diferenciando-se por volta do 3º dia com o surgimento de hemorragias após o aparecimento da dor no fundo dos olhos, febre e dor pelo corpo, que são os sintomas da dengue clássica.

Dengue Hemorrágica

Causas da Dengue Hemorrágica: A transmissão da dengue ocorre através da picada do mosquito Aedes que, após um período de 10 a 14 dias após ter sido contaminado ao alimentar-se de sangue humano com o vírus da dengue pode transportar o respectivo vírus durante toda a sua vida. A dengue não é transmitida de pessoa para pessoa.

O ciclo de transmissão ocorre do seguinte modo: a fêmea do mosquito deposita seus ovos em recipientes com água. Ao saírem dos ovos, as larvas vivem na água por cerca de uma semana. Após este período, transformam-se em mosquitos adultos, prontos para picar as pessoas.

O Aedes aegypti procria em velocidade prodigiosa e o mosquito da dengue adulto vive em média 45 dias. Uma vez que o indivíduo é picado, demora no geral de três a 15 dias para a doença se manifestar, sendo mais comum cinco a seis dias.

A transmissão da dengue raramente ocorre em temperaturas abaixo de 16° C, sendo que a mais propícia gira em torno de 30° a 32° C – por isso a doença se desenvolve mais em áreas tropicais e subtropicais. A fêmea coloca os ovos em condições adequadas (lugar quente e úmido) e em 48 horas o embrião se desenvolve.

É importante lembrar que os ovos que carregam o embrião do mosquito da dengue podem suportar até um ano a seca e serem transportados por longas distâncias, grudados nas bordas dos recipientes.

Essa é uma das razões para a difícil erradicação do mosquito. Para passar da fase do ovo até a fase adulta, o inseto demora dez dias, em média. Os mosquitos acasalam no primeiro ou no segundo dia após se tornarem adultos.

Depois, as fêmeas passam a se alimentar de sangue, que possui as proteínas necessárias para o desenvolvimento dos ovos. O mosquito Aedes aegypti mede menos de um centímetro, tem aparência inofensiva, cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas.

Costuma picar, transmitindo a dengue nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde, evitando o sol forte, mas, mesmo nas horas quentes, ele pode atacar à sombra, dentro ou fora de casa. Há suspeitas de que alguns ataquem durante a noite.

O indivíduo não percebe a picada, pois não dói e nem coça no momento da alimentação do mosquito. A fêmea do Aedes aegypti voa até mil metros de distância de seus ovos. Com isso, os pesquisadores descobriram que a capacidade do mosquito é maior do que os especialistas acreditavam.

Qualquer um dos quatro sorotipos da dengue pode causar Dengue Hemorrágica. Dificilmente a Dengue Hemorrágica acontece quando a pessoa é infectada pela primeira vez, mas as chances aumentam na segunda, terceira ou quarta infecções.

O que é Dengue Hemorrágica

Sintomas da Dengue Hemorrágica: Os sintomas da Dengue Hemorrágica são inicialmente os mesmos da denguecomum, no entanto, após cerca de 3 dias, surgem sinais de hemorragias, tais como:

  • Pintinhas vermelhas na pele
  • Sangramento da gengiva, boca, nariz, ouvidos ou intestinos
  • Vômitos persistentes;
  • Dor abdominal intensa;
  • Pele fria e úmida;
  • Boca seca e sensação constante de sede;
  • Olhos vermelhos;
  • Pulso fraco e rápido.

​Caso haja suspeita de se estar com dengue é recomendado ir ao médico o mais rápido possível para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado.

Causas da Dengue Hemorrágica

Tratamentos da Dengue Hemorrágica: Não há um tratamento específico para a dengue Hemorrágica. É importante apenas tomar muito líquido para evitar a desidratação. Caso você esteja com dores e febre, pode ser receitado algum medicamento antitérmico, como o paracetamol. Em alguns casos, é necessária internação para hidratação endovenosa e, nos casos graves, tratamento em unidade de terapia intensiva.

Pacientes com Dengue Hemorrágica devem evitar medicamentos a base de ácido acetilsalicílico (aspirina) ou que contenham a substância associada. Outros anti-inflamatórios não hormonais (diclofenaco, ibuprofeno e piroxicam) também devem ser evitados. O uso dessas medicações pode aumentar o risco de sangramentos. No caso da Dengue Hemorrágica, outros cuidados podem ser tomados, como:

  • Uma transfusão de sangue ou plaquetas pode corrigir os problemas de sangramento
  • Soro ou eletrólitos intravenosos para corrigir o desequilíbrio de eletrólitos
  • Oxigenoterapia para tratar um nível excessivamente baixo de oxigênio no sangue
  • Reidratação com soro intravenoso para tratar a desidratação
  • Cuidados assistenciais em uma unidade/ambiente de tratamento intensivo.
0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Chá Branco Beach Para Secar 8kg em 13 Dias

Os 8 Benefícios da Jurubeba Para Saúde