Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Dicas para emagrecer

Reeducação Alimentar: Qual a Melhor Época Para Começar

Reeducação Alimentar: Qual a Melhor Época Para Começar, essa é uma das duvidas mais comuns quando surge a necessidade de adotar uma alimentação adequada e a unica opção realmente saudável e a Reeducação Alimentar.

Além disso, a Reeducação Alimentar deveria ser levada a sério desde cedo, já que não é segredo a epidemia de obesidade mundia, inclusive entre as crianças, que estão sob o risco de desenvolver doenças relacionadas á má alimentação, como alteração, difícil de crescimento, diabetes e também graves problemas psicológicos.

Reeducação Alimentar 5Oferecer uma dieta balanceada desde a primeira infância favorece uma vida mais saudável, evitando distúrbios de obesidade na fase adolescente doenças crônica não transmissível. Essas fases são importantíssimas para que os hábitos saudáveis se solidifiquem na vida adultae são seja neessario uma Reeducação Alimentar.

Por isso, é fundamental que os adultos se conscientizem cada vez mais e não se deixem levar pela manipulação das propagandas de comida. Devemos entender que precisamos comer para viver bem e não mal em função da comida

Reeducação Alimentar na Primeira Infância: Nessa fase, após os seis meses, o aparelho digestivo ainda é pequeno e necessita se acostumar com os novos horários da alimentação. Nessa fase a Reeducação Alimentar consiste em apenas oferecer os nutrientes necessários para uma boa saúde. As necessidades nutricionais diferem das demais fases de acordo com a suas características morfológicas e fisiológicas.

Os nutrientes fundamentais são proteínas, lipídios, carboidratos, vitaminas, sais minerais e água. As necessidades calóricas na primeira infância são de duas a três vezes maiores das de um adulto. A introdução de qualquer alimento nessa primeira fase de transição e, por isso, deve ser gradual.

A composição depende da utilização de alimentos diversos, em que cada grupo fornecerá determinado tipo de nutriente. Nessa fase, inicia-se a ingestão de frutas, preparadas em formas de sucos ou papas, e geralmente no horário do lanche da manhã e da tarde, bem como nos intervalos entre as mamadas. O importante é sempre respeitar a regionalidade de cada indivíduo, a estação do ano e também a safra de cada fruta.

A primeira refeição salgada acontecerá entre os seis meses e meio e os sete meses de vida, quando já podem ser introduzidos as hortaliças, os cereais (arroz, batata e mandioca) e as leguminosas (feijão e lentilha). A alimentação salgada deve ser servida em forma de papa e iniciada de forma gradual, com poucas colheradas ( de 3 a 4 colheres de sopa), até atingir a quantidade de 100 a 120 g por refeição.

Reeducação Alimentar na Infância: O ferro e o cálcio são essenciais para o crescimento. Porém, diferentemente do que costuma ser feito, as crianças menores não devem ser alimentadas da mesma maneira que as maiores e muito menos como os adultos- com o passar dos anos, a quantidade e as necessidades de cada grupo alimentar mudam e caso for necessária a Reeducação Alimentar pode ser uma opção. Carboidratos, frutas, leites e seus derivados são importantes e devem ser introduzidos no cardápio.

Nessa fase, o melhor a fazer é uma breve Reeducação Alimentar, que consiste em eliminar refrigerantes, sucos industrializados e biscoitos recheados da dieta, incentivar o consumo de água e sucos naturais durante o dia, manter horários fixos para as refeições, impor limites no que diz respeito a calorias e guloseimas- deixe que a criança saia da “rotina da alimentação” somente uma vez por semana, não oferecer comida como recompensa nem para fazer chantagem, não brincar durante as refeições-a hora de comer deve ser levada a sério, não permitir que substitua a refeição por um lanches, e variar o cardápio- se comer sempre as mesmas coisas, a criança vai enjoar e ficar deficiente de nutrientes.

Nos primeiros anos de vida é recomendado evitar ao máximo a oferta de doces e açúcar, pois é nessa fase em que a criança desenvolver o paladar e também é o momento ideal para adquirir bons hábitos, o que vai fazer com que a Reeducação Alimentar não seja necessária. Se esses alimentos forem bem aceitos, poderão se tornar prioridade inclusive na vida adulta.

Reeducação Alimentar na Pré-Adolescência e Adolescência: A alimentação na pré-adolescência e na adolescência possuem características específicas, considerando o histórico – adequado ou não – da vida nutricional nas primeiras fases da vida. Os hábitos desenvolvidos repercutirão de forma definitiva na pessoa, o que indicará se será ou preciso uma Reeducação Alimentar mais tarde.

As necessidades nutricionais deverão preencher as necessidades de calorias, proteínas, vitaminas e minerais. Nessa fase, o adolescente tende a possuir hábitos alimentares que precisam ser modificados por meio da Reeducação Alimentar.

Substituir lanches por refeições balanceadas e saudáveis, evitar o consumo de refrigerantes e os horários desregrados são algumas das mudanças necessárias. Também é importante avaliar a variedade e a quantidade de alimentos que o jovem consome, adequando o cardápio para o seu dia a dia.

Reeducação Alimentar 3Reeducação Alimentar na Fase Adulta: Na fase adulta, os hábitos alimentares estão mais solidificados e a busca pela Reeducação Alimentar geralmente está relacionada á necessidade da perda de peso ou a alguma patologia associada á má alimentação. Uma Reeducação Alimentar com um dieta rica em hortaliças, legumes e frutas é indispensável para que hortaliças, legumes e frutas são indispensáveis para que mantenha uma qualidade de vida maior.

Evitar o consumo de alimentos ricos em gordura, açúcar e sódio, bem com bebidas alcoólicas, também é fundamental. Também é importante lembrar que, se você tem filhos, serve de modelo para eles. Então, não adianta ensiná-los a se alimentar adequadamente se está dando o exemplo errado.

Reeducação Alimentar na Terceira Idade: Na terceira idade, o olfato, o paladar e a visão estão mais comprometidos, o que pode dificulta na escolha dos comprometidos, o que pode dificultar na escolha dos alimentos. Com o envelhecimento há uma maior propensão á desidratação, mais isso pode ser revertida com um Reeducação Alimentar. Por isso, deve consumir bastante líquido, ainda que não sinta sede. Problemas na dentição também são comuns, então o ideal é que os alimentos tenham uma textura mais macia.

Se possível, preferencialmente, opte por sopas e caldos, que facilitam a mastigação e são digeridos com mais facilidade. Porém, atente-se forem ricas em carboidratos refinados e gorduras, podem aumentar as taxas de glicemia e colesterol, além de provocar obesidade. Como a capacidade de absorção de certos nutrientes fica comprometida, é essencial fazer uma Reeducação Alimentar para de forma natural, aumentar o consumo de verduras, legumes e frutas. A orientação de um nutricionista também é fundamental para que o idoso siga um cardápio adequado ás suas necessidades.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.