Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Beleza e Estética Dicas de Saúde Dicas Para Cabelo

Como Acabar com a Caspa com Apenas 1 Ingrediente

Como Acabar com a Caspa com Apenas 1 Ingrediente é simples, pois para Acabar com a Caspa não é uma tarefe simples, quando não sabemos quais os produtos e as maneiras certas de realizar um tratamento eficaz contra a Caspa. No entanto, você irá conhecer mais sobre esse problema, pois é um dos desejo das muitas pessoas que sofre com a Caspa, então saber Como Acabar com a Caspa com Apenas 1 Ingrediente é vital para que além da estética a saúde do couro cabeludo e do cabelo seja melhorada.

O que é Caspa: A nossa pele se renova a cada dia, e o couro cabeludo também se descama naturalmente devido à renovação de suas células que dão lugar a uma nova pele. A descamação fininha e quase invisível é normal, porém quando a pessoa perde pedaços de pele, aqueles flocos mais brancos, trata-se de uma inflamação no couro cabeludo chamada de Dermatite Seborreica. A Dermatite Seborreica, conhecida popularmente como Caspa não é uma uma doença e não tem nada a ver com falta de higiene.

Tanto a Caspa quando a seborreia são problemas que afligem o couro cabeludo, e são muito comuns, podendo ocorrer em pessoas de qualquer idade. Isso os transformam em problemas que podem causar incômodos e inconvenientes às pessoas. Quando há a presença de Caspa em forma de escama, pode ser que o couro cabeludo tenha ressecado, por isso solta pequenas partículas que costumam cair sobre os ombros e causar uma situação constrangedora quando usamos roupas escuras.

Pessoas que sofrem desse problema sentem-se constrangidas e coagidas na hora de deixar o cabelo solto. No caso da seborreia o problema é ainda mais grave, já que se formam crostas no couro cabeludo, que descamam, causando vermelhidão, coceira e perda de cabelo em alguns casos, além de um tipo de infecção.

Tipos de Caspa: A Caspa pode ser caracterizada em 2 formas, a Caspa seca e a Caspa oleosa. A Caspa pode se apresentar de várias formas, mas ha 2 principais:

  • Pityriasis capitis ou Caspa seca: descamação fina, difusa, não aderida ao couro cabeludo e com poucos sinais inflamatórios
  • Ptyriasis steatoides ou Caspa oleosa: quadro clínico extenso, com escamas gordurosas e amareladas bem aderidas aos fios e couro cabeludo. Além disso, a resposta inflamatória é intensa, às vezes causando adenomegalia local (aumento nos gânglios linfáticos).

Causas da Caspa: A Caspa pode ter algumas possíveis causas ou fatores agravantes, que são:

  • Alimentação incorreta, sobretudo consumo excessivo de gorduras.
  • Distúrbios ou alterações hormonais (podendo ocorrer um aumento na gravidez) ou glandulares, sendo uma das principais causas a excessiva produção de glândulas sebáceas (presentes no couro cabeludo).
  • Problemas de fins emocionais, como estresse, ansiedade e depressão.
  • Alterações no couro cabeludo, devido a tratamentos no cabelo como tingimentos, alisamentos ou permanentes.
  • A causa, ainda, pode ser um fungo, o Pityrosporum ovale, esse que vive naturalmente no couro cabeludo, por algum outro fator esse pode proliferar-se passando a produzir Caspa e provocando descamação.

Remédio Caseiro Para Tratar a Caspa: Um remédio caseiro que dá excelentes resultados em pouco tempo é o que se prepara com vinagre de maçã, alecrim e menta. Para prepará-lo você precisará de um litro de vinagre de maçã, alguns ramos frescos de alecrim e de menta. Coloque o vinagre em uma garrafa com tampa, adicione os ramos das duas plantas, tampe muito bem e coloque em um lugar escuro à temperatura ambiente. Depois deixe repousar por pelo menos vinte dias. Quando esse tempo acabar, coe e volte a engarrafar. Com esse preparado faça uma massagem suave em todo o couro cabeludo, deixando o remédio atuar por vinte minutos e depois lave o cabelo como de costume.

Para reduzir a produção de Caspa é muito efetivo esfregar o couro cabeludo com vinagre de maçã, que deve ser aplicado fazendo uma massagem suave com os dedos. Deixe atuar durante vinte minutos e depois enxágue com água morna. Esse remédio pode ser usado de duas a três vezes por semana.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.