Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças do Aparelho Reprodutor Sintomas

Os 8 Sintomas de Herpes Genital que Muitos Ignoram

Os 8 Sintomas de Herpes Genital que Muitos Ignoram são bem comuns o que dificulta o diagnostico, e as vezes esses sinais nem aparecem, aumentando ainda mais as chances de se ter a Herpes Genital sem estar ciente. Além disso, a Herpes Genital trata-se de uma DST (doença sexualmente transmissível) cujo contágio acontece por meio de vírus transmitido por relação sexual sem proteção e acomete a pele principalmente das áreas genitais. E o incômodo faz com que se torne uma das doenças mais temidas por quem tem a vida sexualmente ativa.

Causas da Herpes Genital: Dois vírus distintos podem causar a Herpes Genital:

  • Vírus da Herpes simples Tipo 1 (HSV1)
  • Vírus da Herpes simples Tipo 2 (HSV-2).

A transmissão da Herpes Genital por ambos os vírus acontece principalmente via contato sexual desprotegido. O HSV-1 pode se espalhar da boca aos genitais durante o sexo oral. Já o HSV-2 é mais comum na vagina.

A Herpes Genital é mais comumente transmitido pelo contato com a pele de uma pessoa infectada que tem lesões visíveis, bolhas ou erupções (uma crise ativa), mas você também pode contrair a Herpes a partir do contato com a pele de uma pessoa infectada mesmo quando não há lesões visíveis (e a pessoa pode nem saber que está infectada) ou pelo contato com a saliva ou com fluidos da vagina de uma pessoa infectada.

Como o vírus causador da Herpes Genital pode ser transmitido mesmo quando não há sintomas ou lesões presentes, um parceiro sexual que tenha sido infectado com a Herpes Genital no passado, mas que não tem lesões ativas da doença, pode transmitir a infecção a outras pessoas.

Principais Sintomas da Herpes Genital: Geralmente os indivíduos infectados com a Herpes Genital pode não apresentar sintomas. No entanto, quando esses sinais aparecem, são confundidos com outra doença ou até mesmo interpretados como algo comum e rotineiro. E isso pode fazer com que os indivíduos que possuem a Herpes Genital não busquem ajuda ou se consulte com um médico. Fazendo com que esses pacientes só busquem ajuda quando o caso de Herpes Genital já esta em estado bem avançado, dificultando ainda mais o tratamento.

Então é aconselhado que quando algum ou vários desses sintomas da Herpes Genital seja detectado, um médico deve ser consultado para verificar todas as possibilidades e caso apresente a confirmação de Herpes Genital o tratamento deve ser iniciado imediatamente. Então confira agora Os 8 Sintomas de Herpes Genital que Muitos Ignoram :

  • Surgimento de manchas vermelhas e bolhas esbranquiçadas após a infecção;
  • Aparecimento de irritações e dores em torno de dois a dez dias após a contaminação;
  • Lesões e erupções nas regiões genitais;
  • Pequenas bolhas agrupadas nas regiões genitais;
  • Dor e possível sangramento ao urinar;
  • Há formação de cascas no momento da cicatrização;
  • Ínguas que causam sensibilidade na área da virilha;
  • No caso das mulheres, pode haver corrimento vaginal e dificuldade para urinar.

Além destes sintomas, podem surgir outros sintomas mais gerais semelhantes aos da gripe como febre baixa, calafrios, dor de cabeça, mal estar geral, perda de apetite, dor muscular e cansaço, sendo estes mais comuns no primeiro episódio de Herpes Genital ou naqueles mais severos onde as bolhas surgem em grande quantidade, dispensando por grande parte da região dos genitais. As feridas da Herpes Genital, além de poderem surgir no pênis e na na vulva, também podem surgir na vagina, região peri anal ou ânus, uretra ou mesmo no colo do útero.

Como a Herpes Genital é Transmitida: A Herpes Genital pode ser causada tanto pelo HSV1 quanto pelo HSV2, respectivamente vírus da Herpes simples Tipo 1 e Tipo 2. Portanto, seu contágio se dará pelo contato com a pele da pessoa infectada, podendo ser a Genital ou a boca (HSV1). Isso significa que sua transmissão se dá essencialmente na prática da relação sexual sem uso de preservativos e mesmo em relações sexuais orais.

Uma pessoa que tenha sido infectada com Herpes e não tenha mais os sinais de lesões presentes pode também contaminar outras pessoas. Ou seja, a latência do vírus não significa que o seu portador não será um transmissor do vírus. Então o contato físico ou relação sexual sem proteção com uma pessoa aparentemente saudável não é garantia de que não haverá a contração do vírus, e isso serve para todas as DSTs, inclusive a AIDS.

Como é Feito o Tratamento da Herpes Genital: O tratamento para Herpes Genital deve ser sempre orientado por um ginecologista ou urologista e, normalmente, inclui a ingestão de comprimidos antivirais, como Aciclovir ou Valaciclovir, cerca de 2 vezes por dia. Porém, em alguns casos, também pode ser indicada uma pomada antiviral que deve ser aplicada a cada 4 horas após lavar a região com água e sabão. Durante o tratamento é aconselhado evitar completamente o contato íntimo porque, mesmo utilizando camisinha, o vírus pode passar de uma pessoa para a outra, se alguma das lesões entrar em contato direto com a outra pessoa.

Tratamento Caseiro Para Herpes Genital: O tratamento natural para a Herpes Genital deve complementar o tratamento com remédios. Um das melhores maneiras de tratar a Herpes Genital naturalmente é fazer um banho de assento com chá de manjerona ou hamamélis cerca de 4 vezes ao dia, porque ajuda a diminuir a dor, a inflamação e a combater o vírus causado pela infecção Genital.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.