Dicas de Saúde

Barotraumatismo – O que é, Sintomas e Tratamento

Barotraumatismo – O que é, Sintomas e Tratamento que todos devem ficar atentos. Além disso, o Barotraumatismo é causado por uma diferença de pressão que provoca danos nos tecidos do corpo. O trauma acontece quando o indivíduo experimenta alterações abruptas de atmosfera. A pressão do ambiente exterior está desequilibrada em relação à pressão do organismo, gerando uma série de problemas, como, por exemplo, lesões no ouvido médio. Então, confira Barotraumatismo – O que é, Sintomas e Tratamento:

BarotraumatismoCausas do Barotraumatismo: O aparelho auditivo humano precisa de um equilíbrio para funcionar plenamente. Tanto o ouvido externo quanto o ouvido médio necessitam de uma pressão de igual magnitude para que a membrana elástica possa receber as ondas sonoras e as tornar identificáveis.

A trompa de Eustáquio tem a função de equilibrar a pressão quando ela está desajustada, mesmo se há uma grande diferença na pressão externa. Ela permite que o ar passe da faringe para a caixa timpânica, fazendo com que o ouvido médio esteja em um nível igual ao do ouvido externo.

Sintomas do Barotraumatismo: O Barotraumatismo faz com que seu portador sinta constantes incômodos no ouvido.

Dores no ouvido
• Entupimento do ouvido
• Incômodos gerais
• Perda gradativa da audição

Tratamento do Barotraumatismo: O tratamento depende da gravidade do paciente. Na maioria dos casos de barotrauma a recuperação ocorre sem nenhuma intervenção médica ou tratamento específico. No entanto, existem formas de aliviar a pressão:

• Bocejar
• Fazer exercícios para a respiração
• Ingerir anti histamínicos ou descongestionantes
• Mascar chiclete

Em casos mais graves, o médico pode receitar alguns antibióticos e esteroides para tratar o problema. Existem tratamentos avançados para os casos de Barotraumatismo crônico. São colocados tubos de ventilação no ouvido para estimular o fluxo de ar. Esses tubos são pequenos cilindros que protegem o ouvido de qualquer infecção, e são recomendados, principalmente, para crianças.

Os casos mais graves, nos quais há perfuração do tímpano, podem necessitar de cirurgia. Uma lesão desse porte leva em torno de 2 meses para ser curada. Normalmente o médico recomendará o auto tratamento, mas se os sintomas continuarem pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para evitar um dano permanente no ouvido.

Técnico em informática, Cursando Sistema em informação, hábil em seo, estrutura de dados, e apaixonado por musculação, boa alimentação e bem estar. Buscando sempre informação de forma segura com profissionais qualificados no assunto.

Deixe um comentário