Receitas Saudáveis

Receita de salada de beterraba com laranja!

receita-de-salada-de-beterraba-com-laranja

A receita de salada de beterraba com laranja é uma boa opção de comida saudável e também pode incluem na sua dieta para ajudar a emagrecer e eliminar retenção de líquidos de forma eficiente, portanto vamos explorar novos sabores, texturas, ingredientes e técnicas de culinária.

receita de salada de beterraba com laranja
receita de salada de beterraba com laranja

O que combina bem com beterraba?

Por causa de sua textura densa e sabor doce, as beterrabas combinam melhor com carnes ricas como porco, peito de boi, pato e presunto, assim como peixes mais oleosos como salmão ou espadarte.

Cozinhar e assar no forno são maneiras maravilhosas de acentuar a doçura natural da beterraba, porque esses métodos de cozimento caramelizam seus açúcares.

Você pode comer beterraba crua em uma salada?

As beterrabas frescas e cruas podem ser finamente raladas em saladas para colorir ou usadas como guarnição para sopa. Não há nenhuma necessidade de casca debeterraba, se você estiver indo para cozinhá-los, porque a pele é facilmente removido uma vez cozido.

Receita de salada de beterraba com laranja:

Ingredientes

– 4 Beterrabas médias cozidas.
– 1 Cebola em fatias.
– 1 Laranja sem casca e sem sementes em fatias.

MOLHO

– 4 colheres (sopa) de suco de puro de Laranja.
– 2 colheres (sopa) de vinagre de maçã.
– 6 colheres (sopa) de azeite.
– 2 colheres (sopa) de cheiro-verde picado.
– ½ colher (chá) de sal.

Modo de preparo

  1. Misture todos os ingredientes do molho em uma vasilha.
  2. Em uma travessa, disponha a beterraba, a Cebola e a Laranja.
  3. Regue com o molho e sirva.
Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Drª. Wanessa Matos Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe um comentário