Barotraumatismo – O que é, Sintomas e Tratamento

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

Barotraumatismo – O que é, Sintomas e Tratamento que todos devem ficar atentos. Além disso, o Barotraumatismo é causado por uma diferença de pressão que provoca danos nos tecidos do corpo. O trauma acontece quando o indivíduo experimenta alterações abruptas de atmosfera. A pressão do ambiente exterior está desequilibrada em relação à pressão do organismo, gerando uma série de problemas, como, por exemplo, lesões no ouvido médio. Então, confira Barotraumatismo – O que é, Sintomas e Tratamento:

BarotraumatismoCausas do Barotraumatismo: O aparelho auditivo humano precisa de um equilíbrio para funcionar plenamente. Tanto o ouvido externo quanto o ouvido médio necessitam de uma pressão de igual magnitude para que a membrana elástica possa receber as ondas sonoras e as tornar identificáveis.

A trompa de Eustáquio tem a função de equilibrar a pressão quando ela está desajustada, mesmo se há uma grande diferença na pressão externa. Ela permite que o ar passe da faringe para a caixa timpânica, fazendo com que o ouvido médio esteja em um nível igual ao do ouvido externo.

Sintomas do Barotraumatismo: O Barotraumatismo faz com que seu portador sinta constantes incômodos no ouvido.

Dores no ouvido
• Entupimento do ouvido
• Incômodos gerais
• Perda gradativa da audição

Tratamento do Barotraumatismo: O tratamento depende da gravidade do paciente. Na maioria dos casos de barotrauma a recuperação ocorre sem nenhuma intervenção médica ou tratamento específico. No entanto, existem formas de aliviar a pressão:

• Bocejar
• Fazer exercícios para a respiração
• Ingerir anti histamínicos ou descongestionantes
• Mascar chiclete

Em casos mais graves, o médico pode receitar alguns antibióticos e esteroides para tratar o problema. Existem tratamentos avançados para os casos de Barotraumatismo crônico. São colocados tubos de ventilação no ouvido para estimular o fluxo de ar. Esses tubos são pequenos cilindros que protegem o ouvido de qualquer infecção, e são recomendados, principalmente, para crianças.

Os casos mais graves, nos quais há perfuração do tímpano, podem necessitar de cirurgia. Uma lesão desse porte leva em torno de 2 meses para ser curada. Normalmente o médico recomendará o auto tratamento, mas se os sintomas continuarem pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para evitar um dano permanente no ouvido.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista.

Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Sintomas da Tromboflebite

Os 7 Sintomas da Tromboflebite que Você Não Deve Ignorar

Sintomas do Mal de Parkinson

Os 10 Principais Sintomas do Mal de Parkinson