Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Tabagismo – O que é, Sintomas e Tratamento

Tabagismo – O que é, Sintomas e Tratamento, que todos não devem ignorar. Além disso, o Tabagismo é um comportamento complexo influenciado por diversos fatores, como ambientais, hábitos pessoais, condicionamentos psicossociais e ações biológicas da nicotina. Somente em 1988 o Ministério da Saúde americano declarou o Tabagismo como uma forma de dependência. Então, saiba sobre o Tabagismo – O que é, Sintomas e Tratamento:

O que é Tabagismo: O Tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que 40% da população mundial adulta, isto é, 2,8 bilhões de pessoas (entre as quais 200 milhões de mulheres), sejam fumantes. Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% de toda a população masculina e 12% da população feminina no mundo fumam.

Enquanto nos países em desenvolvimento os fumantes constituem 48% da população masculina e 7% da população feminina, nos países desenvolvidos a participação das mulheres mais do que triplica: 42% dos homens e 24% das mulheres têm o comportamento de fumar.

Causas do Tabagismo: O Tabagismo causa dependência primeiramente devido a nicotina, a substância psicoativa presente na fumaça do cigarro. Além da dependência física causada pela nicotina ainda temos a dependência comportamental que se caracteriza pela rotina associada ao uso do tabaco criada pelo fumante.

Ao ser inalada a nicotina se liga aos receptores nicotínicos cerebrais localizados na região chamada de sistema de recompensa cerebral (SRC) que são ativados liberando a dopamina, neurotransmissor que causa sensações de prazer, satisfação, melhora da atenção, aprendizado, memória. Estes receptores são chamados alfa4beta2.

Os efeitos da nicotina desaparecem ou diminuem após algumas horas de seu consumo e os sintomas desagradáveis – que compõem a Síndrome de Abstinência – surgem, levando ao ciclo da dependência (se fumo me sinto bem, se não fumo me sinto mal). O uso crônico da nicotina leva a uma dessensibilização destes receptores, que por um tempo não respondem à dose de nicotina inalada levando o fumante aumentar o número de cigarros fumados para atingir o mesmo efeito.

Sintomas do Tabagismo: Esta doença, muito corriqueira hoje em dia, resulta de uma intoxicação de tabaco; é agravada pela instalação do hábito e provoca distúrbios respiratórios, digestivos, oculares, nervosos e cardiovasculares. Notou – se que o câncer da bexiga e sobretudo o do pulmão são mais freqüentes nos fumantes; por outro lado, na mulher grávida, o tabaco pode ser responsável por um aborto.

Tratamentos Para o Tabagismo: Então, confira abaixo os tratamentos para o Tabagismo:

  • Primeiro, reduzir ou eliminar ouso do tabaco.
  • Avalia-se em 7 o número máximo de cigarros suportado por dia.
  • Homeopatia
  • Caladium D3 (liquido); tomar de 15 a 20 gotas num pouco de água antes das refeições.
  • Fitoterapia
  • alho (dentes de); Deixar macerando durante uma semana 300 gramas de dentes de alho em 200 gramas de’álcool a 95 tomar uma colher de café em água com açúcar
  • antes das refeições.
  • Citronela (folhas e flores); infusão de 30 gramas por litro; deixar descansar 20 minutos; tomar três xícaras por dia.
  • Fumária (parte aérea); infusão de 40 gramas por litro; deixar descansar 20 minutos; tomar duas xícaras por dia.
  • Time (planta toda); infusão de 30 gramas por litro; deixar descansar 20 minutos; tomar 1-rês xícaras por dia.
  • Acupuntura
  • Sob forma de auriculoterapia.
  • Massoterapia
  • Massagens no corpo todo com uma bucha, ao acordar.
  • Balrieoterapia
  • Alusões frias em todo o corpo, de manhã ao acordar.
  • Ergoterapia
  • Exercícios intensivos, de preferência ao ar livre; esportes.
  • Dietética
  • Seguir uma cura antifumo:

OBS: Suspender qualquer excitante (álcool, chá, carnes); durante as primeiras 18 horas, dieta lúdrica, em seguida, durante outras 48 horas, regime na base de frutas frescas e secas ou de suco de frutas; nos quatro dias seguintes, regime fruto-vegetariano com legumes e cereais (salada de agrião ou suco de agrião); por fim, durante uma semana, regime lactovegetariano tomando tisanas ou água em abundância.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.