Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Ganhar Massa Muscular Nutriente

Proteína – O que é, Como Funciona e Principais Fontes

Proteína – O que é, Como Funciona e Principais Fontes, isso é o que vamos lhe mostrar a partir desse momento. Além disso, a Proteína esta presente em todo o corpo humano, desde o fio do cabelo, músculos, órgãos internos até a unha do pé.

Sem ela, o organismo fica impossibilitado de criar novas células, manter os tecidos saudáveis e defender-se de micro-organismo, através dos anticorpos, que também precisam na Proteína para serem produzidos e trabalham no sistema imunológico protegendo o corpo. O papel deste nutriente é tão essencial que tem participação até na criação de alguns hormônios, como a insulina, que ajuda a regularizar a glicose do sangue, dentre outros que controlam o metabolismo.

ProteínaEntenda Melhor o que é a Proteína: A Proteína pode  ser dividida em estruturas e dinâmicas, dependendo da função exercida no corpo, então intenda como cada uma funciona:

  • Estruturas: formam, sustentam e promovem a manutenção dos tecidos (pele, unha, cabelos).
    A queratina é um exemplo de Proteína estrutural e está presente nos cabelos e nas unhas.
  • Dinâmicas: Têm diversas funções – participam das defesas do organismo, das contrações musculares (inclusive as do coração), controlam o metabolismo e o transporte de substâncias. Alguma Proteína carregam o colesterol, outras funcionam como anticorpos.

O que é a Proteína?: A Proteína é macromoléculas presentes nas células e compostas por uma sequência de aminoácidos, sendo que alguns podem ser sintetizados pelo organismo e outros precisam ser fornecidos via alimentação. Os aminoácidos que não são naturalmente produzidos pelo organismo, sendo obtidos por meio dos alimentos que se ingere são os aminoácidos essenciais. Vela como cada um deles age e onde podem ser encontrados:

Isoleucina: A Isoleucina é um dos aminoácidos que compõem a Proteína, que é indispensável para o sangue, pois é essencial na formação da hemoglobina, que carrega o oxigênio para os tecidos.
Principais Fontes: laticínios, ovo, abóbora, batata, ervilha e oleaginosas.

Leucina: A Leucina é um dos aminoácidos que compõem a Proteína, que é fonte de energia, ela modula os neurotransmissores cerebrais e promove a cicatrização da pele e dos ossos. Esse nutriente é responsável também pela formação e manutenção dos músculos.
Principais Fontes: carne bovina, peixe, amendoim, laticínios, soja, lentilha e no soro do leite, conhecido como whey protein.

Lisina: A Lisina é um dos aminoácidos que compõem a Proteína, que inibe a presença de vírus e favorece a formação dos ossos, cartilagens e outros tecidos conectivos.
Principais Fontes: carne vermelha, ovo, laticínios, feijões, manga e maçã.

Treonina: A Treonina é um dos aminoácidos que compõem a Proteína, que é benéfica para as funções de aprendizado, memória e no controle do temperamento.
Principais Fontes: arroz, feijão, frango, peixes e aspartame.

Triptofano: A Triptofano é um dos aminoácidos que compõem a Proteína, que debilita a produção de serotonina pelo cérebro, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar.
Principais Fontes: feijão, grão-de-bico, ervilha, soja, banana, batata, berinjela, oleaginosas, carnes magras, peixe e leite.

Valina: A Valina é um dos aminoácidos que compõem a Proteína, que favorece a absorção de outros neurotransmissores e é requisitada pelos músculos.
Principais Fontes: carnes, laticínios, ovo, feijão, soja, milho, cebola e alho.

Metionina: A Metionina é um dos aminoácidos que compõem a Proteína, que contribui para a redução dos níveis de colesterol no sangue, promove a desintoxicação do fígado e tem poder antioxidante.
Principais Fontes: laticínios, ovos, leguminosas, alho, castanhas, cogumelos e abóbora.

Histidina: A Leucina é um dos aminoácidos que compõem a Proteína, que é utilizada na produção dos glóbulos brancos e vermelhos do sangue e sua falta pode resultar em anemia, artrite e úlceras digestivas. Atua auxiliando também a pressão arterial, pois tem ação vasodilatadora. O elemento é ainda essencial para o desenvolvimento infantil.
Principais Fontes: leite e seus derivados, leguminosas, frango, peixe, carnes vermelhas.

Aliados da Proteína: Sabe-se que para o organismo absorver adequadamente o ferro ingerido na alimentação, é preciso consumir alimentos com vitamina C. Será que com a Proteína ocorre o mesmo? Sim, segundo nutricionistas, a biomassa de banana verde e iogurte, por exemplos, são aliados quando o quesito é aproveitamento da ingestão de Proteína. Um intestino saudável ajuda a absorver melhor a Proteína. Por isso, consumir alimentos pré-bióticos e probióticos auxilia a melhora a saúde intestinal e absorve melhor a Proteína.

ProteínasQuantidade Ideal de Proteína: Para que não seja exageros e tampouco falta de Proteína no organismo, é preciso dosar a quantidade de ingestão desse nutriente. Pois, se o consumo dor abaixo do indicado, o organismo pode sofrer com problemas como desnutrição e perda de massa magra. Além disso, podem surgir doenças como kwashiorkor, marasmo, assim como a queda de cabela, unhas frágeis, má cicatrização, dores musculares e edemas.

Para que o corpo não seja prejudicado com essas doenças, é preciso balancear a alimentação, de forma que a Proteína esteja na dieta. A quantidade necessária diária de Proteína é de 0,8 a 1g por quilo de peso corporal, lembrando que a variação depende da idade, sexo e das atividades físicas que a pessoa pratica.

Quantidades Reais de Proteína nos Alimentos: Certos alimentos podem enganar quem os consome, pois a maioria das pessoas acham que certo alimentos possuem mais Proteína que outros, mais na verdade a quantidade de Proteína pode varia de produto para produto, o que pode confundir um grande numero de pessoas que não buscam saber mais. Então confira as reais quantidades de Proteína  em cada alimento:

  • Whey Protein: 1 scoop de whey protein possui 30g de Proteína.
  • Ovos: 4 ovos cozidos equivalem a 30g de Proteína.
  • Peixe: 120g são iguais a 30g de Proteína, em média.
  • Carne: 100g possui 33g de Proteína, em média.
  • Filé de Frango: 100g contém 33g de Proteína.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.